Aline Bei: Sufoco

no parto

depois dos longos meses gorda engordando o peito, o leite, as coxas e o sexo ficou esquisito

eu imaginava o pinto na cabeça do bebê e me dava vontade de chorar.

Parávamos,

fomos parando até que

desistimos.

agora vai demorar uns três anos pra gente transar em paz de novo mas acontece de se desapaixonar no meio disso uma vizinha

Simpática,

no meio disso a professora da academia, no meio disso

seu sucesso profissional, viagens,

cidades com mulheres bonitas de um jeito que você nunca viu. pra mim

Não,

estarei ocupada cuidando da criança que fizemos juntos, 1 criança

que cresce e pode morrer antes de mim, pode morrer depois. pode ser um monstro

deformado por dentro ou por fora, vou cuidar de todo jeito daquele amontoado de pele que olhando de longe dá um ser

humano que não pediu pra nascer e reparando assim de lado

não é que o danado parece um pouco comigo?

Logo

ele virará a língua que fala e pegará uma gripe daquelas que eu também vou pegar. depois ele vai querer roupa, refrigerante, amiguinhos em casa e eu

Morta

com a teta rachada que nunca mais viu outra boca se não

A do bebê.

um dia amamentando

o bico sentirá tesão.

a mãe discreta

colocará a mão no ventre e

gozará rápida

com a palma toda: o bebê de sono no rosto nunca saberá o que fez.

 

– não quero ser mãe.

 

te respondi pensando em tudo isso depois que você me perguntou daqui uns anos quais são meus planos.

nos seus olhos eu vi a Grávida dormindo

de lado na cama esquecida, o marido duro vivendo normalmente seus anseios de pica.

 

– Não,

não quero.

 

Daqui uns anos talvez você mude de ideia, te ouvi dizer.

mas no Talvez é tanta coisa que cabe,

se vamos brincar de E Se

talvez eu morra antes

talvez você

talvez eu ganhe um cachorro e me ocupe, talvez eu fique famosa e não tenha tempo porque o tempo passa biologicamente pro útero ou talvez

eu decida

que prefiro mulheres no amor e adote uma criança feita por 2 pessoas que não aguentaram o Tranco e

desistiram. há também a possibilidade

de eu não mudar de opinião.

alinebei

2 comentários sobre “Aline Bei: Sufoco

  1. Pingback: Política contraditória

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s