Grupo Esparrama estreia o espetáculo “Minhoca na Cabeça”

unnamed

Após enorme sucesso de público e crítica o Grupo Esparrama está de volta ao Minhocão para apresentar seu novo espetáculo que promete manter a característica originalidade do grupo, agora extrapolando os limites da janela mais famosa do Elevado Costa e Silva! Com novos personagens fantásticos, convidados especiais e muito bom humor, o grupo estreia o espetáculo Minhoca na Cabeça, na última fase do projeto Janelas do Minhocão, contemplado pelo Programa Rumos Itaú Cultural 2013-2014, reafirmando o movimento de transformação do Elevado em local permanente de arte e cultura.

ESPARRAMANDO UMA NOVA HISTÓRIA    

O Grupo Esparrama, com seu espetáculo Esparrama pela Janela reuniu milhares de pessoas, desde novembro de 2013, para assistir a uma intervenção cênica inusitada e divertida feita na janela de um dos prédios em frente ao Minhocão. Mais precisamente, o edifício São Benedito, que fica na Rua Amaral Gurgel, no centro da capital.

Em pouco tempo o projeto consquistou um enorme engajamento com o público consolidando-se como uma das poucas iniciativas artísticas a ocupar regularmente o Elevado Costa e Silva. Por isso foi premiado pela Cooperativa Paulista de Teatro e pelo Prêmio FEMSA de Teatro Infantil e Jovem, recomendado por diversos guias, além de receber excelentes críticas de importantes profissionais da cidade.

Em 2015 o Grupo Esparrama entrou no processo de criação do segundo espetáculo que pretende surpreender novamente o público utilizando uma janela como palco. A nova peça chama-se Minhoca na Cabeça e será apresentada a partir do dia 14 de junho em dois horários, às 10h e às 16h. Ela é a ação final do Projeto Janelas do Minhocão que foi contemplado pelo Programa Rumos Itaú Cultural 2013-2014.

Neste novo processo o grupo quis refletir, com o humor e sensibilidade que é peculiar aos seus trabalhos, sobre os medos que a cidade moderna gera em seus moradores, afastando-os cada vez mais do convívio social e da construção de uma cidade melhor. Em Minhoca na Cabeça uma menina vem morar em uma cidade grande e assustadora. Tudo o que ela vê pela sua janela é gigantesco: multidões, prédios, engarrafamentos, violência… Isto faz nascer uma minhoca em sua cabeça, que a impede de sair. Apesar das diversas investidas da mãe, que incentiva a menina a sair para brincar e conhecer a cidade os seus medos vão crescendo cada vez mais.

O Grupo Esparrama vai contar a história de uma dessas minhocas insistentes que nascem com o medo, crescem com a insegurança, que vão ficando mais fortes a cada conflito e que insistem em passear pela nossa imaginação. Minhoca na Cabeça convida o público a navegar junto com o Esparrama pela história desta menina, para descobrir como podemos transformar os medos e desbravar uma nova cidade.

MUITAS NOVIDADES NA MESMA JANELA

Para esse espetáculo, o grupo conta mais uma vez com um time de peso. Entre os parceiros está o cenógrafo Jaime Pinheiro, responsável pela confecção da fantástica janela azul que ficou muito famosa com as apresentações do grupo, virando referência do projeto do Esparrama. Neste novo espetáculo Jaime assume também as funções de aderecista e bonequeiro. O boneco da minhoca que crescerá na cabeça da menina e o teatro de brinquedo que aparecerá no início do espetáculo prometem ser destaques do espetáculo.

E como a intenção é ampliar o espaço cênico com cenas que acontecem no próprio minhocão, o elenco também cresceu e agora conta com os atores convidados Renato Ribeiro e Gabi Zanola, integrantes da Trupe Dunavô, que também tem sua pesquisa baseada na linguagem do palhaço.

Outra novidade marcante será a trilha sonora composta especialmente para a saga desta menina. A compositora e diretora musical é uma parceira antiga do grupo, a maestrina Ester Freire que também é responsável pela direção musical do espetáculo 2POR4, que acaba de encerrar uma temporada de sucesso no Teatro Alfa. Alguns instrumentos de sopro serão o fio condutor da trajetória do medo da menina. Outro aspecto importante deste trabalho são as composições que acompanham a rica diversidade das cenas, “…é por esse motivo que no mesmo espetáculo teremos desde um chorinho até um ragtime clássico…” diz Ester Freire.

unnamed (2)

ESPARRAMANDO MINHOCAS NA CABEÇA

Desde o final de 2013 uma janela que fica a poucos metros acima da altura do Elevado Costa e Silva é aberta regularmente para tornar um espaço privado (um apartamento) em um espaço público (teatro). Segundo Iarlei Rangel, integrante do Grupo Esparrama: “Esta atitude que parece ser simples, enseja uma inversão de lógica que colabora para mudar a forma como lidamos com a cidade. Acontece uma transformação sutil e significativa quando, para assistir a um espetáculo, o público senta no asfalto onde há algumas horas antes passavam milhares de carros. Nosso trabalho está propondo um novo imaginário para a cidade.”

No seu primeiro trabalho na janela o Grupo Esparrama falava de um morador que subvertia a realidade que invadia a janela do seu apartamento. Neste novo projeto o grupo lança um olhar para o fora, para a cidade. “Queremos entender que minhocas são essas que ficam em nossas cabeças e nos impedem de enfrentar os monstros da cidade” diz o ator Kleber Brianez. E para enfrentar os medos da cidade o grupo entendeu que precisava literalmente ir até ela, é por isto que neste espetáculo, além da janela, o público verá cenas que acontecem no próprio minhocão: “Será o nosso maior desafio, como ocupar dois lugares tão diferentes como uma janela e a rua, ao mesmo tempo”, diz Rani Guerra. Apesar das dificuldades o grupo promete fazer o público “navegar” por deliciosas surpresas.

OS NOVOS RUMOS DA JANELA

Esta estreia é a última ação do projeto Janelas do Minhocão que foi um dos 104 projetos selecionados entre os 15.120 inscritos do Brasil inteiro, para a versão 2013-2014 do Programa Rumos Itaú Cultural 2013-2014. Este projeto iniciou em fevereiro com a ação Esparrama Amigos pela Janela onde parceiros de diversas linguagens artísticas foram convidados para lançarem novos olhares e perspectivas sobre a mesma janela. Já na abertura a ação reuniu cerca de 150 pessoas, que mesmo embaixo de uma forte chuva permaneceram no Elevado e assistiram ao primeiro grupo convidado, a Cia. Noz de Teatro, Dança e Animação (teatro de animação e de bonecos). A temporada foi seguida pelo Grupo Zumb.boys (dança), Sissy Eiko (fotografia), Ronaldo Aguiar (circo), Ester Freire (música) e Raul Zito (artes plásticas), cada um com sua intervenção específica, criada para a janela do Esparrama. A primeira ação ainda articulou os Ciclos de Conversas no Minhocão entre os ‘amigos’ convidados e o público, com um bate-papo sobre a relação entre Arte e Cidade.

A segunda ação foi uma curta temporada do espetáculo Esparrama pela Janela. E a terceira e última ação é a criação do tão esperado espetáculo novo do Grupo Esparrama chamado Minhoca na Cabeça, que pretende extrapolar os limites da janela e literalmente ocupar o Minhocão. Junto com o público, o Grupo Esparrama quer reafirmar a apropriação e utilização desse espaço como um local permanente de convívio com a arte, atuando também como forma de transformação social. “Pretendemos transformar, trocar experiências e acima de tudo crescer com essa troca! Ouvir, aprender e quem sabe multiplicar ações que modifiquem a cidade para melhor!”, diz Iarlei Rangel, diretor do Grupo Esparrama.

Dessa forma o grupo pretende dar continuidade ao espaço democrático e gratuito de fruição da arte, que pelo seu caráter despretensioso e inusitado, tornou o Minhocão convidativo para a população vizinha e também para centenas de pessoas que até então não conheciam as outras possibilidades de uso do viaduto.

 

SOBRE O GRUPO ESPARRAMA

Em 2012, os amigos Iarlei Rangel, Kleber Brianez, Ligia Campos, Luciana Gandelini e Rani Guerra formaram o Grupo Esparrama. A base de sua pesquisa está no estudo do palhaço e das estruturas cômicas em suas variadas expressões nas artes cênicas (rua, palco convencional, intervenções, teatro para crianças etc).

Como resultado de suas primeiras parcerias foi concebido o espetáculo 2POR4, que une palhaços e música instrumental. Entre outros, destacam-se suas participações no SESC FESTCLOWN 2014 – Festival Internacional de Palhaços realizado pelo SESC Brasília; Edital Viagem Teatral SESI – Arte Educação – Música nas edições de 2013 e 2014; no Projeto Mosaico Teatral do SESCOOP, passando por mais de 30 cidades interior de SP. Este espetáculo acaba de realizar temporada no  Teatro Alfa, nos meses de abril e maio, com enorme repercussão na imprensa e na crítica especializada.

Em 2013 o grupo desenvolveu seu primeiro projeto solo, o Esparrama pela Janela, espetáculo que aconteceu da janela de um apartamento no Minhocão (Elevado Costa e Silva). Esta proposta teve um retorno relevante da mídia e recebeu dois Prêmios FEMSA de Teatro Infantil e Jovem (Categoria Revelação – pela direção – ePrêmio Crystal Eco de Sustentabilidade) e o Prêmio da Cooperativa Paulista de Teatro, na categoria Melhor Ocupação de Espaço. Foi Recomendado por diversos guias, recebeu uma excelente crítica de Dib Carneiro Neto, jornalista, dramaturgo e crítico de teatro infantil e foi indicado por Gabriela Romeu, crítica especializada em crianças, como uma das melhores opções de São Paulo. Além de ganhar a simpatia do público e moradores da região, que passaram a se organizar para assistir o espetáculo e transformar o Elevado Costa e Silva, em um lugar de convívio com a arte.

unnamed (1)

PARA ROTEIRO

MINHOCA NA CABEÇA

SINOPSE

Menina está de mudança! Ela saiu de uma cidade pequena, com muito espaço, e chegou numa cidade gigantesca, onde não cabe quase nada. Nos bairros não cabem praças, nas praças não cabem árvores, nas árvores não cabem crianças. O único lugar em que parece caber algo, é na sua própria cabeça. Cabem suas brincadeiras, suas invenções, suas birras e seus sonhos. Tem até um espaço para o medo da cidade. E foi nesse espacinho que uma minhoca veio fazer morada.

Não demorou e a minhoca folgada começou a ocupar muito espaço. Mas, para a sorte da Menina, seus atrapalhados amigos Haroldo e Heraldo aparecerão para ensinar novas formas fantásticas de ver e navegar por essa cidade maluca. Para acompanhá-los a Menina terá de enfrentar seus medos e decidir o que fará com a minhoca na sua cabeça.

Quando: Dias14, 21 e 28 de Junho e  05, 12, 19 e 26 de Julho de 2015 (Domingos)

Horário: em duas sessões às 10h e às 16h

Duração: 45 minutos

Recomendação: Livre

Ingressos: Grátis

Local: Minhocão (Elevado Costa e Silva) entre o Metrô Santa Cecília e a Rua da Consolação

Acesso do público: Pelas alças de acesso do Minhocão no Metrô Santa Cecília  ou da rua da Consolação, nestes pontos haverá sinalizações indicando o local da apresentação.

No dia do evento, mais informações e um mapa serão disponibilizados na página do Facebook do Grupo Esparrama e no caso de chuva, o espetáculo não acontecerá!

FICHA TÉCNICA

Direção – Iarlei Rangel

Elenco – Gabi Zanola, Kleber Bianez, Rani Guerra e Renato Ribeiro.

Dramaturgia– Solange Dias e Grupo Esparrama

Cenógrafo / Aderecista / Bonequeiro – Jaime Pinheiro

Figurinista – Lívia Loureiro

Diretora Musical e Compositora de Trilha Original -Ester Freire

Assessora deImprensa eComunicação– Luciana Gandelini

Cenotécnica – Jaqueline Nascimento

Costureira – Terezinha Campos

Operador de Som – Sebastián Curti

Contra-Regra e Assistente de Aderecista – Vinícius Ramos

Edição e Mixagem de Som – Fabrício Zavanella

Músicos (Trilha Sonora) – Fabrício Zavanella, Renata Pereira -flauta doce (soprano/tenor/baixo), Bebel Ribeiro -flauta transversal e Bruno Avoglia – clarinete

Fotógrafa – Sissy Eiko

Assistentes de Produção– Ligia Campos e Luciana Gandelini

Produtor – Iarlei Rangel

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s