Coluna 53: A primeira pedra de Pedro, por Lucimar Mutarelli

 

0847a627-a9fb-400a-bc1e-354ad13507a6

Pedro pedra primeira
Primeira pedra fundamental
Pedro e o mar

Lua lá no céu
Queijo
Pão de mel

Perguntei pro céu
Perguntei pro mar

Adivinha onde o Pedrinho vai estudar?
Capistrano!!!

Olha, a música que cantei na minha formatura!!!
Laís tira o caderno da minha mão e desenha o sol amarelo e o castelo

Que descolorirá

Você faz as suas fotos e o fotógrafo faz as dele

Que descolorirá ¨

Por que os ossos doem enquanto a gente dorme?
Por que os dentes caem?
Por onde os filhos saem?
Por que o fogo queima?
Por que a lua é branca?
Por que a terra roda?
Por que deitar agora?
Quem é Jesus Cristo?
Onde estão meus primos?

Jessica cochicha com Pedro
Tocou na minha formatura essa música
Eu sei
Você ouviu eu falando pra ele?
Não ouvi mas eu sei. Tocou na minha também
Tem coisas que a gente não precisa ouvir
Nem escrever

Há um menino
Há um moleque
Morando sempre no meu coração
Toda vez que o adulto balança
Ele vem pra me dar a mão

Há um passado no meu presente
Um sol bem quente lá no meu quintal
Toda vez que a bruxa me assombra
O menino me dá a mão

E me fala de coisas bonitas
Que eu acredito
Que não deixarão de existir
Amizade, palavra, respeito
Caráter, bondade, alegria e amor
Bola de meia, bola de gude
O solidário não quer solidão

Olha o Guilherme
Quem é Guilherme?
O amiguinho do Pedro
Quando ele entrou na escola, eles só brigavam e agora são melhores amigos
Guilherme é o menino sentado ao lado do Pedro – anoto no caderno

Por que as cobras matam?
Por que o vidro embaça?
Por que você se pinta?
Por que o tempo passa?
Por que que a gente espirra?
Por que as unhas crescem?
Por que o sangue corre?
Por que que a gente morre?
Do que é feita a nuvem?
Do que é feita a neve?
Como é que se escreve
Re…véi…llon

A escola Dalmo Amaral Machado está linda e decorada com anjos e estrelas
Pedro Ribeiro de Aguiar acompanhado de perto pelo irmão Martim, que começa com mar e tem nome de passarinho (e é parecido com passarinho)
Dona Neusa e a Tia Nivia
Eu pensei que era de Abreu
Abreu é o Rafa
Ato falho
Pai é quem cria
A genética não pode ser esquecida. Tem coisas que a gente transmite pelo sangue e na frente da escola, um trem simboliza o DNA correndo dentro da gente
Trem da alegria ou da tristeza?
Carregando as pessoas e as informações que realmente importam
O Pedrinho é igualzinho a mim. Ele também não gosta de tirar fotos
Você não gosta de tirar foto?
Não. Não gosto de sair na foto
Eu gosto de sair na foto mas gosto mais de tirar a foto. De preferência, espontânea e aquelas para postar no instaran
Viu a foto da Liu hoje?
Hoje, não. Parei de entrar todo dia. Estou muito viciada. Passo o dia no celular, no insta, no whats ou no face
Agora você não está no celular
Acabou a bateria. Deixei carregando na sua casa
Aquela casa é nossa, tia
Nossa casa é onde a gente está e com quem a gente ama
Tia, você pode dormir aqui hoje?
Não, hoje eu não posso porque já dormi fora essa noite
Onde, danadinha?
Com a Lara – carinhas amarelas que choram de rir – estou com saudades do Tio e do Chico
O Chico nem está lá
Não está hoje. Uma hora ele volta e quero estar lá quando ele chegar. Preciso lavar a roupa, fazer marmita
O tio faz
O tio está trabalhando e preciso ajudar ele também
Vocês não existem. São meu casal preferido. Um modelo. Quero que vocês sejam meus padrinhos
Você fala isso porque eu só posto as pingas que a gente toma
Mentira, tia. Você posta os tombos também
Ninguém acredita!!!!!!!!!!!!
Porque você fala que é tudo mentira. Sinal de que você mente bem
Agora chega, tia. Vem brincar com a gente
Rio de mãos dadas com minha primeira sobrinha geminiana. Aquela do primeiro encontro em 24 de agosto de 1991
Tenho que ir pra casa. A minha mãe está viajando e pediu pra eu cuidar da Lala e da Jessica

Senta aqui
Imagina! Você chegou primeiro
Não, eu cheguei depois de você. A gente nem se conhecia
Quantos anos você tem?
52
Então, eu tenho 46. Você chegou primeiro
Obrigada
É um prazer!!! Laís, senta aqui no chão com a Tia Cimar. Quer desenhar mais?
Menina dos cachinhos morenos balança a cabeça, negando
Quer escrever?
Eu não sei escrever
Por enquanto. Se continuar na escola, vai aprender
Igual a você?
Não. Melhor!!!
Eu roubei o seu lugar. Você não vai aguentar. Formatura é muito chato. Vai durar umas três horas
Só vou ver a minha irmã entrar e depois vou brincar lá fora
Como é o seu nome?
Ryan
Gosling?
O quê?
Nada. É só uma piada interna para a Adriana
A Adriana da Marina?
Não. A minha irmã
Qual delas?
A dos brigadeiros. E a sua irmã, como ela chama?
Raissa
O que quer dizer?
Não sei
Ryan é “filho do pequeno rei” e Raissa pode ser relaxada ou rosa. Tranquila, líder ou chefe
Como você sabe tudo isso?
Eu não sei. Olhei no Google
A minha irmã veio de rosa e ela gosta de mandar em mim
Viu? Tá tudo no nome. Por isso que o título é muito importante
Ou no sangue
O que você quer ser quando crescer?
Veterinário
Que profissão linda. Por quê?
Ryan me abandona e vai correr lá fora
Giovanna se aproxima
Eu também quero ser veterinária
Ela adora bicho – a vó sorri – só não gosta de gatos
Que pena…eu tenho quatro gatas
É porque ela aperta o gato e o gato arranha ela
É a defesa do bicho
Como é o nome do seu gato?
Alecrim
Que nome lindo. Quer dizer Alegria
Eu sei. Por isso que o Pedro queria vir de preto. Ele falou que era a cor do Alecrim
Não sei a quem esse menino puxou – uma Lua e uma Estrela sorrindo de mãos dadas num céu com diamantes
Martim corre e bate palmas
Não entende nada do que está acontecendo
Ele quer é se divertir
E quem não quer?
Levanta para cantar o hino
Eu não vou levantar porque estou cansada
É falta de respeito
Falta de respeito é desse menino que não levanta pra mim sentar
Ele chegou antes, tia. E não é pra mim sentar. É pra eu sentar
Quem é mais velha?
Você
Quem chegou primeiro?
Ele
Então tá certo. Ele tem que ficar sentado
Chega a outra vó. Pontual. Exatamente no começo da apresentação
Senta aqui, Lalinha
Aqui é muito atrás. Não dá pra ver direito
Quem quer sentar na frente precisa chegar cedo
Jessica, olha o lacinho vermelho. Dá pra professora entregar pra ele, por favor
Ele não vai querer
Ele está na escola. Aqui, quem manda é a professora
Paro de escrever e olho pra frente
Pedro está sorrindo e cantando com a fita vermelha no lado esquerdo do peito
Lembro da minha primeira formatura
Acho que foi a primeira vez que ganhei flores
Quem deu?
Tia Lusia
Mentira
A Zil me deu uma rosa vermelha
Foi você, tia!
Eu o quê?
Você que levou flores para as suas amigas no dia dos namorados em 1984
Sério?
É. Você falou que nos Estados Unidos, Dia dos Namorados era Dia dos Amigos, também
Não fui eu que falei. Foi a Roberta
Qual delas?
A Roberta, irmã da Leandra, filha da Teacher Valdirene
Caramba. Que memória…
Não é minha. Foi a Simone e a Rosaninha que lembraram
Eu não gosto de vermelho!!! Eu queria o verde!!!
Vermelho é bom porque tira o mau olhado

Olha como é colorido o mundo da criança
Se faz tanta coisa bonita com papel machê
Com massinha faz boneco pra brincar de amigo
No sonho de qualquer criança tudo pode ser

Essa música eu não conheço
É da Aline Barros – Ryan voltou e me ensina uma das lições do dia. Impossível sair de uma escola e não aprender nada
O nome dele era pra ser Martim Azul Marinho. O cartório não deixou
Que pena, Liu. Escreve assim mesmo. Não liga para o cartório. Não importa a certidão. O que vale é como a gente chama a criança. A primeira vez que eu saí de casa, fui morar na Santa Cecília. Sabe qual era o nome da rua?
Martim Francisco!!!
Você lembra???
É claro! Eu escrevia pra você quase toda semana
Você guardou as cartas?
Não. Na última mudança, a minha mãe jogou tudo fora…
E como você lembra?
Lembro porque tem coisas que a gente não pode esquecer nunca
Que lindo isso
Foi você que me ensinou, tia
Sabia que a Laura se formou aqui?
Não, não sabia. E cadê ela?
Foi trabalhar. Ano que vem é a Laís que vai estudar aqui
Caramba…essa história não acaba nunca…
Acaba quando você parar de escrever
Fim

Começa a festa da primeira formatura do Pedro

Uma folha de papel
Um lápis para rabiscar
Eu vou fazer um desenho
Tão bonito vai ficar
O retrato de alguém é o que eu vou fazer
Vai se parecer comigo
Ou quem sabe com você
Primeiro eu desenho os olhos
Depois eu faço o nariz
Na boca ponha um sorriso
Pro rosto ficar bem feliz

Alguém prá ser feliz assim
Precisa ter uma razão
Só pode ser alguém
Que tem o amor de Deus no coração

Tia, por favor, não coloca essa música. Eu não acredito em Deus e odeio essa cantora
Não tem problema. Eu também não acredito e não gostei da voz dela mas presta atenção na letra. Troca a palavra Deus por Amor, Alegria, Esperança, União, qualquer uma que você goste mais
Pedro canta e dança olhando para a Professora Rosalina e para a mãe babona que disse que não ligava para essas coisas

Na boca ponha um sorriso
Pro rosto ficar bem feliz

Tem dois Guilhermes na sala dele
Tá protegido em dobro
Guilherme de Souza!!!!!!!!!!
É o amigão dele. Quando eu falo no Guilherme, ele se anima pra vir
Animar é dar vida. Precisa falar sempre do Guilherme – carinha amarela com óculos escuros cantando Raul
A Laura que fez o juramento na formatura dela. Ela já sabia ler
A Laura é muito inteligente. Adoro tudo que ela escreve
Aviso final da Dona Diretora:
Segunda, dia 14, ninguém pode faltar. Nossa escola vai receber uma visita muito importante
Papai Noel!!!!!!!!!!!!!!!!!!
As crianças gritam. Mais uma lição que a gente aprende na escola: não importa se 2015 foi bonzinho ou malvadinho com você. No final, o Papai Noel sempre vem
E, no final, a família do Guilherme de Souza se une a nossa para fazer uma foto
Aqui é da Prefeitura ou do Estado?
Prefeitura de São Paulo – sorri a Professora Gislene
É tão professora que tem até giz no nome
Ela sorri mais ainda
Pede para que eu volte e conheça a Coordenadora Rosana
É muito linda a escola. Estávamos elogiando
Obrigada. A gente faz tudo com muito carinho
Ficou tudo lindo. A decoração, a festa, a árvore de Natal
Foi nossa equipe de professores que fez tudo
Eu sei
Vamos, Cimar? Hoje é aniversário da Neusa. Vamos tomar um café lá em casa com um bolinho!!!
Hoje? Dia 10?
É
E o da Lala foi dia 05
Caramba
Que coincidência incrível. O Pedro tem duas avós sagitarianas
E isso é bom?
Puxa…não sei nada sobre sagitarianos
Olha no Google, tia!!!

amigo é coisa pra se guardar dentro do coração
quem cantava chorou ao ver o amigo partir
quem ficou, no pensamento voou com seu canto que o outro lembrou
e quem voou no pensamento ficou com a lembrança que o outro cantou

amigo é coisa para se guardar no lado esquerdo do peito, mesmo que o tempo e a distância, digam não, mesmo esquecendo a canção
o que importa é ouvir a voz que vem do coração
seja o que vier
venha o que vier
qualquer dia amigo eu volto a te encontrar

olho pra trás e penso ter ouvido a voz do meu irmão Guilherme. Não foi fora, foi dentro
– no seu coração?
– não, na minha cabeça
– quem ouve vozes é esquizofrênico
– essa piada é do Tio Lourenço
– você teve uma ideia, só isso. Você não ouviu nada e para porque a mãe não gostava dessas coisas
– não gostava, é? um dia eu te conto umas histórias
– conta agora
– não. Outro dia

e você vai ser muito feliz
é só na vida acreditar

lucimar-mutarellinovo

Músicas
Michael Sullivan e Paulo Massada
Adriana Calcanhoto
Toquinho
Milton Nascimento e Fernando Brant

3 comentários sobre “Coluna 53: A primeira pedra de Pedro, por Lucimar Mutarelli

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s