Museu Cais do Sertão apresenta vida e obra de Luiz Gonzaga e olhar múltiplo do Nordeste

DSCN2482

A equipe do Livre Opinião foi até Recife (PE) para visitar o Museu Cais do Sertão, espaço dedicado à vida e obra de Luiz Gonzaga, em homenagem ao centenário do cantor. Inaugurado em abril deste ano, o museu apresenta peças raras, instrumentos musicais e a trajetória artística de Gonzagão, assim como o olhar múltiplo do Sertão.

Com a curadoria da cineasta e socióloga Isa Ferraz, o museu está instalado no antigo Armazém 10, próximo ao Marco Zero de Recife. No espaço, o público percorre pela carreira de Luiz Gonzaga, encontrando figurinos e instrumentos musicais utilizados pelo cantor, além de presenciar registros marcantes de shows e entrevistas. Outro aspecto do museu é a homenagem feita ao sertanejo, em que os cineastas Marcelo Gomes, Kleber Mendonça Filho, Lírio Ferreira e Camilo Cavalcanti contribuem com o projeto e apresentam diversos olhares sobre a cultura popular do Sertão.

O destaque observado pelo site foi a reprodução de um rio – associação ao Rio São Francisco – que guia o visitante para as diversas seções.  Outra marca interessante é o uso de tecnologia que contribui para contar a história de Gonzagão e depoimentos de pessoas que viveram com o cantor. O museu traz a discografia completa de Luiz Gonzaga e um estúdio de som para o visitante gravar sua voz nas canções do músico.  Existe também uma seção dedicada para oficina com o objetivo de ensinar a tocar os instrumentos musicais utilizados no baião. O espaço é um ótimo ponto turístico-cultural para a cidade do Recife, assim como contribui como documento da história recente do país.

O Livre Opinião conversou com o museólogo Jairo Henrique Garcia Vieira, que trabalha no museu, e contou ao site um pouco sobre o espaço e a importância da persona de Luiz Gonzaga para o Brasil. Segundo Jairo, “o museu está crescendo cada vez mais. Diante da estrutura deste espaço estamos tendo público cada vez maior. Este é um espaço único, a Isa Ferraz, que já fez um trabalho belíssimo no Museu da Língua Portuguesa, contribui também lindamente aqui”.

Sobre o início do projeto, Jairo falou: “O espaço foi um pedido do ex-presidente Lula. Ele queria homenagear Luiz Gonzaga, só que o projeto ficou muito maior, então decidiu homenagear o sertanejo, o nordestino”. “A homenagem ao sertanejo vai desde Minas, passando pela Bahia, Sergipe até Natal”. “O Nordeste é o grande tema, só que o personagem principal continua sendo Luiz Gonzaga”.

“Trabalhei no museu do Prado e digo com convicção que o museu Cais do Sertão atualmente está entre os três maiores museus do Brasil. Tanto pela tipografia, tipologia e tecnologia”. “Só que o museu não é um grande videogame, existem aqui poesia e tecnologia de uma maneira muito precisa e forte”. “É muito sensível o trabalho que a Isa fez, vai de tecnologia – são tablets gigantes, sala de cinema – a coisas da raiz do Sertão, como instrumentos de trabalho, cultura e equipamentos musicais do baião”.

Confira a nossa galeria de fotos do museu:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Um comentário sobre “Museu Cais do Sertão apresenta vida e obra de Luiz Gonzaga e olhar múltiplo do Nordeste

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s