Organizado por Benjamin Abdala Jr., Record lança livro de ensaios sobre a obra de Graciliano Ramos

Com 12 ensaios, “Graciliano Ramos – Muros sociais e aberturas artísticas” é uma coletânea de textos que pretende pensar a obra do autor de “Vidas secas” a partir da interação de suas narrativas com as literaturas do Brasil, de Portugal e de Cabo Verde, com outras áreas do conhecimento, como política e sociologia, e ainda com relação a outras artes, como cinema, artes plásticas e a própria criação literária. Em dois textos, são analisadas a importância da literatura de Graciliano para crianças. Um deles é assinado pelo escritor Ricardo Ramos Filho, neto do autor.

Os autores são vinculados ao grupo de pesquisa USP/CNPQ Estudos Comparados: Graciliano Ramos – pontes literárias, socioculturais e com outras artes. Um deles, Thiago Mio Salla, cujo texto analisa as representações do carnaval nas crônicas de Graciliano Ramos, é organizador de outras coletâneas do alagoano, como “Garranchos”, “Cangaços” e “Conversas”, as duas últimas em parceria com Ieda Lebensztayn.

Organizada pelo professor e crítico literário Benjamin Abdala Jr., a obra chega às livrarias em março, pela editora Record, que publica toda a obra de Graciliano Ramos.

 

ORELHA

No ensaio-apresentação, de autoria do organizador deste volume, há referência a um “mundo coberto de penas”, que foi o primeiro título dado por Graciliano Ramos ao seu romance Vidas secas, antes de a narrativa seguir para a impressão. Nesse mundo, extensível ao conjunto de sua obra, narradores e personagens mostram-se, além de “cobertos de penas”, também socialmente emparedados.

E serão os processos enunciativos de suas narrativas que apontarão para a possibilidade de aberturas, pelas suas simbolizações críticas e aberturas artísticas, como aparecem nos ensaios aqui reunidos. Dessa forma, os modos de articulação de sua escrita podem migrar, de acordo com as expectativas de seus leitores, para outros campos, cujo conjunto impregna de criticidade contextos situacionais por eles vivenciados.

Configura-se, assim, em Graciliano Ramos, uma estratégia contra-hegemônica em relação aos modos de articulação socialmente dominantes, que migram dos modos de pensar a realidade provenientes da economia e modelam hábitos cotidianos, além de modos de articulação/de pensar a realidade de outras áreas do conhecimento.

Tais interações entre campos do conhecimento tornaram suas narrativas um ponto de partida para interações com as obras de escritores de outros contextos situacionais, como aparecem nos ensaios aqui reunidos, em relação às literaturas do Brasil, de Portugal, de Cabo Verde. Mantinha estratégias similares aos escritores do “New Deal”, nos EUA. São problematizadas, nesse sentido, questões político-sociais convergentes numa atmosfera de afirmação de tendências autoritárias e antissociais, configurando uma tragédia moderna, em que o homem acaba por se alienar de características psicossociais que lhes são essenciais. A importância do escritor alagoano não se faz apenas para a reflexão de leitores adultos, mas também para crianças, como se observa em dois ensaios desta coletânea.

Essas aberturas artísticas também ocorrem em relação ao cinema, às artes plásticas e à própria criação literária, como se observa em outros ensaios reunidos nesta coletânea. A partir da escrita de Graciliano Ramos são estabelecidas, neste livro, pontes criativas com essas modalidades artísticas, em que os homens emparedados por suas próprias limitações procuram novos espaços.

(BENJAMIN ABDALA JR.)

★★★★

GRACILIANO RAMOS – MUROS SOCIAIS E ABERTURAS ARTÍSTICAS

Org. Benjamin Abdala Jr.

Páginas: 336

Preço: R$ 54,90

Editora: Record / Grupo Editorial Record

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s