Teatro do Incêndio realiza roda de conversa sobre o samba de umbigada

Batuque de Umbigada -Dona Anicide (Foto de Rafael Leitão)

O Teatro do Incêndio realiza no dia 18 de abril (terça-feira, às 19h) o próximo encontro das Rodas de Conversa – A Gente Submersa que contempla o samba de umbigada com participação do Batuque de Umbigada de Capivari e sua matriarca Dona Anicide Toledo.

Com entrada franca, os eventos reúnem, até o dia 10 de outubro, mestres da cultura popular e comunidades tradicionais do estado de São Paulo em bate-papos seguidos por vivências (breves apresentações das manifestações).

A Umbigada é uma dança afro-brasileira criada nos quilombos. Os escravos com suas roupas curtas e apertadas dançavam sempre com umbigo de fora, daí o nome. Atualmente, no estado de São Paulo é tida como um tributo de terreiro, praticada pelos remanescentes das senzalas. Organizados em duas fileiras, frente a frente, os dançadores de ambos os sexos evoluem até um ligeiro contato físico dos quadris ou ventre.

Dona Anicide Toledo é a voz do Batuque de Umbigada de Capivari (SP), grupo cultural de resistência negra. Considerada a mais importante compositora e intérprete do batuque paulista, a batuqueira lançou, em 2012, o CD Anicide Toledo – A Voz Feminina do Batuque de Umbigada, realizado pela Diretoria de Patrimônio Cultural, da Secretaria de Cultura e Turismo da Prefeitura Municipal de Capivari. A produção musical é assinada por Flávio Carvalho contou com os percussionistas Ariel Diego Caxias da Silva, Silvio Celso Boaventura de Almeida, Valmir Benedito e Carlos Roberto Toledo, além de participação especial de Márcio Magnusson (guitarra), Vitor Priante (violino), Miguel Ângelo Annicchino (piano) e do próprio produtor (voz).

Rodas de Conversa – A Gente Submersa

O projeto A Gente Submersa foi contemplado pela 29ª edição da Lei de Fomento ao Teatro para a Cidade de São Paulo, em comemoração aos 21 anos da Cia. Teatro do Incêndio. A programação das Rodas de Conversa prima pela diversidade saberes e fazeres tradicionais. São vivências com temas ligados à dança, música, religiosidade, dialeto e culinária.

O ciclo de vivências teve início no dia 7 de abril (com a Congada de Santa Efigênia, seguida pelo Samba de Bumbo) e segue até 10 de outubro. Em parceria com a Comissão Paulista de Folclore, que ao longo de 67 anos vem mapeando, fomentando e salvaguardando as manifestações culturais tradicionais e os patrimônios culturais imateriais, o Teatro do Incêndio torna-se o terreiro, o quintal para esses encontros de artistas, públicos e griôs. Esta iniciativa vem de encontro à verticalização da busca de raízes brasileiras pelo Teatro do Incêndio que apontou caminhos necessários de aprimoramento e investigação, ações vitais para o presente do coletivo. Esses encontros com a cultura popular fazem parte da pesquisa para montagem de seu novo espetáculo.

Na programação, as raízes da cultura brasileira se manifestam em grupos que resistem e mantém viva a nossa história. De Campinas vêm os tambores do Jongo da Roseira, comandado por Dito Ribeiro. As festas tradicionais também estão contempladas: Festa de Santa Cruz, Festa do Divino e Folia de Reis. E o dialeto caipira tem destaque também nos encontros: o Mestre Amarildo, de Lagoinha, e a culinarista Cida do João Deitado, de São Francisco Xavier, vão compartilhar seus saberes populares por meio de canções, causos e receitas. Os sapateados e palmeados tropeiros marcam presença pela Catira de Mestre Edson Fontes e Seu Oliveira (seu pai), de Guarulhos, e pelo Fandango da Comunidade de Iguape. Outros temas como Cantos das Verônicas, Catira, Samba de Umbigada, Moçambique e Recomenda de Almas, bem como as aldeias urbanas da tribo indígena Wassu Cocal, estão no roteiro das Rodas de Conversa no Teatro do Incêndio.

Batuque de Umbigada -Teatro do Incêndio (Foto de Rafael Leitão)

Serviço

 

Rodas de Conversa / Vivência: A Gente Submersa

Dia 18 de abril. Terça, às 19h

Tema: Samba de Umbigada

Grupo: Dona Anicide e Batuque de Umbigada

Local: Teatro do Incêndio

Rua Treze de Maio, 48 – Bela Vista/SP. Tel: (11) 2609 3730 / 2609 8561

Ingressos: Grátis (não há necessidade de retirar ingresso).

Duração: 2h. Capacidade: 80 lugares.

http://www.teatrodoincendio.com/ / https://www.facebook.com/teatrodoincendio/

 

Próximas Rodas de Conversa

 

2 de maioFandango – Bate Mão Bate Pé (Iguape)

Tema: Fandango de Iguape

 

16 de maioArtesanato / Benzedeira / Temperos (São Francisco Xavier)

Tema: Caipira na Cozinha com Cida do João Deitado

 

30 de maioCururu, Violas e Divino (Lagoinha)

Tema: Dialeto Caipira, Violadas, Reis e Cururu

 

13 de junhoCantos para Reis (Atibaia)

Tema: Folia de Reis de Atibaia – A Folia, o Giro, a Festa

 

27 de junhoJongo (Campinas)

Tema: Jongo da Roseira – Comunidade de Campinas

 

11 de julhoReisado (Guarujá)

Tema: Reisado Sergipano

 

25 de julhoCongadas (Olímpia e Taubaté)

Tema: Congada Chapéu de Fitas – Cantos que Curam

 

8 de agostoAldeia Indígena (Guarulhos)

Tema: Wassu Cocal – Aldeias Urbanas: Toré como Resistência

 

22 de agosto    – Dança de Santa Cruz (Carapicuíba)

Tema: Festa de Santa Cruz – O Profano e o Sagrado Caminhando Juntos

 

5 de setembroCantos Sagrados (Joanópolis)

Tema: Canto das Verônicas – Mulheres que Choram

 

26 de setembroMoçambique (São José dos Campos)

Tema: Moçambique – Passos e Entrelaço de Bastões

 

10 de outubroRecomenda de Almas (Bom Jesus dos Perdões)

Tema: Recomendas e Excelências – Os Cantos Sagrados para a Morte

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s