Anderson Shon: T.E.P. – Tempo, escolhas, possibilidades

“…Come gather ‘round people, Wherever you roam, And admit that the waters, Around you have grown…” Meu despertador toca indicando que já é a hora de me levantar. Olho as horas e concordo com ele, apesar de estar completamente contrariado a dar-lhe a devida razão. Deito apoiando a sola dos meus pés na cama, é a forma que encontro para não correr o risco de cair no sono novamente e perder a hora. “Perder a hora, até parece que um dia ela foi minha.” Sento na beira da cama e penso nesse último pensamento. Me sinto dono das minhas escolhas sempre que vejo que tudo saiu exatamente como planejado, mas isso é bom? Pego uma camisa dentro do guarda-roupa, já são 6:00 am e se eu não me apressar não conseguirei tomar um bom banho ou preparar um bom café. Mas o que é bom mesmo? Para um mendigo, um bom banho seria a simples possibilidade de tomar um banho. Para um crítico gastrologo, um bom café teria que ter componentes muito além de seu simples gosto. Pego uma camisa escrita TEP, é uma daquelas que se compra numa loja qualquer de roupas sem se preocupar com o que está escrito. Ganhei de aniversário no começo do ano e não me importei em perguntar ou pesquisar o significado. Foi um presente da minha tia, ela tinha tempo para escolhê-la, imagino que havia milhões de possibilidades, mas ela quis exatamente essa… por quê?

Já são 6:45, estou pronto para ir trabalhar. Sou professor, os alunos devem estar chegando já cansados por saberem que a rotina de aula está prestes a começar. Eu ainda me encontro em casa, em frente a minha porta, chave na mão, mochila nas costas e na cabeça uma questão… e se hoje eu não for trabalhar? Quantas possibilidades podem nascer a partir dessa escolha? Digamos que realmente não vá, um novo futuro, um novo destino, um novo percursso se abre, sem que o antigo seja sumariamente apresentado. Possa ser que a diretora fique brava com a minha falta e não acredite na desculpa que eu falar. Ou ela pode acreditar, é que sou péssimo mentindo, mas nesse dia ela pode estar fragilizada por ter descoberto que o seu marido a traia e uma gravidez inesperada nasceu desse adultério. Caso não acredite, uma reação destemperada pode fazer com ela tome a escolha errada (o que é o errado?) e me demita, sem sequer mensurar os pontos positivos e negativos de ter uma profissional como eu. Todas as minhas visões do futuro seriam alteradas a partir disso, pois vivemos um mundo onde o dinheiro dita a capacidade de se sentir bem sucedido e de bem com a vida. Em frente a porta, nesse exato momento, eu me sinto os dois. Alguns alunos chorariam pela minha ausência, outros celebrariam, mas Ana, Ana não saberia o que fazer, como administrar tanta tristeza em um pequeno coração adolescente. Ela, por conta do ocorrido, perderia seu total foco no vestibular, o que atrasaria um ano da sua vida ou a faria mudar de opção profissional, pois a distância da rotina escolar atrapalharia o ritmo de estudos, ficando impossível disputar com jovens que não fazem nada da vida, a não ser estudar. A coitada terá que trabalhar pra pagar um cursinho, e lá acabará se apaixonando por uma menina descolada e despreocupada com a vida. Era o que Ana sempre quis ser, mas depois da separação dos seus pais (e se eles continuassem juntos?), se focou tanto nos estudos que esqueceu de ser ela mesmo.

A verdade é que não existe verdade, existem verdades, todas as possibilidades são verdadeiras enquanto não houver um fato que sirva para desmenti-las. Não faz sentido descartar algo por acharmos que sabemos mais do futuro do que o futuro sabe da gente. Acreditem, ações falam mais que palavras, e o tempo, as escolhas, as possibilidades, são as certezas mais incertas que podemos saborear.

– Bom dia, Turma, tudo bem com vocês?…

anderson-shon

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s