Marcelino Freire lança livros e participa de bate-papo literário em Salvador

Um dos autores mais importantes da literatura contemporânea nacional, o pernambucano Marcelino Freire participa de tarde literária em Salvador, sábado, dia 25, quando fala sobre sua obra, lança edição ampliada do livro de contos Amar é Crime e autografa pela primeira vez em Salvador o romance Nossos Ossos. Realizado pelo coletivo Blackitude, o encontro acontece no Espaço Cultural da Barroquinha, na Praça Castro Alves, das 15h às 18h30, e tem entrada gratuita.

A programação será aberta com a exibição do documentário SP Solo Pernambucano (2013), curta-metragem dos cineastas Wilson Freire e Leandro Goddinho, que conta um pouco da trajetória de Marcelino, que tem sete livros publicados e já ganhou importantes prêmios literários como o Jabuti (2005) e o Machado de Assis (2014). Na sequência, o escritor Nelson Maca, a professora Milena Britto e o diretor teatral Chicco Assis conversam com Marcelino e a atriz Vera Lopes lê contos do autor. A nova edição de Amar é Crime foi lançada na última Festa Literária Internacional de Paraty, na qual Marcelino foi um dos nomes de destaques da Tenda dos Autores. Com o subtítulo Contos de Amor e Morte, a nova edição da coletânea traz cinco contos inéditos e capa assinada pelo artista gráfico Helio de Almeida. O livro foi publicado originalmente em 2011, pelo coletivo artístico Edith, do qual Marcelino é um dos criadores. E reúne contos marcados pela oralidade e por um ritmo ágil, que trazem para o centro da literatura personagens marginalizados, invisíveis em nossa sociedade.

Lançado em 2013, Nossos Ossos é o primeiro romance de Marcelino Freire. A trama gira em torno da entrega do corpo de um garoto de programas do interior nordestino assassinado em São Paulo. Essa é a tarefa de um reconhecido dramaturgo, também nordestino, seu cliente, que se sensibiliza ao saber que ninguém reclama o cadáver. Assim como nos contos, o autor mantém a linguagem que o consagrou, tecendo uma narrativa com marcas da oralidade, concisa, porém sem perder a tensão. Nossos Ossos venceu o prêmio Machado de Assis, da Academia Brasileira de Letras, na categoria romance.

Além de Amar é Crime e Nosso Ossos, Marcelino está lançando as edições comemorativas dos livros Contos Negreiros, que completa dez anos, e Angu de Sangue, que completa quinze.

SOBRE O AUTOR

MARCELINO FREIRE nasceu no ano de 1967, em Sertânia, PE. Vive em São Paulo desde o dia 13 de julho de 1991. É autor de Angu de Sangue (contos, Ateliê Editorial, 2000), EraOdito (aforismos, 2002), BaléRalé (contos, Ateliê Editorial, 2003), Contos Negreiros (contos, Edito­ra Record, 2005), Rasif: Mar que arrebenta (contos, Editora Record, 2008), Amar é crime (contos, Editora Edith, 2010) e Nossos Ossos (romance, Editora Record, 2013). Em 2004, idealizou e organizou a antologia Os Cem Menores Contos Brasileiros do Século (Ateliê Editorial). Faz parte do coletivo Edith: visiteedith.com. Também é o criador da Balada Literária, evento que completa dez anos em novembro de 2015. Para saber mais sobre autor e obra, acesse: http://www.marcelinofreire.wordpress.com

SERVIÇO
Evento: Tarde Literária com Marcelino Freire
Local: Espaço Cultural da Barroquinha (Praça Castro Alves)
Data: 25 de Julho, sábado
Horário: 15h às 18h30minh
Entrada franca

PROGRAMAÇÃO
15h: Doc.: SP Solo Pernambucano, de Wilson Freire e Leandro Goddinho (PE-2013- 37’)
15h45: Roda de conversa – Milena Britto, Nelson e Chicco Assis conversam com Marcelino Freire; intercalado com leitura de contos pela atriz Vera Lopes
17h30 – Marcelino Freire assina seus livros

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s