Jefferson Pereira: Um jazz para viagem, por obséquio!

tumblr_static_tumblr_static_tumblr_m2uty95zx01qajb7oo1_r1_500_640

Um jazz para viagem, por obséquio!

Precisava da última dose para sentir-me refeito das frustrações do amor;
Bebi cada gota de mágoa e desgraças juntamente com aquela cerveja
Barata e toda molhada.

Celebrar as decepções da alma regado a muito álcool.
Lembrar da paixão perdida, dos traços dela, dos beijos interrompidos.

Ali, no bar dos amores fracassados, eu morri de saudades das tardes
De puros desejos e distrações incompreendidas da vida.

Garçom? A conta, por favor. Vou embora daqui: o recinto está cheio
De lembranças e divagações sentimentais, o bar que há dentro de mim
Fechou mais cedo. Vou partir.

Mas, antes, deixe rolar um som cheio de fúria, que entre e faça
A noite cair… Coloque um jazz aí. Deixe aquele Miles preencher
O espaço, nossa Bessie Smith invadir todo o céu desse mundo cansado.

Um jazz, por favor. Logo a noite vai vir, logo eu morro por saber que
O tédio vai impregnar o ar com as minhas desilusões amorosas.
Um jazz para viagem, por obséquio. Eu preciso ir.

jefferson-pereira

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s