Casa das Caldeiras reúne artistas residentes do projeto Obras em Construção, para apresentar seus trabalhos no evento Tempo Forte

No próximo domingo, a Casa das Caldeiras abre suas gigantes portas para um evento especial reunindo alguns dos artistas que ocuparam a associação no último ano, durante o programa Obras em Construção. Entre os artistas convidados para a celebração Tempo Forte, estão a Cia. Perversos Polimorfos, com um espetáculo de dança inspirado pelo artista plástico Banksy, e o NAC – Núcleo de Artes Cênicas.

unnamed

EXPRESSÕES ARTÍSTICAS DIFERENTES OCUPANDO O MESMO ESPAÇO

Todos os anos, a Associação Cultural Casa das Caldeiras, abre suas portas para receber artistas independentes para ocupar as Caldeiras através das mais variadas linguagens. Acima de tudo, é permitido que cada um deixe suas próprias marcas nesse espaço único, que hoje vive em um constante movimento de resistência cultural em meio aos grandes empreendimentos imobiliários de alto padrão que tomaram conta da região.

Como resultado dessa grande ocupação e movimentação artística, no próximo domingo, a Casa das Caldeiras apresenta a exposição TEMPO FORTE, trazendo o resultado dos projetos selecionados para o programa de residências artísticas OBRAS EM CONSTRUÇÃO 2014. Dessa forma, a associação incentiva a produção independente, a pesquisa e os processos criativos, abrigando grupos, coletivos e portadores de projetos, escolhidos para um programa anual de residência artística.

“O objetivo do projeto é estimular o diálogo entre diversas propostas culturais da cidade, através do incentivo à produção e criação artística, valorização do processo, inclusão social e lazer com conteúdo. Tudo isso, através de uma programação que ocupa o espaço histórico, de diferentes formas, tomando conhecimento de uma arquitetura única e de um patrimônio que é tombado” – explica Joel Borges, responsável pelo projeto cultural da Casa das Caldeiras ‘TODODOMINGO & OBRAS EM CONSTRUÇÃO – Programa de residências artísticas e de pesquisa’.

O programa valoriza o processo do artista no curso do desenvolvimento de sua obra no local, tendo como desafio, a dialética entre Arte e Patrimônio que a Casa das Caldeiras peculiarmente propicia, fomentando um contexto de troca de conhecimentos, métodos e impressões entre seus residentes.

A difusão dos projetos artísticos em residência se faz através da exposição TEMPO FORTE e durante os encontros dominicais proporcionados pelo projeto TODODOMINGO Musical em SP, onde, os artistas apresentam ao público o andamento de suas pesquisas e reflexões. Cada residente tem a oportunidade de desenvolver workshops, oficinas, encontros e palestras para a população, permitindo uma socialização de suas pesquisas em um contexto multicultural.

Na edição do último final de semana da exposição TEMPO FORTE, realizada no dia 05 de abril, a Casa das Caldeiras recebeu os artistas residentes Marcelo Carnevale e Carolina Velasquez.

Marcelo Carnevale é jornalista e escritor, e participa do programa na condição de pesquisador residente, com o projeto literário A Vizinhança, que fomenta diálogos junto à comunidade, trocas de experiências e revela através da literatura a história de pessoas e lugares, garantindo a convivência propondo a integração como melhoria na qualidade de vida, nos centros urbanos.

A edição contou também com a exposição da obra Os Fabulosos da artista Carolina Velasquez, que tem sua produção artística estruturada pela relação vida pessoal e arte. Além de analisar a influência de símbolos e arquétipos em suas imagens, Carolina reconstrói seus sonhos através de pinturas, esculturas, vídeos e fotografias.

No próximo domingo, dia 12 de abril, é a vez da Casa das Caldeiras receber os trabalhos da Cia. Perversos Polimorfos, e do Nac – Núcleo de Artes Cênicas, ambos residentes em 2014/2015.

A Cia. Perversos Polimorfos, surgiu sob a direção de Ricardo Gali com a proposta de reunir diversos artistas em torno da discussão das artes cênicas contemporâneas e da possibilidade de interface com outras artes. Com o projeto “Movimento para um homem só” a Cia. foi premiada pelo 18º Cultura Inglesa Festival e hoje integra o programa Obras em Construção, na Casa das Caldeiras.

A Cia apresenta no próximo domingo, “Movimento para um homem só”, um dueto inspirado nas intervenções criadas pelo artista plástico britânico Banksy em parceria com os grafiteiros Os Gêmeos, pertencentes à ocupação “Better out than in”, ocorrida em Nova York em outubro de 2013. O trabalho dá continuidade e aprofunda a pesquisa iniciada pela Cia. no espetáculo “Banksy Bang” em 2010, que foi contemplado pelo Prêmio Klauss Vianna.

Já o NAC – Núcleo de Artes Cênicas, coordenado por Lee Taylor, trará para o evento TEMPO FORTE, o espetáculo DOC. (des)prezados, que foi criado durante sua residência artística na Casa das Caldeiras. Trata-se de uma antologia documental poética criada a partir de visões de mundo particulares, mas que se universalizam ao reforçarem traços comuns da condição humana. Seis indivíduos, que tiveram seus relatos de vida pinçados da realidade, revelam peculiaridades de homens e mulheres de nosso tempo ao expor paradoxos e contradições do ser humano.

A diretora Karina Saccomano, explica: “A Casa é cheia de simbolismos que os grupos acabam incorporando no processo e nós valorizamos muito isso. Gostamos de trabalhar com valores e com coisas que sejam verdadeiras, e que acima de tudo permaneçam. Física e culturalmente, podemos dizer que hoje, a Casa das Caldeiras é um local de resistência. Valorizamos a memória e a história.”

unnamed (1)

TEMPO FORTE… Ocupação artística nas Caldeiras 

Tempo Forte é uma celebração realizada pela Associação Cultural Casa das Caldeiras para apresentar o resultado dos trabalhos de ocupação artística do programa Obras em Construção. A Casa das Caldeiras, com sua singular arquitetura, abre suas portas e convida o público a conhecer o trabalho dos artistas residentes, e também todo o movimento sócio-cultural, que propõe uma ocupação para esse patrimônio revitalizado através da arte, de maneira democrática, inclusiva e diversificada.

Entrada gratuita. Censura Livre. Não possui estacionamento no local.

Programação

16h00 Cia Perversos Polimorfos – direção Ricardo Gali, residente 2014/2015.

17h30 NAC – Nucleo de Artes Cênicas – direção Lee Taylor, residente 2014/2015

Para mais informações e confirmação da programação mensal, acesse a página do facebook: www.facebook.com/casadascaldeiras ou o site casadascaldeiras.com.br/blog.

unnamed (2)

SOBRE A CASA DAS CALDEIRAS

Quem caminha ou passa pela Avenida Francisco Matarazzo (Água Branca), e observa o seu entorno, se depara com uma antiga construção fabril, de alvenaria de tijolos, que foi construída em 1920, para servir como geradora de energia às antigas Indústrias Matarazzo. O que muitas pessoas nem imaginam, é que esse espaço foi tombado em 1986 pelo CONDEPHAAT como patrimônio histórico da cidade de São Paulo, restaurado e revitalizado em 1999, e hoje é palco e residência de artistas das mais diferentes vertentes, que o utilizam como fonte de inspiração, meio de produção, local de criação e apresentação.

Com suas três chaminés de mais 30 metros de altura e suas caldeiras remanescentes, a Casa das Caldeiras hoje borbulha arte e cultura e por si só, já atrai o grande público, que durante suas atividades pode desbravar essa arquitetura única e tão convidativa. Um espaço de valorização do patrimônio e memória, que hoje vive em constante ocupação artística, em meio aos gigantes empreendimentos imobiliários que tomaram conta daquela região nos últimos tempos.

A Associação Cultural Casa das Caldeiras (ACCC), que foi criada em 2005 nesse espaço, é uma organização da sociedade civil de interesse público e sem fins lucrativos, que desenvolve projetos de ocupação artística e cultural, pautados no desenvolvimento humano, no exercício da cidadania e na valorização do patrimônio. A ACCC vem instigando muitos artistas e acolhendo-os, através de seus diversos programas e editais que atuam em algumas frentes distintas, valorizando sempre os processos e produzindo novas perspectivas de atuação e protagonismo sócio-cultural para a cidade e o país. Em cooperação com diversas estruturas como organizações públicas e privadas, ONGs e produtores culturais, instâncias políticas internacionais e consulares, a ACCC trabalha em rede e desenvolve seus projetos conjuntamente com seus parceiros para valorizar e divulgar as diferentes formas de expressão, convidando a comunidade e oferecendo arte gratuita.

ASSOCIAÇÃO CULTURAL CASA DAS CALDEIRAS: Espaço de dinâmicas artísticas e culturais

Avenida Francisco Matarazzo 2000 Água Branca – CEP: 05001-200 São Paulo SP

TEL: 3873-6696 // cultural@casadascaldeiras.com.br/blog

Contato Assessoria de Imprensa: Luciana Gandelini // Cel: 9 9568-8773 // lucigandelini@gmail.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s