Centro Acadêmico XI de Agosto realiza Semana Luiz Gama

Depois de 190 anos de exclusão, a Faculdade de Direito da USP deu um salto histórico no caminho da democratização do ensino e da popularização da universidade ao aprovar, em abril de 2017, a reserva de vagas à população negra e indígena em seu vestibular.

A Semana Luiz Gama, tem como objetivo marcar, comemorar e, principalmente, aprofundar essa vitória contra o racismo. Em sua 1ª edição, busca trazer a cultura, arte, o povo e os debates envolvendo a questão racial.

Luiz Gonzaga Pinto da Gama (1830 – 1882) foi poeta, jornalista e advogado. Filho de mãe negra e pai fidalgo de família portuguesa, aos 10 anos é vendido pelo pai, como escravo, para saldar dívidas, embora tenha nascido livre. É levado para Lorena, São Paulo. Aos 18 anos, após aprender a ler com um hóspede de seu dono, foge para São Paulo e entra para a Guarda Municipal, da qual é expulso em 1854, acusado de insubordinação. Em 1859, por ter boa letra, consegue trabalho como copista da Secretaria de Polícia, onde permanece até 1868, quando é demitido. Mesmo sem formação acadêmica, torna-se orador e conhecedor das leis assinadas em defesa dos negros, conseguindo a libertação de mais de 500 escravos até 1880. Poeta, publica em 1859 as Primeiras Trovas Burlescas de Getulino, este o pseudônimo que adota. Jornalista, edita em 1864 um dos primeiros e mais importantes jornais ilustrados da época, o Diabo Coxo, em parceria com Sizenando Nabuco de Araújo (1842 – 1892) e o pintor e litógrafo italiano Ângelo Agostini (1833 – 1910). Também participa da criação dos jornais Cabrião, Radical Paulistano, O Polichinelo, entre outros. Morre em São Paulo, em 1882.

Programação

08-12/05 • Pátio das Arcadas
Exposição Artística – Universidade Popular: As Cotas no Brasil

10/05, às19h • Sala dos Estudantes
Cine-debate
Dear White People e o Racismo na Universidade

11/05, às 10h • Sala João Mendes Jr.
Darcy Ribeiro: O povo Brasileiro em debate
Aula com o Prof. Márcio Macedo, professor da FGV.

12/05, às 19h • Porão
Cultura e resistência negra

 

LOCAL

Centro Acadêmico XI de Agosto
Rua Riachuelo, 194, Sé, São Paulo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s