Jaú abre dia 6 o 5º Hilda – Festival Literário que homenageia Hilda Hilst

Ignácio de Loyola Brandão e Lucius de Mello vão marcar presença no evento, que terá saraus, debates e feira de livros. 

14232586_10205357296650782_3440957371143645358_n

Um dos maiores nomes da literatura brasileira, Ignácio de Loyola Brandão, vai participar do 5º Hilda – Festival Literário de Jahu, que ocorre entre 6 e 30 de setembro, com diversificada programação em vários pontos da cidade de Jaú, interior paulista. O festival tem esse nome em homenagem à escritora Hilda Hilst, nascida naquele município. Os escritores Lucius de Melo, Plínio Camillo e Jorge Ialanji Filholini também estão com presenças confirmadas.

Promovido pelas secretarias de Cultura e Turismo e Educação da Prefeitura de Jaú, o Hilda pretende valorizar a literatura contemporânea e estimular a leitura e a criação literária na região. Haverá saraus literários, contações de histórias, debate entre autores de Jaú e São Carlos sobre o mercado editorial no interior, feira de livros, apresentações teatrais, musicais e concurso de crônicas, contos e poesias (Veja a grade).

Plínio Camillo

Plínio Camillo

Segundo o secretário de Cultura e Turismo de Jaú, André Galvão de França, o festival chega ao seu quinto ano buscando consolidar um eixo que possibilite ações de fomento, criação, discussão e organização do incentivo à leitura na cidade. “Pretendemos dar visibilidade à produção literária local e propiciar o estímulo à criação com a presença de autores já consagrados e de estreantes.”

A programação será aberta no dia 6, com o lançamento do livro Trilhos (11 Letras, R$ 30,00), do poeta José Thomaz de Araújo Filho, às 20h, no Espaço União Livraria & Café. Nos dias subseqüentes, na ação intitulada Fome de Livros, uma geladeira cheia de livros será levada a vários pontos estratégicos da cidade. Os títulos serão disponibilizados gratuitamente aos leitores.

No dia 10, as atividades prosseguem pela manhã, a partir das 10h, com Saraus da Hilda, no Mercado Municipal. Às 14 horas, no Museu Municipal, haverá o workshop de contos curtos Palavras em Construção, com o autor Plínio Camillo, de São Paulo, que lançou recentemente seu terceiro livro, Outras Vozes – contos sobre o negro escravizado no Brasil (11 Editora).

Um Sarau no Museu Municipal dia 11, às 14h, reúne Paulo Pin, Joz Zugliani, poetas, escritores, oficinas e peças teatrais.

O escritor Ignácio de Loyola Brandão fará sua participação no 5º Hilda no dia 12, às 19h, na sede de campo do Jahu Clube, com palestra e noite de autógrafos de seu livro Os olhos cegos dos cavalos loucos (editora Moderna). O romancista foi o vencedor, em 2016, do prêmio Machado de Assis, outorgado pela Academia Brasileira de Letras a um escritor pelo conjunto da obra.

Ignácio de Loyola Brandão

Ignácio de Loyola Brandão

Na sexta, 19h, dia 16, um café literário reúne a vanguarda de poetas da cidade de São Carlos – Matheus Torres e Poeta em Queda –  e escritores de Jaú para um debate sobre a cena literária do interior. Às 21h, Jorge Ialanji Filholini, curador do Festival literário de São Carlos Gaveta Livre, lança seu primeiro livro  “Somos mais limpos pela manhã”, no bar Villa Jahu. Matheus Torres é poeta e mestrando em Estudos de Literatura pela Universidade Federal de São Carlos. Em 2015, lançou sua primeira coleção de poemas, Arquitetura do Cais, publicado em ebook gratuito pelo Selo LOID. Integra o grupo de escrita literária A Velha dos Bálcãs e prepara o segundo livro, arco-íris noir. Poeta em Queda é o nome artístico de Pedro Alberto, criador dos Encontros Poéticos em Sorocaba e autor do livro Fogos, Mares e Marias, lançado de modo independente em 2015. Atualmente é membro do grupo de pesquisa COMUNICA – Inscrições Linguísticas na Comunicação e finaliza Naufragar Jamais, seu segundo livro

No sábado, às 20h,dia 17, o escritor Lucius de Mello participa, na sede social do Jahu Clube, de bate-papo e sessão de autógrafos de seu livro Eny e o Grande Bordel Brasileiro, reeditado e relançado no ano passado pela editora Planeta.

Domingo, dia 18, no Parque do Rio Jaú, o espetáculo Inteligência Ambiental do grupo Bioarte que utiliza a linguagem da dança urbana para dialogar coma poesia e teatro.

Os Saraus da Hilda reunindo músicos e cantoras declamam a obra da escritora em vários pontos da cidade durante a programação, que encerra dia 30 com a final do Concurso Literário Hilda Hilst.

O festival é realizado pela Prefeitura Municipal de Jahu e conta com apoio do Governo de São Paulo, Bar Villa Jahu, Chopperia Jardim, Jahu Clube e Hotel Jardim.

 14159168_10205352111921167_2084201643_n

★★★

Serviço

5º Hilda – Festival Literário de Jahu

Data: de 6 a 30 de setembro

Local: Jaú/SP

O festival é realizado pela Prefeitura Municipal de Jahu e conta com  apoio do Governo de SP, Academia Jauense de Letras, Bar Villa Jahu, Chopperia Jardim, Jahu Clube, Hotel Jardim e Hotel Jaú.

Mais informações:

André Galvão de França – secretário de Cultura e Turismo de Jaú

(14) 99608-8630

(14) 3602-4777 

José Renato de Almeida Prado

MTb. 22.466 – jornalista

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s