Coluna 44: “esmaio”, por Lucimar Mutarelli

unnamed

 

um novelo de lã

Laura desenrola para marcar o caminho da volta

– a Terapeuta mandou ler Alice

grande Bosta

não gosto daquela menina

ficou juntando castigos para a gata

prefiro as advertências

“vamos fazer de conta” porra nenhuma

vou resolver aqui, sem a sua ajuda

olha, mamãezinha o que eu faço com o meu cabelo. Não gosta das minhas unhas curtas e sem esmalte, Dona Supervisora?

estou cagando pra vocês. Cheguei onde queria. É hoje, minha gente. É a porra do dia do meu aniversário e eu não tenho marido não tenho filho não tenho carro. Coitadinha da barata, ela usa um barbante

“você pode ser só um deles, eu serei todos os outros”

Alice é Laura ao contrário

engasgo

Minha Mãe mandou eu escolher esse daqui

como sou teimosa, eu escolho esse daqui

Espelho Verdade Sinceridade Lua Julgamento Iluminação

espelho, espelho meu

“sobre a cabeça os aviões, sob meus pés os chapadões”

Ninguém entende o que eu digo

Ninguém gosta de mim

Ninguém é meu amigo

por isso que eu só ando com Ninguém

– vem, Ninguém! Pode entrar! É a sua vez de brincar

quando engasgo, choro pelo olho direito. Esquerdo para quem vê

sinal da cruz com a mão esquerda

– o espelho corrige meu sinal

Mamãe sabe

hoje não tem biscoito da sorte

quando eu era pequena, Minha Mãe dizia que eu parecia um peixe que ela teve: comeu até morrer. Morreu pela boca. Eu vou morrer pelo que como e pelo que falo. Da minha boca só saem cobras. Miudezas. Maledicências. Eu tomo um remédio para dor de cabeça que me dá dor de estômago e ataca meu fígado. Não tem remédio para o fígado que não provoque dor de cabeça. O médico disse que é assim. Quando morrer passa

hoje apareceu uma mancha nova no meu olho. Pode ser um dos homens que vem aqui, pode ser a Minha Mãe que me bateu com o ferro

Ninguém sabe

Ninguém precisa saber de tudo que acontece aqui

hoje não tem beijo nem presente

“só de juros você pagará o dobro do que devia”

ouviu? Ouviu agora? É a mesma voz do metrô. Ouviu?

“se a senhora preferir eu realizo a transação em outro nome”

é essa voz. A mesma do metrô. Só que aqui ela foi dublada

“verifique o código de barra”

essas palavras não são minhas

são vozes que vem para me assustar

– melhor assim ou assim?

– óculos para perto?

– perto demais

melhor assim ou assim? Óculos para longe

O Médico disse que eu precisava escrever, usar óculos e parar de mentir e mancar. O Doutor sabe tudo. Ele contou pra Mamãe. Hoje Ela vai ter uma surpresa. Vai chegar aqui e a Laurinha já vai estar dormindo. Dorme, Laurinha que a Cuca vem pegar e o boi da cara preta nunca mais vai me acordar

minhas pernas doem

Ela mandou calar a boca

por que não consigo ficar quieta, Papai do céu?

sou apenas uma menina andando de metrô. A garotinha do Papai. Eu tento ser boazinha e fazer tudo que Seu Mestre mandar

errei o caminho

errei o destino

Mamãe mandou ir pelo caminho mais longo

hoje eu não obedeço

hoje acordei com a boca cheia de pecado

a gula é o meu preferido

no escritório, finjo que é a luxúria porque as meninas gostam de falar coisas sujas. Balança caixão. Minha Mãe lavou a minha boca com sabão. Eu lavo também e não adianta. Roubaram todas as minhas canetinhas. Mamãe deixou a cinza. Cinza não é cor. Preciso de mais uma bolacha recheada, Mamãe, por favor <3

garanto que não sofro mais

Ele pediu para ler o meu caderno. Não deixei. Escrevo pra mim. Escrevo porque a Mamãe mandou

esperava por um milagre e ele não veio

Hoje prendi meu pé no vão. Entre o trem e a plataforma. Eu tenho medo do vão

– moço, me leva pra clínica?

Lá tudo é de graça. Não é de graça porque a Mamãe pode pagar. Perdi todas as pérolas falsas

três trens passaram e ele não veio

três trens tristes

“o anel que tu me destes era vidro e se quebrou. O amor que tu me tinhas era pouco e se acabou”

Trecho da peça que escrevi em parceria com Vana Medeiros

Adaptação do meu romance “Entre o trem e a plataforma”

lucimar-mutarellinovo

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s