Grupo Esparrama participa de debate durante a Mostra Rumos Itaú Cultural

O Grupo Esparrama é um dos convidados a Mostra Rumos, no Itaú Cultural, para falar sobre o território como laboratório criativo e suas experiências com os espetáculos realizados na janela de um apartamento em frente ao Minhocão. Para referenciar alguns aspectos da sua obra o grupo traz uma surpresa, com a visita de um dos personagens do seu último espetáculo.

unnamed (1)

IARLEI RANGEL, DIRETOR DO GRUPO ESPARRAMA EM DEBATE NO ITAÚ CULTURAL

Em 2013 o programa Rumos Itaú Cultural selecionou 101 projetos dentro de um universo de mais de 15 mil inscritos. Agora, entre de 27 de agosto e 25 de outubro, o Instituto Itaú Cultural realiza a Mostra Rumos que pretende apresentar uma pequena parte da multiplicidade dos caminhos destes projetos que envolvem Literatura, música, artes visuais, artes cênicas, gastronomia etc.

O Grupo Esparrama foi um dos contemplados deste programa e realizou de janeiro a julho deste ano o projeto Janelas do Minhocão, explorando de diversas formas as potencialidades de uma janela que beira o Elevado Costa e Silva no centro de São Paulo. Com esse projeto, Grupo Esparrama atraiu muitos olhares e reuniu milhares de pessoas no Elevado Costa e Silva, o famoso viaduto apelidado pelos paulistanos de Minhocão.

Para contar um pouco dessa experiência de ocupação, junto com o JÁ. CA (Jardim Canadá Centro de Arte e Tecnologia), o Grupo Esparrama participará da Mostra Rumos na mesa de debates intitulada CIDADES. Este encontro tem a intenção de apontar paralelos e especificidades entre os dois projetos, afim de discutir aspectos da relação entre a cidade e as intervenções artísticas. Segundo Iarlei Rangel, diretor do Grupo Esparrama, “estes espaços de análise crítica dos nossos trabalhos talvez sejam tão importantes quanto a própria produção artística, pois nos permitem fricções com campos objetivos que são essenciais para entender a real direção que estamos seguindo”.

O debate entre estes dois projetos diferentes, mas que usam a cidade como foco, permitirá abordar temas específicos como o uso do território como laboratório criativo, a publicização do espaço privado x a privatização do espaço público e a arte como ferramenta de proposições políticas. Para referenciar alguns aspectos da sua obra o Grupo Esparrama promete uma surpresa, com a visita de um dos personagens do seu último espetáculo Minhoca na Cabeça.

A entrada é gratuita, então para assistir a participação do Grupo Esparrama na Mostra Rumos, basta se programar e chegar com certa antecedência ao espaço, para garantir a sua entrada.

unnamed (2)

GRUPO ESPARRAMA E SUAS JANELAS

Criado em 2012, o Grupo Esparrama tem como base de sua pesquisa o estudo do palhaço e das estruturas cômicas em suas variadas expressões nas artes cênicas (rua, palco convencional, intervenções, teatro para crianças etc.). Fazem parte da trupe Iarlei Rangel, Kleber Brianez, Ligia Campos, Luciana Gandelini e Rani Guerra.

Como resultado de suas primeiras parcerias foi concebido, no final de 2012, junto com a maestrina Ester Freire, o espetáculo 2POR4 que participou do SESC FESTCLOWN 2014 – Festival Internacional de Palhaços realizado pelo SESC Brasília; foi selecionado pelo Edital Viagem Teatral SESI nas edições de 2013 e 2014; participou do Projeto Mosaico Teatral do SESCOOP; do projeto FDE do SESC Piracicaba e do projeto Recreio nas Férias do SESC Osasco, além de já ter realizado diversas apresentações em unidades dos SESC’s. Este espetáculo rodou por mais de 30 cidades diferentes e realizou uma temporada com muito sucesso de público e crítica no Teatro Alfa, além de ter sido apresentado dentro da programação do projeto Fim de Semana em Família, do Itaú Cultural.

Ainda em 2013 o grupo desenvolveu seu primeiro projeto solo, o Esparrama pela Janela, intervenção cênica que aconteceu da janela de um apartamento no Minhocão. A proposta teve um retorno relevante da mídia e recebeu dois Prêmios FEMSA de Teatro Infantil e Jovem (Categoria Revelação – pela direção – e Prêmio Crystal Eco de Sustentabilidade) e o Prêmio da Cooperativa Paulista de Teatro, na categoria Melhor Ocupação de Espaço.

Contemplados pelo edital Rumos do Itaú Cultural, o Grupo Esparrama ocupou o Minhocão, de janeiro a julho de 2015, com o projeto Janelas do Minhocão, que chegou a reunir cerca de 1200 pessoas em uma única apresentação do espetáculo “Minhoca na Cabeça”, que foi o produto final dessa jornada. Agora, o grupo convidado pelo Instituto Itaú Cultural, integra a programação da Mostra Rumos. No dia 08 de setembro, o diretor Iarlei Rangel, participa da mesa de debates sobre Cidades, falando sobre as experiências do grupo com a ocupação de um espaço público, através da janela de seu apartamento.

Iarlei Rangel

Iarlei Rangel

Mais informações e a programação completa, você encontra na página: facebook.com/esparrama

PARA ROTEIRO – Grupo Esparrama na Mostra Rumos
Mesa de debates- Cidades: Discussão sobre urbanismo, ressignificação do espaço público e o território como laboratório criativo. Compõem a mesa representantes do Grupo Esparrama, responsável pelo Janelas do Minhocão, e do Jardim Canadá Centro de Arte e Tecnologia (JA.CA).
Para referenciar alguns aspectos da sua obra o Grupo Esparrama promete uma surpresa, com a visita de um dos personagens do seu último espetáculo Minhoca na Cabeça.
Data: 08 de setembro de 2015
Horário: 17h00
Local: Itaú Cultural – Avenida Paulista, 149
Entrada Gratuita

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s