Coleção digital do Museu Convenção de Itu: o império e a república na imprensa

Exemplar do Imprensa Ytuana.

Exemplar do Imprensa Ytuana.

FESTA REPUBLICANA – No dia 6 do corrente realizou-se, em Capivary, a annunciada festa republicana em regosijo ao advento da Republica. Em carro especial do expresso partiram d’aqui e do Salto muitos cidadãos e abanda musical Saltense, recebendo o trem em Indaiatuba diversos republicanos d’ali. Ao chegar em Capivary na distancia de um kilometro da estação foram soltados na linha inumeros foguetes pela commissão de festejos, chefes locaes, uma banda de musica de S. Paulo e grande massa de povo no meio de vivas enthusiasticos.

Era nestes termos que o número 500 do jornal Imprensa Ytuana, de 09 de janeiro de 1890, comemorava o estabelecimento da república no Brasil. Este e outros fatos históricos do Brasil, com a luta abolicionista, a imigração e a transição entre império e república estão documentados na imprensa que correu entre os séculos XIX e XX na cidade de Itu, cidade que foi uma das principais frentes republicanas no país – foi na cidade que se realizou, em 18 de abril de 1873, a Convenção de Itu, a primeira convenção republicana brasileira.

O Ytuano.

O Ytuano.

Os jornais, que outrora somente estavam disponíveis no Museu Republicano Convenção de Itu da USP, agora estão disponíveis para leitura e/download através da Biblioteca Digital de Obras Raras e Especiais da USP. A digitalização dos jornais, que ainda está em andamento, é fruto de um esforço conjunto entre o Museu Convenção de Itu, o Museu Paulista e o Sistema Integrado de Bibliotecas (Sibi) para preservar e ampliar o acesso ao acervo, que conta com exemplares únicos e que não estavam disponíveis para consulta. Até agora, no na biblioteca digital, podem ser acessados os jornais A Cidade de Ytu, Imprensa Ytuana, O Ytuano e República. Futuramente estarão disponíveis também os volumes A Cidade, Município de Itu, A Federação, A Comarca de Itu, A Tribuna, O Povo e O Progresso.

Museu Convenção de Itu. Foto: Divulgação/USP

Museu Convenção de Itu. Foto: Divulgação/USP

A pesquisa no sistema pode ser realizada por temáticas encontradas nos jornais presentes no acervo. Aliás, as temáticas abordadas pela imprensa ituana naquela época giram em torno da escravidão, do abolicionismo, da mão de obra livre e da mão de obra escrava, do movimento republicano e também da imigração, da urbanização e industrialização das cidades brasileiras e imigração. Os jornais também veiculam as primeiras notícias a respeito de artistas que, mais tarde, ganhariam projeção nacional como o pintor Almeida Júnior, o compositor e regente Elias Lobo e o multifacetado Miguel Dutra, que era, entre outras coisas, pintor, escultor, arquiteto, poeta e compositor.

Vale a pena acessar o acervo e conhecer um pouco mais da história do país, agora de maneira fácil e completa.

Vinicius de Andrade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s