POEMA LIVRE: Em outra face, por Nayara Fernandes

Em outra face

eu em uma
uma em outras
tantas, quantas (?)
pinto e bordo

teço encanto
canto verdade
conto estória
(enganando a minha própria)

do outro rasgo sorriso
em mim costuro piada
pirraço com a vida
tenho alma de palhaço

me finjo criança
de boba não tenho nada
de menina me visto
vestido de chita com saia rodada

mulher noutra face (?)
psiu! – disfarce

sou malandra
sou moleca
sou boneca
traquinas afinada

ponto seguido de vírgula
interrogação contínua
pássara-dançarina
mulher com ar de menina,
palhaça bailarina (?)

no palco da vida
distraindo os dias
vou traindo minha sina
colorindo minha alma.

Nayara Fernandes

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s