“O Corpo como Território” é o tema da próxima edição do Brechas Urbanas realizado no Itaú Cultural

espaço para descobrir e contemplar a cidade; o bate-papo é com os artistas Clara Domingas e Del Chaves, além dos poetas Mel Duarte, Mariana Felix, Luz Ribeiro, Amora Silvestre, Emerson Alcalde e Banks Back Spin, que integram o Slam da Resistência  e interpretam poesias faladas no encontro

 

 itau-cultural-d_2b988b3e

No dia 22 de junho, às 20h, o Itaú Cultural realiza a quinta edição do Brechas Urbanas – séries de encontros mensais sobre arte na cidade. A bailarina e artista visual baiana, Clara Domingas, e o grafiteiro, poeta e ativista Del Chaves conversam com o público sobre questões ligadas ao tema O Corpo como Território. O encontro também conta com uma batalha de poesia com Mel Duarte, Mariana Felix, Luz Ribeiro, Emerson Alcalde, Banks Back Spin e Monique Martins, mais conhecida como Amora Silvestre. A jornalista Natália Garcia – criadora do projeto Cidades para Pessoas, parceiro do instituto nessa série de debates – é a mediadora do bate-papo, que terá interpretação em Libras (Língua Brasileira de Sinais) e transmissão ao vivo pelo site do instituto (www.itaucultural.org.br).

Como usar o próprio corpo para resistir a uma existência urbana cristalizada? Como esse corpo pode se deslocar e se expressar no espaço urbano? Essas são algumas das indagações que movem a conversa. “Território é um conceito que abarca um conjunto de experiências vividas em um espaço”, comenta Natália. “Cidades têm territórios festivos, apressados, congestionados, verdes, públicos, afetivos, prioritários, corporativos. Cada pessoa transita por um determinado conjunto de territórios ao longo do seu dia em uma cidade”, diz. “O único território comum a todos os lugares urbanos pelos quais se circula é o próprio corpo.”

Clara Domingas compõe sua obra a partir do contato com a rua e o trânsito em diferentes cidades do mundo. Del Chaves, por sua vez, criou em 2014 o Slam Resistência, competição de poesia falada que acontece regularmente no centro de São Paulo e traz à tona diversos temas, principalmente os relacionados ao espaço urbano e às lutas sociais.

Brechas Urbanas tem a proposta de reunir representantes das diversas artes para fazer uma reflexão atual e propositiva sobre a vida na cidade. Além da transmissão ao vivo do programa, também com interpretação em Libras, o Itaú Cultural disponibiliza todos os encontros já realizados em seu CANAL – área do site do instituto voltada para conteúdos audiovisuais e multiplataformas (http://www.itaucultural.org.br/explore/canal).

Sobre o Brechas Urbanas

Realizado em parceria pelo Itaú Cultural e o Cidades para Pessoas, o Brechas Urbanas foi criado a partir da aposta do instituto de que é cada vez mais urgente repensar a vida nas cidades, tendo a arte como elemento transformador potente nesta reflexão. “Essa pesquisa proporcionada pelos encontros nos move a propor inovações no mundo contemporâneo”, acredita Ana de Fátima Sousa, gerente do Núcleo de Comunicação do Itaú Cultural, que também assina a curadoria da programação.

Para Natália Garcia, do Cidades para Pessoas, que interpreta e experimenta ideias para cidades mais humanas, a ideia é fazer dos encontros um espaço para debater o que está por ser inventado e por ser criado dentro das ações na cidade. “Por isso convidamos artistas que estão envolvidos com essas criações e com essas ações na prática, fora da academia”, explica.

 

SERVIÇO:

Brechas Urbanas – Corpo como Território

Dia 22 de junho

Às 20h

Duração: 90 minutos

Sala Itaú Cultural

240 lugares

Entrada gratuita

Distribuição de ingressos:

Duas horas de antecedência para o público preferencial é uma hora antes do espetáculo para o não preferencial

Transmissão ao vivo (também com interpretação em Libras): www.itaucultural.org.br

Interpretação em Libras

Itaú Cultural

Avenida Paulista, 149, Estação Brigadeiro do Metrô

Fones: 11. 2168-1776/1777

Acesso para pessoas com deficiência física

Ar condicionado

Estacionamento: Entrada pela Rua Leôncio de Carvalho.

R$ 15 pelo período de 12 horas.

Se o visitante carimbar o tíquete na recepção do Itaú Cultural:

3 horas: R$ 7; 4 horas: R$ 9; 5 a 12 horas: R$ 10

Com manobrista e seguro, gratuito para bicicletas.

www.itaucultural.org.br

www.twitter.com/itaucultural

www.facebook.com/itaucultural

www.youtube.com/itaucultural

www.flickr.com/itaucultural

Assessoria de Imprensa:  Conteúdo Comunicação

Fone: 11.5056-9800

Carina Bordalo: carina.bordalo@conteudonet.com

Cristina R. Durán: cristina.duran@conteudonet.com

Karina Betencourt: karina.betencourt@conteudonet.com

Roberta Montanari: roberta.montanari@conteudonet.com

No Itaú Cultural:

Fone: 11.2168-1950

Larissa Correa:  larissa.correa@mailer.com.br

www.conteudocomunicacao.com.br

www.twitter.com/agenciaconteudo

www.facebook.com/agenciaconteudo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s