Pinacoteca de Santos recebe a mostra ‘Imagens Impressas: um Percurso Histórico pelas Gravuras da Coleção Itaú Cultural’

Um dos principais edifícios históricos da cidade abriga gravuras originais de artistas como Edouard Manet, Eugène Delacroix, Francisco Goya,  Martin Schongauer e Honoré-Victorien Daumier; em um recorte que vai do século XV ao XIX, a exposição revela as diferentes técnicas e temáticas no período

 

Série "A Cura", de Dalton Paula - 2016 (Foto: João Pedro Matos)

Série “A Cura”, de Dalton Paula – 2016 (Foto: João Pedro Matos)

Entre os dias 14 de dezembro de 2016 e 5 de março de 2017, a Pinacoteca Benedicto Calixto, em Santos, recebe a exposição Imagens Impressas: um Percurso Histórico pelas Gravuras da Coleção Itaú Cultural. Neste período, o público tem a oportunidade de viajar no tempo ao adentrar o casarão construído em 1900 e se deparar com cerca de 100 gravuras que apresentam, de forma didática, as diferentes técnicas de gravuras dos séculos XV a XIX. Um encontro com o curador Marcos Moraes e o artista Fabrício Lopez, no dia 14, às 19h30, marca o início da exposição.

Nessa mostra, estão presentes artistas conhecidos no mundo da pintura, como Edouard Manet, Eugène Delacroix, Francisco Goya, Henri de Toulouse-Lautrec e Rembrandt van Rijn, revelando um lado inusitado da produção artística deles. A exposição conta, ainda, com obras de Martin Schongauer, um dos primeiros gravuristas de que se tem notícia. De sua autoria, a gravura Cristo Carregando Cruz, de 1475, é a mais antiga da exposição.

Outros destaques presentes são os artistas do século XIX Gustave Doré e as ilustrações que fez para o livro A Divina Comédia, de Dante Alighieri, e o caricaturista Honoré-Victorien Daumier. Dele, são expostas seis imagens, sendo uma delas o original de uma charge publicada no jornal Le Charivari, um dos principais veículos franceses no período. A imagem é exposta de forma perpendicular à parede em uma moldura de acrílico, de modo a estar visível também a parte de trás da folha do jornal, com notícias e anúncios.

Núcleos

foto-2

Cena da peça “Exu – A Boca do Universo”. Foto: Andréa Magnoni

No espaço expositivo, as obras são divididas em núcleos, cada um deles representando um século. Um texto explicativo situa o visitante quanto às técnicas presentes no período, bem como as principais temáticas representadas. Verbetes explicam o que são cada uma das técnicas – xilogravura, grafia em metal e seus diversos tipos, como buril, água-forte e água-tinta, e litografia. Prezando pelo didatismo, a exposição se vale de um recorte representativo dessa modalidade artística, pela diversidade de técnicas, temas e destinações das gravuras.

Como observa o curador, a imagem impressa acompanha a humanidade desde os seus primórdios. Podemos remontar essa trajetória às primeiras mãos marcadas, por meio de pigmentos, nas paredes de grutas e cavernas. Para abordar esse meio de criação é preciso, portanto, delimitar um escopo. A mostra Imagens Impressas propõe, assim, um percurso histórico pelas gravuras do Itaú Cultural, mapeando cinco séculos da produção gráfica europeia, iniciando-se por xilogravuras produzidas no século XV. A partir desse período, aprimoram-se as técnicas, são incorporadas inovações e é desenvolvida a linguagem gráfica. Por esse caminho, no século XIX, a gravura chega à autonomia. O visitante é convidado a acompanhar essa trajetória na Pinacoteca Benedicto Calixto, em Santos, por pouco mais de dois meses.

Esta exposição se inscreve nas ações promovidas pelo Itaú Cultural para garantir o acesso ao Acervo de Obras de Arte do Itaú Unibanco, que hoje conta com cerca de 13 mil itens.

Frame do registro audiovisual da performance Unguento. Dalton Paula, 2015

Frame do registro audiovisual da performance Unguento. Dalton Paula, 2015

Marcos Moraes

Doutor em Arquitetura e Urbanismo (2009), graduado em Direito (1979) e Artes Cênicas (1987), com especialização em Arte Educação e Museu, todos pela Universidade de São Paulo. Atualmente é coordenador do curso de Artes Plásticas e de Produção Cultural, bem como dos Programas Internacionais de Residência Artística (Cité des Arts e Residência Artística FAAP), ambos da Fundação Armando Alvares Penteado FAAP, onde também é docente (graduação e pós graduação) em História da Arte e Desenvolvimento de Projeto Integrado.

Fabrício Lopez

O artista que participa da abertura da exposição trabalha e vive dividido entre Santos e São Paulo. Mestre em poéticas visuais pela ECA – USP, sob orientação de Claúdio Mubarac, é membro fundador da Associação Cultural Jatobá – AJA e do Ateliê Espaço Coringa, que entre 1998 e 2009 produziu ações coletivas como exposições, publicações, vídeos, aulas, intercâmbios e residências artísticas. Participou de diversas exposições coletivas, dentre elas: Gravure Extreme – Europalia, Trilhas do Desejo – Rumos Itaú Cultural, X Bienal de Santos (1° prêmio), Novas Gravuras – Cité Internationale des Arts /Paris –França, XIII Bienal Internacional de Arte de Vila Nova de Cerveira – Portugal e Arte Contemporânea no Acervo Municipal – Centro Cultural São Paulo.

Participou do Encontro Panamericano de Xilogravura em Trois Riviérès, no Canadá, realizou residência como artista convidado do Atelier Engramme na cidade do Québec e no CRAC (Centro de Residências para Artistas Contemporâneos), em Valparaíso no Chile, como prêmio do Programa Rumos Itaú Cultural. Realizou exposições individuais na Estação Pinacoteca – SP e no Centro Cultural São Paulo. Integra os acervos públicos da Pinacoteca Municipal e do Estado de São Paulo, Casa do Olhar – Santo André, Secretaria Municipal de Cultura de Santos e do Ministério das Relações Exteriores com o 1º prêmio para obras em papel do programa de aquisições do Itamaraty. Em 2015, ganhou o prêmio residência artística Arthur Luiz Piza. Em 2007, implantou um ateliê no bairro do Valongo, no centro histórico da cidade de Santos, onde desenvolve trabalhos em grande formato e uma pesquisa de cor e sobreposição pictórica através da xilogravura. Desde 2008, coordena o Ateliê de Artes no Instituto Acaia na Vila Leopoldina, em São Paulo.

Edifício histórico

A Pinacoteca Benedicto Calixto é um equipamento cultural abrigado em um casarão construído por Anton Carl Dick, em 1900, em um terreno de 6.600m². O Casarão Branco, como ficou conhecido pelos santistas, é uma importante herança arquitetônica da cidade financiada pela economia do café. O período auge deste produto foi para Santos e região um dos momentos áureos de participação na conjuntura nacional, quando se configuraram novas formas de viver e de se relacionar com a cidade.

Em 1986, tiveram início as obras de restauro e, em 1992, a Fundação Pinacoteca Benedicto Calixto passou a ocupar o espaço. O acervo é composto por 65 pinturas e 18 desenhos do pintor Benedicto Calixto, além de fotografias, documentos e objetos de pintura que pertenceram ao artista, contando com marinhas, retratos, pinturas históricas, pinturas sacras, paisagens urbanas e desenhos sobre a anatomia humana. Além disso, a Pinacoteca recebeu, no final de 2014 a doação de 150 obras do artista carioca Armando Sendim.

SERVIÇO

Imagens Impressas: um Percurso Histórico pelas Gravuras da Coleção Itaú Cultural

Abertura: 14 de dezembro de 2016, às 18h

Encontro Imagens Impressas, com Marcos Moraes e Fabrício Lopez

80 vagas

Visitação: 15 de dezembro de 2016 a 5 de março de 2017

Terça-feira a domingo, das 9h às 18h

Entrada gratuita

Classificação indicativa: Livre.

Fundação Pinacoteca Benedicto Calixto

Avenida Bartolomeu de Gusmão, 15 – Boqueirão –Santos – SP

Informações: (13)3288-2260 | http://www.pinacotecadesantos.org.br

Agendamento de visita educativa: (13)3288-2260 | bcalixto2@uol.com.br

Assessoria de Imprensa:

Conteúdo Comunicação

Fone: 11.5056-9800

Cristina R. Durán: cristina.duran@conteudonet.com

Isadora Bertolini: Isadora.bertolini@conteudonet.com

Karinna Cerullo: cacau.cerullo@conteudonet.com

Roberta Montanari: roberta.montanari@conteudonet.com

No Itaú Cultural:

Larissa Correa

Fone: 11.2168-1950

larissa.correa@mailer.com.br

Carina Bordalo (programa Rumos)

Fone: 11.2168-1960

Carina.bordalo@terceiros.itaucultural.com.br

www.conteudocomunicacao.com.br

www.twitter.com/agenciaconteudo

www.facebook.com/agenciaconteudo

Assessoria de Imprensa em Santos:

Gisela Kodja

contato: (13) 99637.1010

giselakodja@uol.com.br

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s