Ubirathan Do Brasil: quando o horizonte explode

 

quando o horizonte explode

amei como um evangélico ama os bagos de Jesus
um suicida que se apaixona por cicuta
no mês de maio
um carcará alucinado
debatendo as asas de saudade
enquanto o sol desmaia no horizonte
de cana-de-açúcar

você bebeu ayahuasca a tarde passada
falou que seu coração selvagem explodia igual tamborim
num dia triste de carnaval
chacoalhava as ancas prum deus devasso
pedia pra eu não bater, nem golpear tapas
você só queria sexo tântrico

tatuou Namestê na nuca
implorou pra eu dar uma brecada com o destilado
jogatinas e putarias
me pediu pra romper com a sinuca
ás onze da noite
evitar palavras de baixo calão com a vizinhança
quer que eu rasgue as cartas do baralho
quer trazer um travecão com um pomo-de-adão
gigantesco pra nossa cama

a lua tá cheia
& gatos nômades ronronam
no telhado de zinco
ao som do chiado de um rádio de pilha

sua vida é um jogo de búzios
e a lua agora míngua

saco o isqueiro
acendo um incenso
incinero a última baga
& feito um buda
em posição de lótus
lambo estrelas
que flutuam em sua vagininha
úmida e exotérica

★★★ 

ubirathan-do-brasil

Anúncios

Um comentário sobre “Ubirathan Do Brasil: quando o horizonte explode

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s