POEMA LIVRE: vai passar, por Waltz Tadini

 

vai passar

somem na fumaça
os dizeres que queimo pra sempre
não são nem palavras nem memórias
são os estilhaços
por vezes nocivos como lâminas
eles repartem o passado do futuro
me dão a chance de nascer outro filho
sem pais e sem chance
apesar de obter sempre uma última
eu repito à memória o avesso
precedo a mudança
estranho sentir-me mal

os heterônimos disfarçam o sinal de fumaça
querem voltar para casa
eu nunca deveria tê-los tirado pra passear

waltz tadini

Um comentário sobre “POEMA LIVRE: vai passar, por Waltz Tadini

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s