Raul Almeida: só o só

 

“The Beneficial Promise”, de René Magritte.

só o só

É só mais ano, dizia
É só mais uma amizade, repetia
É só mais um amor, falava
É só mais um sonho, insistia

E por tanto temer o só
se fez um nó
e neste, amarrou todos os nós
e ao desamarrar
só sobrou o só.

★★★★

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s