Zuza Homem de Mello nos 100 anos de Ella Fitzgerald

Musicólogo aborda vida e obra da cantora ao som de vinis originais no Espaço Uirapuru

 

A primeira dama do jazz. Quando se fala em Ella Fitzgerald, é praticamente unânime o reconhecimento da grandiosidade da cantora americana, que faria 100 anos no dia 25 de abril.

Seu aniversário será celebrado em grande estilo pelo projeto VinilCultura, no próximo dia 27 de abril, às 20h, no Espaço Uirapuru, que nesta edição convida Zuza Homem de Mello para comentar sobre a vida e discografia da cantora, enquanto os vinis de época são tocados para apreciação dos participantes.

Idealizado por Euclides Marques, curador do projeto, pesquisador e sócio da casa, que conta com mais de 5000 discos raros em música clássica, jazz e música brasileira selecionados durante mais 20 anos, o VinilCultura é uma experiência oferecida pelo Espaço Uirapuru fundamentado na apreciação audiófila – audição de discos de vinil em exemplares de época com equipamentos e sala de alta performance.

É apresentado por Euclides ou por convidados especialistas em cada tema tratado. “Este projeto faz parte da missão da casa de ampliar o significado da música na vida das pessoas, sendo uma forma prazerosa de expandir a cultura musical e a percepção auditiva”, comenta o pesquisador, que já fez eventos sobre Heitor Villa-Lobos, Tom Jobim, Elis Regina, Nara Leão, entre outros.

No que se refere a esta homenagem à Ella, a paixão de Euclides Marques pela cantora é de longa data. “As cantoras do século são Ella Fitzgerald e Maria Callas, no meu modo de ver. Ella foi uma cantora tecnicamente muito privilegiada, que realmente nasceu para isso. Dessas pessoas que nascem entre milhões”, comenta.

Para Euclides, muitas são as singularidades da cantora que faz jus à dedicação. Por exemplo, o timbre e a extensão – que vai dos graves aos agudíssimos. Ela foi uma das criadoras do estilo scat singing, que consiste no ato de imitar os instrumentos improvisando com a voz. “Ela usava a voz como se fosse um saxofone, trombone, trompete e até piano. Brincava com a voz como até então somente instrumentistas virtuosos conseguiam fazer. Realmente impressionante”.

Sua personalidade e força também chamam a atenção. Nasceu pobre, abandonou a casa quando adolescente trabalhou como vigia em bordéis, morou na rua, foi para orfanato e trabalhou dançando e cantando em boates nos bairros negros de Nova York. “Apesar de tímida e com traços não muito delicados e com o biotipo diferente do padrão das cantoras pop, superava tudo isto ao cantar”.​

Sobre o Espaço Uirapuru – Localizado no bairro da Vila Mariana, em São Paulo, o Espaço Uirapuru é um centro de estudos musicais, idealizado pelos violonistas Euclides Marques, Zé Garcez e Luizinho 7 Cordas. Além do ensino de cursos de diversos instrumentos, são realizados shows acústicos

​ (em sala acústica sem amplificação)​

e audições de discos de vinil.

www.espacouirapuru.com.br

 

Serviço:

VinilCultura Especial: Ella Fitzgerald 100 anos

Data: 27/04

Horário: Abertura da casa às 19h/ Audição às 20h/ Degustação às 22h.

Degustação: dois tipos de caldos.

Local: Espaço Uirapuru, Rua Comendador Paulo Brancato, 49. Vila Mariana – SP. Travessa da Rua Sud Menucci, entre os metrôs Ana Rosa e Vila Mariana.

Valores R$ 40,00 (audição)/ R$ 60,00 (audição + degustação).

Reserva antecipada pelos telefones: (11) 2639-9065 / 98993-3160 (whatsapp).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s