POEMA LIVRE: ‘A Saudade Torna Heráclito Estúpido’, de André Oviedo

A SAUDADE TORNA HERÁCLITO ESTÚPIDO

o que não damos
agora
pelo antes?

repetidamente damos
tudo o que temos
pelo que dorme
distante.

essa vontade de voltar
como quem acabou
de sair e espera
encontrar a porta
entreaberta ainda.

esse desejo de trocar
inclusive as possibilidades
que nos fitam à frente
pela certeza já finda.

esse ímpeto de mergulhar
com as roupas de antes
com o calor de antes
no rio de antes
que embora se mova
ainda nos convida
com a mesma fúria.

o que não damos
agora
pelo que já passou
da hora?

andré oviedo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s