Bem-vindos a Faltanada

O Analfabeto Político 1– Seja bem-vindo, senhor, à cidade de Faltanada. Aqui não se encontra tudo e o nada é mais apetitoso de se usufruir. Arrume essa cara de assustado, o senhor vai gostar daqui. Temos terras cercadas, propriedades para poucos. Sabe, né, quanto menos se divide mais produtividade se tem e o lucro individual é primordial. Se tenta invadir pulando a cerca, é tiro no lombo e se tentar conversar toma tapas na face. Ora, fácil, não consegue sucesso na vida e vai querer apurrinhar o dos outros? Aqui não, senhor.

Temos a melhor segurança, Faltanada foi eleita a cidade modelo nesse quesito. Não falta nada mesmo. Aqui, senhor, malandro folga não. Vai pra rua e toma surra. Protestar o quê? Tá louco? Aqui falta nada de oportunidade. Goste ou não, se vire para se arranjar. Moleque fumeta tem mais é que ficar na jaula. Culpa dos pais que não cuidam. E não venha fazer arruaça em frente do meu portão, que policia já dá um jeito. Some com o sujeito. Ainda bem, longe dos meus olhos. Esses dias vieram uns professorecos reclamarem do teto salarial. Ah, senhor, que que eles querem? Querem ganhar mais? Fiquem em sala de aula e não na praça gritando e carregando placas. Manés. São pagos para ensinar e não protestar. Aí, você sabe, foi pimenta pro ar, chute na bunda, borrachada e mais tapas na cara. A segurança aqui é essa, ame ou não, estamos bem guardados. Amém!

Um dia te apresentarei ao Coronel Armando Sendó. Eita cara de honra. Subiu mais de 100 vagabundos. Tem que ver na parede, medalhas se destacando mais que o tom da cor da parede. Brilham e ilustram a estima dele. O prefeito que o nomeou. Concurso pra quê? Pra colocar qualquer mané na sala? Não, aqui o prefeito sabe o que faz. Por isso está aí conosco já não sei muitos mandatos. O prefeito Zé Roubando não tem que sair. Ele fez tanta coisa boa aqui, digo isso por mim pelo menos. Ah, esse espírito faltanadense merece um prefeito como Zé Roubando. Alternância pra quê? Colocar um qualquer no poder? Não faz sentido. Enquanto tá bom pra minha família, não quero que saia Roubando

Teve uns dias que faltou água em Faltanada, vieram uns zé ruelas apurrinhar o Zé. Senhor, nada agrada esses aí. Moram lá na curva da fazenda, bem longe sabe. Até bom, para não me atormentarem. E querem água? Vão encher baldes lá no Ribeirão Seco. Não faltando o líquido aqui, pra mim já tá ótimo.

Seja bem-vindo a Faltanada, senhor, não esqueça de pagar o porteiro lá na frente. Sabe como é, para ter um asfalto como este tem que ter uma graninha. Assim como o gás, comida, luz, água, vai tudo primeiro pra nós, depois Zé Roubando e o promotor Arlindo Cegueira. Cegueira é apelido mesmo, o coitado tem uma dificuldade enorme de ver as coisas.

Eita, você vai amar esta cidade. Á noite terá comício do Zé, ano de eleição é Roubando lá de novo.

Jorge Filholini

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s