Olhares da Gestão Cultural será em São Carlos

oc_cma_bannersite_menor_seminarioolharesdagestao

Dirigentes, produtores e gestores culturais, artistas, estudantes e profissionais da área audiovisual de São Carlos e região não podem perder, no dia 30 de agosto, das 8h30 às 18h, o seminário “Olhares da Gestão Cultural”. A promoção é da Oficina Cultural Sérgio Buarque de Holanda. O evento pretende fazer uma série de diálogos com pensadores, gestores e pesquisadores ligados ao tema, para discutir sobre as questões que envolvem a articulação e gestão nessa área, e de propiciar o compartilhamento de experiências bem-sucedidas.

Nesta edição, João Manoel da Costa Neto, assessor parlamentar, falará sobre os programas do Governo do Estado para a Cultura. A implantação do Sistema Municipal de Cultura será o tema da palestra de Bárbara Rodarte, mestranda em Estudos Culturais pela EACH-USP. Layo Barros, especialista em regulação da atividade cinematográfica e audiovisual e chefe do Escritório da ANCINE em São Paulo, falará sobre políticas para o desenvolvimento do Audiovisual. A implantação da SPCine será tratado por Renato Nery, diretor Executivo de Inovação, Criatividade e Acesso da SPCine. Ao final, haverá sessão comentada de A Moça que dançou com o diabo, com o diretor João Paulo Miranda. O curta-metragem premiado em Cannes, foi filmado em Rio Claro, com baixo orçamento.

O seminário é realizado pelas Oficinas Culturais em parceria com a UFSCar e com o apoio SENAC São Carlos. As inscrições terminam no próximo dia 26 e serão oferecidas 100 vagas.

Serviço
Seminário Olhares da Gestão Cultural
30/8 – terça-feira – 8h30 às 18h
Inscrições: 12 a 26/8
Seleção: primeiros inscritos
100 vagas
Para se inscrever, acesse https://goo.gl/forms/yp0xFFurVThiDWHM2
Local: Auditório do Senac: Rua Episcopal, 700 – Centro – São Carlos


Programação

8h30 – Credenciamento

9h às 12h
Mesa 1Políticas Culturais – Programas do Governo do Estado para a Cultura

O palestrante abordará a gestão, os projetos e os programas desenvolvidos pela Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo. 

João Manoel da Costa Neto é Assessor Parlamentar na Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo. Advogado, formou-se em Direito pela Universidade Municipal de São Caetano do Sul e fez pós-graduação em Direito Municipal e Políticas Públicas pela Faculdade de Direito de São Bernardo do Campo.

Implantação do Sistema Municipal de Cultura

A pesquisadora abordará o Sistema Municipal de Cultura como um todo, fornecendo informações conceituais, informações práticas para a implantação do Sistema e exemplos de cidades que já realizaram o processo.

Bárbara Rodarte é mestranda em Estudos Culturais pela EACH-USP, especialista em Gestão de Projetos Culturais e Organização de Eventos pelo CELACC-USP e tem MBA em Bens Culturais pela Fundação Getúlio Vargas. Trabalhou quatro anos na Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo, coordenando diversos editais e programas, como a Rede de Pontos de Cultura e o programa Pontos MIS. Atualmente, presta consultoria a seis municípios do interior para a implantação do Sistema Municipal de Cultura.

Mediador: Prof. Arthur Autran, Doutor em Multimeios pela Unicamp, mestre em Ciências da Comunicação e bacharel em Comunicação Social pela USP, é Professor Associado no Departamento de Artes e Comunicação da UFSCar, atuando no Bacharelado em Imagem e Som, no Programa de Pós-Graduação em Imagem e Som e no Programa de Pós-Graduação em Ciência, Tecnologia e Sociedade.

14h às 17h
Mesa 2: Políticas para o Audiovisual

Políticas para o desenvolvimento do Audiovisual

O palestrante falará sobre o panorama da gestão cultural na área audiovisual na perspectiva da ANCINE, debatendo principalmente o Fundo Setorial do Audiovisual.

Layo Barros é especialista em regulação da atividade cinematográfica e audiovisual e chefe do Escritório Regional da Agência Nacional de Cinema – ANCINE em São Paulo.

Implantação da SPCine

O profissional falará sobre a implantação e atuação da Empresa de Cinema e Audiovisual de São Paulo – SPCine, empresa pública voltada para o desenvolvimento, financiamento e implementação de programas e políticas para o setor audiovisual na Capital paulista.

Renato Nery é Diretor Executivo de Inovação, Criatividade e Acesso da SPCine. Graduado em Comunicação Social pela PUC-SP, desde 2003 atua no audiovisual colaborando com diversas políticas públicas para o setor, como DOCTV, ANIMATV e TELEFILMES. Na TV Cultura criou a plataforma de desenvolvimento de projetos LUMLAB e implantou a Coordenação de Co-produção e Políticas Públicas, até assumir em 2013 o fomento ao cinema da Secretaria Municipal de Cultura, onde desenvolveu, entre outros projetos, a implantação da SpCine.

Mediadora: Alessandra Meleiro é mestre em Multimeios pela Unicamp, doutora pela Escola de Comunicação e Artes da USP e pós-doutora em Media and Film Studies pela University of London. Pesquisadora associada do Cebrap, é professora adjunta de Imagem e Som da UFSCar. Autora do livro “O Novo Cinema Iraniano: uma opção pela intervenção social” e organizadora das coleções “Cinema no Mundo: indústria, política e mercado” e “A Indústria Cinematográfica e Audiovisual Brasileira”. É presidente do Instituto Iniciativa Cultural e membro do Trade and Development Board da United Nations Conference on Trade and Development – UNCTAD.

17h às 18h

Encerramento: exibição do Curta “A Moça que dançou com o Diabo” e bate-papo com o diretor João Paulo Miranda
Sessão comentada do filme de João Paulo Miranda, “A Moça que dançou com o diabo”, curta-metragem nacional rodado em Rio Claro, exibido e premiado em Cannes, cuja produção foi possível com baixíssimo orçamento.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s