Abertura da 18ª Jornada de Letras contou com a presença do cordelista Varneci Nascimento

Cordelista Varneci Nascimento durante a palestra de abertura da 18ª Jornada de Letras

Cordelista Varneci Nascimento durante a palestra de abertura da 18ª Jornada de Letras

Na noite da última segunda-feira (27) foi realizada a abertura da 18ª Jornada de Letras. O evento ocorreu no Anfiteatro Bento Prado Junior e contou com a apresentação do ator João Gabriel Mistura, que encenou o monólogo A Chegada da Prostituta no Céu, baseado no texto de J. Borges, um dos mais importantes autores de cordel no Brasil. Logo em seguida, aconteceu a palestra do cordelista Varneci Nascimento, que contou sobre as diversas formas para a elaboração de Cordéis e sua carreira na literatura.

Da vasta obra de Varneci destacam-se a adaptação de Memórias Póstumas de Brás Cubas, de Machado de Assis; A Escrava Isaura, de Bernardo Guimarães; além dos cordéis de autoria própria, como a trilogia A história de Joãozinho, Perguntas Idiotas Tolerância Zero e  As Mulheres do Cangaço – este em parceria com Nando Poeta.

Momento antes da palestra, a professora de Literatura do curso de Letras da UFSCar, Rejane C. Rocha, leu uma carta de apresentação em que expôs contentamento pela presença de Varneci Nascimento, a valorização da cultura em sua diversidade, assim como posicionamento contrário à onda do discurso de ódio e preconceito por boa parte da população aos nordestinos no período das eleições:

“Sinto-me alegre e emocionada com a presença de Varneci na nossa 18ª Jornada de Letras. Isso porque essa é uma oportunidade especial, em um momento tão delicado para o país, de reafirmarmos a valorização da cultura brasileira em sua rica diversidade. Nesta noite, responderemos aos discursos de uma minoria inculta que nada sabe o fato de que um país se constrói pela diversidade e não por uma pretensa hegemonia cultural e linguística. E faremos isso da melhor forma possível: conhecendo e celebrando a cultura brasileira”.

Durante a palestra, Varneci contou sobre o surgimento do cordel: “Cordel tem pai e mãe. O pai foi Leandro Gomes de Barros e a mãe foi a cidade de Recife”. Outro aspecto apontado pelo cordelista foi o preconceito em relação aos escritores de cordel: “Falam que cordel é feito por analfabeto. Ora, onde você encontra analfabeto fazendo livro?”. “Parece que a nossa literatura não pode ter pai, ainda mais se o pai for nordestino. Querem sempre dar crédito para europeu”.

Varneci também comentou sobre a história do cordel e da diferença entre o gênero literário e o repente: “Repente é oral e no improviso, cordel tem data, publicação e é escrito”. “Cordel não vem da oralidade, o cordel pegou a história da oralidade e passou para a literatura”, disse o cordelista.

Questionado sobre a junção de desenho e texto, Varneci explicou: “Nas décadas de 1940-50 foi que as xilogrfias se incorporaram ao cordel. Mas cordel é mesmo a métrica”. Ele também falou da importância da internet para divulgação dos cordéis: “A internet tem ajudado os escritores de cordel para a divulgação  dos trabalhos. A internet é um poderoso aliado que surgiu para somar, mas o acredito que o livro de papel nunca será substituído”.

Varneci Nascimento concedeu uma entrevista ao Livre Opinião, em que contou sobre sua carreira como cordelista e da importância dessa literatura na cultura nacional. Assista:

Entrevista: Filipe Baldin, Jorge Filholini e Vinicius de Andrade

Confira as fotos da abertura da 18ª Jornada de Letras:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Um comentário sobre “Abertura da 18ª Jornada de Letras contou com a presença do cordelista Varneci Nascimento

  1. Pingback: “- Você é louco? / – Não, sou poeta”: 20 de Outubro, dia do Poeta | Livre Opinião - Ideias em Debate

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s