Sergio Machado, presidente do Grupo Editorial Record, morre aos 68 anos

É com profundo pesar que o Grupo Editorial Record comunica o falecimento de seu presidente, Sergio Machado.

Sergio nasceu em 1948, quando a editora Record, fundada pelo seu pai, Alfredo Machado, e seu tio, Décio Abreu, como distribuidora de serviços de imprensa, já contava 6 anos. Aos 24 anos, recebeu o chamado de Alfredo para se integrar à empresa. Economista, Sergio trabalhava então na Vale do Rio Doce, em Vitória.

Com a morte de Alfredo, em 1991, e já desde a década de 1970 sem a presença do tio na sociedade, Sergio assumiu a Record e reposicionou a empresa no mercado, comprando editoras e criando selos para diversificar o catálogo, que atualmente tem cerca de 8 mil títulos. Além da própria Record e os seus selos Galera e Galerinha, o Grupo mantém ainda Bertrand Brasil e o selo Difel; as editoras José Olympio, Civilização Brasileira, Paz e Terra, Verus, BestSeller (e o selo Best Business), as Edições BestBolso, Rosa dos Tempos, Nova Era e Viva Livros.

Sergio faleceu de complicações decorrentes de uma cirurgia feita em novembro de 2015, no Rio. Ele deixa a mulher, Maria do Carmo, três filhas e três netos. Duas das filhas, Roberta Machado e Rafaella Machado, são diretora comercial e editora do selo Galera Record, respectivamente. Sônia Machado Jardim, sua irmã e sócia, assume a presidência do Grupo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s