12º Festival ChorandoSemParar homenageia Villa-Lobos em São Carlos

chorandosempararNão é à toa que o 12º Festival Internacional de Música Instrumental ChorandoSemParar – edição Heitor Villa-Lobos, tem o subtítulo: “Do Batuque a Bach”.

Considerado o maior compositor brasileiro, Heitor Villa-Lobos tem sua obra marcada pela fina mistura do erudito e do popular em que toda a sofisticação da estrutura musical clássica europeia revela, ao mesmo tempo, a grandeza da cultura popular e rítmica da música brasileira. Essa marca é fonte de inspiração do ChorandoSemParar 2015 que acontecerá em São Carlos de 30 de Novembro a 6 de Dezembro com entrada franca para todas as atividades.

O convidado homenageado será Turíbio Santos, o grande intérprete da obra de Villa-Lobos. O violonista fará a abertura da programação, no Teatro Municipal de São Carlos, na segunda-feira 30 de Novembro.

Heitor Villa-Lobos, dono de uma obra monumental, reverenciada não apenas no Brasil, mas em todo o mundo, é por todos considerado o maior compositor da história da música brasileira. Turíbio Santos é não apenas o maior intérprete da obra violonística de Villa-Lobos, mas também um músico sempre a serviço da difusão da obra villalobiana no mundo todo, além de ter sido diretor do Museu Villa-Lobos, no Rio de Janeiro, por mais de 25 anos, fazendo dele um importante centro de referência da música brasileira.

Ao longo da semana, além de apresentações musicais, serão realizadas palestras, oficinas, exposições e outras atividades.

O programa do último dia do evento, domingo 6 de Dezembro, é o ponto alto do ChorandoSemParar. É quando acontece na Praça XV de Novembro a deliciosa maratona musical com doze horas de “música-sem-parar”, das 10 horas da manhã às 10 horas da noite, com revezamento ininterrupto dos instrumentistas convidados.

Mais de 100 artistas participantes – Idealizado pelo Projeto Contribuinte da Cultura, o ChorandoSemParar já se consagrou como o maior festival de Choro Brasileiro – na verdade, não apenas de Choro, mas também de seus gêneros afins.

Com todas as suas atividades gratuitas e abertas ao público, o ChorandoSemParar transforma São Carlos na capital nacional do Choro, a manifestação de música instrumental mais marcadamente brasileira. Em sua décima-segunda edição, as atividades do ChorandoSemParar terão lugar na Praça XV, no Teatro Municipal de São Carlos, no Campus I da USP São Carlos e no Centro Cultural Espaço 7.

Como nas edições anteriores, o Festival reunirá os mais conceituados instrumentistas, incluindo convidados estrangeiros como o maestro John Berman e o pianista norte-americano Ehud Asherie, convidados para tocar música brasileira e criar arranjos de obras do Villa-Lobos, exclusivos para o Festival.

Serão mais de 100 artistas participantes. A escolha do elenco é sempre inspirada no compositor que dá nome edição, assim, a cada ano o Festival tem uma diferente atmosfera musical, pois os convidados, inclusive os estrangeiros, preparam arranjos exclusivos para composições do homenageado em memória.

Segundo Fátima Camargo, diretora do Projeto Contribuinte da Cultura e idealizadora do ChorandoSemParar, a programação da edição “Villa-Lobos: Do Batuque a Bach” será marcada pela mistura do erudito e do popular na música brasileira, “enfatizando a variedade de gêneros, estilos e a riqueza das composições e interpretações de Villa-Lobos”.

Além disso, o Festival vai abrir espaço também para outras expressões artísticas para melhor apresentar a obra de Villa-Lobos no contexto da arte e da história brasileira. “A ideia é poder contextualizar a música brasileira no momento do surgimento do Modernismo brasileiro e da emblemática Semana de Arte Moderna de 22 e falar sobre as importantes rupturas provocadas por Villa-Lobos, entre outros, e especialmente por Mário de Andrade”, afirma Fátima.

O elenco 2015 inclui: Turíbio Santos (Convidado Homenageado), Quinteto Villa- Lobos, Maurício Carrilho, Aquiles Moraes, Pedro Paes, Danilo Brito, Deo Rian e Regional Imperial, Ehud Asherie , John Berman, Amilton Godoy e Grabriel Grossi, Bina Coquet, Marta Ozzetti e Makiko Yoneda, entre outros.

Palestrante: Maestro Julio Medaglia

Interferências artísticas: Arrigo Barnabé e Pascoal da Conceição (como Mário de Andrade), Trio Aydar, Letícia Conde e Lennon Corezomaé. Participação honrosa do músico e diretor do Museu Villa Lobos, Wagner Tiso.

Baixe aqui a programação: Programação ChorandoSemParar

Veja a galeria de fotos de alguns dos convidados desta edição:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s