Coluna 14: “Trocando figurinhas”, por Lucimar Mutarelli

unnamedEstava no bate papo com minha amiga Gilda e Rafael Lessa e comentei com ela que estava trocando figurinhas com ele. Ao mesmo tempo que mandava e recebia um monte de figurinhas dela e pra ela

Acho meio óbvio de onde possa ter surgido essa expressão mas é isso que eu venho fazendo no facebook e na vida real também

Depois que meu filho me ensinou a usar as figurinhas no facebook eu fiquei completamente viciada

Eu gosto de ficar sozinha

Gosto de ir ao cinema sozinha

Mas tem coisas que eu gosto de fazer junto

Tipo cozinhar, comentar o filme depois, ver filme e série com meu marido ou com meu marido e meu filho, ver filmes em casa com os amigos do Cine Panelinha, lavar roupa, lavar quintal, limpar o chão da casa toda para poder sair no sábado a noite com o namorado ou cas amiga, fumar eu gosto de fumar sozinha e junto também, depende do dia, da hora e do contexto do cigarro. Comer tem que ser acompanhada. Viajar sozinha

Depende

Museu tem que ser sozinha mas Itaim e Praia e São Tomé e Ibiúna e Taubaté tem que ser com a família. Família de sangue e família de amigos

Eu sempre falo: você não é só minha irmã, é minha amiga e tem algumas amigas que eu falo: você é como uma irmã pra mim

Por que???

Não basta ser amiga?

Não basta ser irmã?

É muito lugar comum eu falar: nossa, ela é tipo a minha mãe, ele parece meu pai

Mas acho que é só uma expressão para enfatizar aquilo que a gente sente, dar nomes a coisas que não podem ser denominadas

Mãe só tem uma mesmo. Ninguém pode substituir todas as vezes que ela levantou a noite para ver se a febre tinha baixado, não dá pra medir o tempo que ela afastava seu cabelo enquanto você vomitava ou chorava na privada. E quando você fingia que desmaiava e ela, preocupada, passava álcool nas suas mãos e embaixo do seu nariz. Mesmo sabendo que você fingia. Mesmo que sabendo que era verdade

E quando ela chorou porque você saiu do banco que ganhava 4.000 para ganhar 400 na escola? Ela estava sendo sua amiga também

Ela estava te mandando as figurinhas dela

Amo mostrar minhas figurinhas e reclamo quando o outro quer mostrar as dele também

É mentira

Adoro receber as figurinhas do outro também. Eu sei ouvir. Eu sei trocar. Preciso provar isso pra alguém. Por que? Por que você precisa provar algo pra alguém? Fica tranquila. Tá tudo bem.

(Para de falar que ela era muito fria e que só trabalhava e não dava bola pra você. Não é verdade e você sabe. Fala porque choca o outro. Fala porque faz as pessoas rirem. Todo mundo já entendeu que escrever é contar mentiras do modo mais verdadeiro que você consiga. Cinema é igual. Eu tenho que acreditar para gostar.)

Mas na época você era muito jovem, você já sabia tudo do mundo, não precisava ouvir conselhos de ninguém porque você era independente e forte e autossuficiente e resolvia sozinha todos os seus problemas

Mentira

Você sempre contou com o apoio da família, você sempre teve boas amigas ao seu lado, não lembro de te ver assim tão sozinha como você gosta de contar, você sempre teve quem te protegesse, se você pedisse, se você gritasse, se você chorasse. Bastava tocar a valsa vienense, não é Seu Drummond?

Todo o seu passado é imperfeito???

Você sempre teve sorte, você não nasceu em berço de ouro mas isso foi muito bom pra você. Quando terminou a oitava série a sua mãe realmente falou: já estudou bastante, agora precisa trabalhar. Essa era mais uma figurinha dela. E não foi uma má figurinha. Foi ótima. Ela te fez aprender a nadar, do jeito mais difícil mas fez. Ela te ajudou. Ela te empurrou no lago mas não foi tão ruim assim. Ela te empurrou e isso facilitou muito o seu caminho. Ela te ensinou a ser dura e é assim que você age com teu filho. Você só está imitando tudo que aprendeu mas você tem um homem grandioso ao seu lado que te ajuda a entender que você não precisa fazer tudo que os outros mandam ou imitar aquilo que você acha que está certo

Você fala muito de você. Não acha que está numa fase um pouco egocêntrica?

Se eu não falar de mim, vou falar de quem? Se eu não falar, eu vou explodir. Eu preciso dividir com você

Preciso trocar figurinhas repetidas

Quero trocar impressões

Quero ouvir também porque não aguento mais falar

Queria fechar a boca mas quando vejo eu já falei

Já foi

Pega essa figurinha pra você e me passa uma das suas

lucimar-mutarelli

Coluna 1Coluna 2Coluna 3Coluna 4Coluna 5Coluna 6Coluna 7Coluna 8, Coluna 9, Coluna 10, Coluna 11,Coluna 12, Coluna 13.

4 comentários sobre “Coluna 14: “Trocando figurinhas”, por Lucimar Mutarelli

  1. Pingback: Coluna 15: “Baseado”, por Lucimar Mutarelli | Livre Opinião - Ideias em Debate

  2. Pingback: Coluna 16: “Adágio”, por Lucimar Mutarelli | Livre Opinião - Ideias em Debate

  3. Pingback: Coluna 17: Cada um no seu quadrado, por Lucimar Mutarelli | Livre Opinião - Ideias em Debate

  4. Pingback: Coluna 18: “Vila Itaim”, por Lucimar Mutarelli | Livre Opinião - Ideias em Debate

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s