A harmonia, bastidores e presença no palco durante os 40 anos do Grupo Corpo são tema da nova mostra da série Ocupação

04_A-IMA_JSA8787

Inaugurada no dia 5 de dezembro no Itaú Cultural, a Ocupação Grupo Corpo encerra a programação de 2015, no instituto, da série de exposições nesse formato. Marca, ainda, a sequência de comemorações, neste ano, pelas quatro décadas de existência da companhia mineira de dança durante as quais produziu mais de 35 espetáculos, visitou mais de 40 países e contou com a participação de mais de cem bailarinos. Com curadoria de Paulo Pederneiras, diretor geral do Corpo, em parceria com o Núcleo de Artes Cênicas do Itaú Cultural, a Ocupação em sua homenagem segue aberta ao público até 17 de janeiro e apresenta essa trajetória em fotografias e audiovisuais. Trata-se da 27ª mostra da série, que será retomada em fevereiro de 2016 em homenagem ao cineasta Luis Sérgio Person.

O espaço expositivo para as mostras dessa série, alocado em 130 metros quadrados do Piso Paulista, o térreo da casa, abriga mais de mil fotos. Logo na entrada da exposição, o visitante é recebido com imagens trabalhadas profissionalmente nesses 40 anos por Jose Luiz Pederneiras para cada novo espetáculo. Inicia-se, assim, o percurso que, até o fim, comporá a história do grupo. No interior do espaço, outras fotografias testemunham o dia-a-dia dos ensaios, apresentações e viagens da equipe. Formando um mosaico da história pessoal e íntima do Corpo, a sua peculiaridade é terem sido feitas pelos diferentes integrantes que passaram pelas diversas formações da companhia e pertencem aos seus arquivos pessoais. Elas forram as quatro paredes laterais internas do lugar em backlight, e são entremeadas por 24 tablets com projeções também pertencentes a esses acervos caseiros.

No centro, seis nichos acolhem aparelhos que exibem audiovisuais com trechos de espetáculos e registros dos bastidores de cada apresentação. Uma projeção, situada em uma antessala, revela o vocabulário corporal usado entre os bailarinos, enfatizando o compasso da dança que é marca registrada do Corpo. Nela, uma bailarina faz uma demonstração dos passos usados em algumas das coreografias do grupo, sugerindo um convite ao visitante para ensaiar com ela ali mesmo.

Dessa forma, a harmonia e o sentimento de unicidade que transpassa os espetáculos, em que música, coreografia, cenografia, luz e figurino parecem ter sido criados e executados por uma única pessoa se reflete nos bastidores e no dia-a-dia de seus integrantes, construído com profissionalismo, afeto e respeito.

Programação paralela

O Núcleo de Artes Cênicas do Itaú Cultural formatou, ainda, uma programação paralela que estende a homenagem da exposição com um debate com José Miguel Wisnik, no próprio dia 5 (sábado), às 20h, na Sala Itaú Cultural. Ele compôs quatro trilhas originais para o Grupo Corpo, em parcerias com Tom Zé, Caetano Veloso e Carlos Nuñez, e fala de sua experiência. Esta mesa tem participação de Rodrigo Pederneiras, coreógrafo da companhia.

No dia 6, às 16h, na Sala Multiuso, é realizada a mesa Percursos para a dança em grupo – Vozes dissonantes, com a diretora do Núcleo Artérias Adriana Grechi, o coreógrafo, diretor artístico e bailarino do Grupo Cena 11 Cia. de Dança Alejandro Ahmed, a jornalista e diretora de programação do Corpo Claudia Ribeiro, o diretor da Qualquer um dos 2 Companhia de Dança, de Pernambuco, Jailson Lima e o próprio Paulo Pederneiras. Eles compartilham experiências sobre modos de produção e suas poéticas, e sobre quais distinções e intersecções que emergem da diversidade e como afetar e ser afetado por elas. Nesse mesmo dia 6, mas às 19h, é apresentado na Sala Itaú Cultural o espetáculo Para sempre teu, da Qualquer um dos 2.

Fim de Semana em Família

Dentro da programação Fim de Semana em Família, dirigida às crianças e toda a sua família sempre aos sábados e domingos, nos dias 5 e 6, é realizada uma oficina de sensibilização e criação dirigida às crianças. Ela envolve princípios de dança contemporânea e técnicas de colagem – da fabricação ao recorte e ressignificação das imagens. Ministrada pela coreógrafa e performer Elisabete Finger e pela ilustradora Manuela Eichner, que trabalha com ações e experiências artísticas colaborativas. A proposta parte do entendimento do corpo humano como matéria – carne, ossos, músculos, pele, cabelos, com texturas, pesos, tamanhos, formas e propriedades específicas –, e das possibilidades da construção de consciências, estados, fisicalidades e movimentos específicos a partir deste reconhecimento.

Visitas educativas, site e publicação

O público pode conhecer a exposição na companhia dos educadores do Itaú Cultural. Basta consultar os horários das visitas, que podem ser feitas em português, inglês, espanhol ou Libras (língua Brasileira de Sinais) no balcão de atendimento.

O instituto também preparou uma publicação sobre o grupo, assim com um calendário de 2016. Nele 12 espetáculos, identificados mês a mês, assinalam momentos importantes da trajetória do Corpo – desde a primeira produção, Maria Maria (1976), até os últimos trabalhos: Suíte Branca (2015) e Dança Sinfônica.  O programa Ocupação conta, ainda, com um site que reúne todos os artistas já homenageados. Na 27ª edição, dedicada a esses mineiros, é possível, ainda, assistir a vídeos de espetáculos, ver fotos e conferir entrevistas com a equipe em www.itaucultural.org.br, a partir do dia da abertura.

Auditório Ibirapuera

Marcando a exposição que acontece na avenida Paulista, e assinalando o término das comemorações da companhia pelos seus 40 anos de existência, o Auditório Ibirapuera recebe a trupe mineira para uma curta temporada. De 17 a 20 de dezembro (quinta-feira a sábado, às 21h, e domingo, às 19h), apresenta um espetáculo composto de duas obras: Onqotô, de 2005, e Parabelo, de 1997.

Na primeira parte da noite, será exibido Onqotô, que tem como tema central a perplexidade e a inexorável pequeneza do homem diante da vastidão do universo. Assinada por Caetano Veloso e José Miguel Wisnik, a trilha sonora tem como ponto de partida uma bem-humorada discussão sobre a paternidade do Universo. De um lado, estaria a teoria do Big-Bang, a grande explosão primordial, cuja expressão consagrada pela comunidade científica mundial parece atribuir à cultura anglo-saxônica dominante a criação do Universo. De outro, uma máxima espirituosa formulada pelo dramaturgo Nelson Rodrigues, que também fazia comentários esportivos, sobre o clássico maior do futebol carioca, segundo a qual se poderia inferir que o Cosmos teria sido concebido sob o signo da brasilidade: “O Fla-Flu começou quarenta minutos antes do nada.”

Após um intervalo de 20 minutos, os bailarinos voltam ao palco com Parabelo a mais brasileira e regional das criações de Rodrigo Pederneiras, que funde em uma só peça, brasilidade mineira, baianidade pós-moderna e poética pop-erudita-antropofágica. A inspiração sertaneja e a transpiração para lá de contemporânea da trilha composta por Tom Zé e José Miguel Wisnik permitiram ao coreógrafo dar vida àquela que ele mesmo define como a mais brasileira e regional de suas criações.

SERVIÇO

Ocupação Grupo Corpo

De 5 de dezembro, sábado, a partir das 11h, a 17 de janeiro

De terça-feira a sexta-feira das 9h às 20h, com permanência até 20h30

Sábados, domingos e feriados, das 11h às 20h
Classificação indicativa livre
Piso Paulista
Entrada franca
Acesso para deficientes físicos
Ar condicionado
Estacionamento: Entrada pela Rua Leôncio de Carvalho.
R$ 10 pelo período de 12 horas.
Se o visitante carimbar o tíquete na recepção do Itaú Cultural: 3 horas: R$ 7; 4 horas: R$ 9; 5 e 12 horas: R$ 10.
Com manobrista e seguro, gratuito para bicicletas.

PROGRAMAÇÃO PARALELA

Mesa: Jose Miguel Wisnik
Participação de Rodrigo Pederneiras.
Dia 5, sábado, às 20h
Sala Itau Cultural
Duração: 120 minutos
Capacidade: 247 lugares
Ingressos: retirados com meia hora de antecedência
Classificação Indicativa: livre
Entrada franca

Acesso para deficientes físicos
Ar condicionado
Estacionamento: Entrada pela Rua Leôncio de Carvalho.
R$ 10 pelo período de 12 horas.
Se o visitante carimbar o tíquete na recepção do Itaú Cultural: 3 horas: R$ 7; 4 horas: R$ 9; 5 e 12 horas: R$ 10.
Com manobrista e seguro, gratuito para bicicletas.
Mesa: Percursos Para A Dança Em Grupo – Vozes Dissonantes

Com Adriana Grechi, Alejandro Ahmed, Claudia Ribeiro, Paulo Pederneiras, Jailson Lima
Dia 6, domingo, às 16h
Sala Multiuso
Duração: 120 minutos
Capacidade: 130 pessoas
Ingressos: retirados com meia hora de antecedência
Classificação Indicativa: livre
Entrada franca
Acesso para deficientes físicos
Ar condicionado
Estacionamento: Entrada pela Rua Leôncio de Carvalho.
R$ 10 pelo período de 12 horas.
Se o visitante carimbar o tíquete na recepção do Itaú Cultural: 3 horas: R$ 7; 4 horas: R$ 9; 5 e 12 horas: R$ 10.
Com manobrista e seguro, gratuito para bicicletas.

Espetáculo: Para Sempre Teu
Com Qualquer um dos 2 Companhia de dança
Dia 6, domingo, às 19h
Sala Itau Cultural
Duração: 45 minutos
Capacidade: 249 pessoas
Ingressos: retirados com meia hora de antecedência
Classificação Indicativa: 12 anos
Entrada franca
Acesso para deficientes físicos
Ar condicionado
Estacionamento: Entrada pela Rua Leôncio de Carvalho.
R$ 10 pelo período de 12 horas.
Se o visitante carimbar o tíquete na recepção do Itaú Cultural: 3 horas: R$ 7; 4 horas: R$ 9; 5 e 12 horas: R$ 10.
Com manobrista e seguro, gratuito para bicicletas.

FIM DE SEMANA EM FAMÍLIA

Oficina de sensibilização e criação
Com Elizabeth Finger e Manuela Eichner
Dias 5 e 6 (sábado e domingo), às 14h
Duração: 90 minutos
Capacidade: 15 crianças
Ingressos: retirados com meia hora de antecedência
Classificação Indicativa: acima de 4 anos; crianças com menos de 4 anos podem participar acompanhadas por um adulto.
Entrada franca
Acesso para deficientes físicos
Ar condicionado
Estacionamento: Entrada pela Rua Leôncio de Carvalho.
R$ 10 pelo período de 12 horas.
Se o visitante carimbar o tíquete na recepção do Itaú Cultural: 3 horas: R$ 7; 4 horas: R$ 9; 5 e 12 horas: R$ 10.
Com manobrista e seguro, gratuito para bicicletas.
Itaú Cultural

Avenida Paulista, 149, Estação Brigadeiro do Metrô

Fones: 11. 2168-1776/1777
http://www.itaucultural.org.br
http://www.twitter.com/itaucultural
http://www.facebook.com/itaucultural
http://www.youtube.com/itaucultural
http://www.flickr.com/itaucultural

 

NO AUDITÓRIO IBIRAPUERA

Grupo Corpo
com Onqotô e Parabelo

De 17 a 20 (quinta-feira a sábado, às 21h, e domingo, às 19h)
Duração: 105 min (aproximadamente – com 20 minutos de intervalo)
Ingressos: R$20 e R$10 (meia-entrada)
Classificação indicativa: 12 anos
Informações: www.auditorioibirapuera.com.br
tel: 3629-1075 ou info@auditorioibirapuera.com.br
Auditório Ibirapuera – Oscar Niemeyer
Capacidade: 15 mil pessoas
Av. Pedro Alvares Cabral, s/n – Portão 2 do Parque do Ibirapuera
(Entrada para carros pelo Portão 3)
Fone: 11.3629-1075

info@auditorioibirapuera.com.br
http://www.auditorioibirapuera.com.br/

Ar-condicionado. Acesso a deficientes. Proibido fumar no local.
Estacionamento do Parque Ibirapuera, sistema Zona Azul – R$ 5 por duas
horas. Dias úteis das 10h às 20h, sábados, domingos e feriados das 8h às 18h
Ônibus:
Linha 5154 – Terminal Sto Amaro / Estação da Luz
Linha 5630 – Terminal Grajaú / Metrô Bras
Linha 675N – Metrô Ana Rosa / Terminal Sto. Amaro
Linha 677A – Metrô Ana Rosa / Jardim Ângela
Linha 775C/10 – Jardim Maria Sampaio / Metrô Santa Cruz
Linha 775A/10 – Jd. Adalgiza / Metrô Vila Mariana

O Auditório Ibirapuera não possui estacionamento ou sistema de valet. O estacionamento do Parque Ibirapuera é Zona Azul e tem vagas limitadas. Sugerimos que venha de táxi ou transporte público
Assessoria de Imprensa:
Conteúdo Comunicação
Fone: 11.5056-9800
Carina Bordalo: carina.bordalo@conteudonet.com
Cristina R. Durán: cristina.duran@conteudonet.com
Karina Betencourt: karina.betencourt@conteudonet.com
Roberta Montanari: roberta.montanari@conteudonet.com

No Itaú Cultural:
Fone: 11.2168-1950
Larissa Correa:  larissa.correa@mailer.com.br

No Auditório Ibirapuera

Fone 11.3629-1017
Giovanna Leopoldi: imprensa@auditorioibirapuera.com.br
Fone: 5056-9813
Isadora Bertolini: Isadora.bertolini@conteudonet.com
http://www.conteudocomunicacao.com.br
http://www.twitter.com/agenciaconteudo
http://www.facebook.com/agenciaconteudo

O Grupo Corpo tem como patrocinadores Petrobras, Cemig e Itaú Unibanco, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s