Antes câncer que Azheimer, por Aline Bei

Celebrity Sightings In New York City - March 20, 2014

Ela era linguista, sua relação com os signos e

Significados se dava de maneira profunda e também era o calço

De sua existência.

Quando começou a esquecer palavras, levava com humor até começar a esquecer

de forma assustadora, não um esquecimento cotidiano, mas algo que a descolava de sua essência, que a fazia não saber mais

Quem ela

Era. Ela

era Alice, gostava de correr na cidade bem agasalhada,

Gostava de jogar um jogo de palavras com sua filha mais velha, gostava de

Dar palestras, de sorvete, de beijar

Seu marido na praia. E seguirá gostando das coisas que

Ama,

Só que sem consciência tanta,  Alice nos diz

Que a vida é um sopro. Obrigatório é que ela seja vivida arreganhadamente, enquanto houver a possibilidade de se fazer

Isso.

E Quando não mais houver, então

Em algum lugar remoto de nós mesmos,

Saberemos lembrar do quanto foi Lindo.

Para sempre Alice é um filme sobre Amor.

Aline Bei

A busca ou o processo.
(nunca o pronto)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s