POEMA LIVRE: ‘amor planeta piração’, de Regina Azevedo

amor planeta piração

olho pra você e penso em água corrente
penso em piano
penso que seu sorriso se abre
como um guarda-chuva estampado
penso que deitar com você no chão
se assemelha a deitar numa nuvem
penso em suor, penso em música
penso se você respira
penso no seu cabelo rosa
penso em coisas que se guardam no bolso
penso na estratégia da surpresa
penso em você de bermuda e batom
penso na matéria se dissipando
na intimidade crescendo silenciosa
no espaço entre nossas almas

penso que não precisamos dar nome
ao que sentimos
ao que não sabemos

você olha pra mim e pensa
em girassois e em amarelo
você pensa em pescoço
você pensa em fogo
você pensa em palavra
você pensa estou tão chapado que estou delirando
você pensa eu te reconheço de olho fechado
você pensa na palavra coragem
tatuada debaixo do peito
você pensa em rock
você pensa que pareço uma francesinha
você pensa que pode confiar
na força da dor
e no nosso cheiro
único
misturado e inabalável

o que você não sabe
é que te amo também quando você está longe
e quando você ama
e quando você pensa
e te amo enquanto você dorme

e penso no quanto é impossível calcular
o quanto nós somos bonitos
pensando no amor
e acreditando
de vez em quando
enquanto a gente dança
enquanto a gente chora
e enquanto a gente tenta
atravessar o limite da pele

e dizer amor
como quem diz festa

regina azevedo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s