‘O sorriso da hiena’, de Gustavo Ávila, chega às livrarias pela Verus

unnamedForam mais de três anos de trabalho intenso, entre a escrita em si e os ajustes finais, para que “O sorriso da hiena” fosse concluído. Até então redator em uma agência publicitária, Gustavo Ávila não poderia imaginar que o seu livro faria um sucesso estrondoso na internet. A história de três homens que estão, de alguma forma, envolvidos em uma série de assassinatos chegou a ser o e-book mais vendido na categoria policial/suspense na Amazon e agora ganha uma nova edição pela Verus. Os direitos de adaptação já foram adquiridos pela TV Globo.

O livro de estreia de Gustavo, publicado de forma independente em outubro de 2015, acompanha Artur, um detetive com síndrome de Asperger tão metódico quanto brilhante, encarregado de solucionar uma série de crimes com o mesmo padrão: pais amordaçados e mortos com crueldade na frente de seus filhos, também amordaçados. O homem tem a língua arrancada enquanto a mulher morre com um tiro à queima-roupa.  A polícia, por sua vez, encaminha estas crianças traumatizadas para William, um psicólogo especializado e conceituado que publicou uma tese em que questiona como eventos violentos podem moldar o caráter de uma pessoa. Certo dia, William recebe um e-mail de David oferecendo ao psicólogo a oportunidade de acompanhar crianças realmente marcadas pelo assassinato dos pais. Quando tinha oito anos, David viu seus pais morrerem com a mesma crueldade. E ele está disposto a repetir exatamente o que presenciou anos atrás com outras crianças.

Aos 33 anos, Gustavo ressalta que todas as suas conquistas foram fruto de um trabalho em equipe. Seus amigos tiveram participação ativa no sonho da publicação. A ajuda veio desde a produção da capa, até a negociação com gráficas independentes para a impressão de algumas cópias.

“Foi uma alegria muito grande assinar o contrato e saber que o livro seria lançado por uma grande editora, como a Verus. Essa era a ideia inicial, o sonho. Mas acredito que aconteceu na hora certa. E justamente por toda essa trajetória e pelo trabalho que deu colocar essa história no mundo, eu valorizo ainda mais essa conquista. Uma conquista que não é só minha, mas também de todas as pessoas que acreditaram neste livro, muito antes dele ganhar qualquer visibilidade. Era uma história desconhecida, de um autor desconhecido, lançada na unha.”

Com orelha de Marcelino Freire, “O sorriso da hiena” debate sobre o desenvolvimento da maldade e questiona até que ponto fatores externos influenciam na formação do ser humano. Gustavo conduz com inteligência esta trama que vai além da simples descoberta de um assassino para abordar a complexidade do dilema moral.

Gustavo Ávila ingressou no mundo da escrita ao iniciar no mercado publicitário como redator, há mais de dez anos. Nascido em 1983, cresceu no interior paulista, trabalhou por anos em São Paulo, capital, e hoje vive em Florianópolis.

ORELHA POR MARCELINO FREIRE

Eu gosto de ler romances policiais. E me cerquei deles ainda mais quando fui escrever a minha primeira prosa longa. Costumo dizer: o que Dostoiévski escrevia eram suspenses. Kafka também. Até a história de Cristo, sempre digo, foi elaborada com esse ritmo. Cheia de reviravoltas, manobras, sustos.

Daí, agora, o motivo por que celebro a estreia de Gustavo Ávila neste seu bem-vindo O sorriso da hiena. Acompanhei de perto seus primeiros passos. Lembro-me: quando o autor chegou para me mostrar, em primeira mão, o seu ambicioso enredo envolvendo um psicólogo de crianças que viram seus pais serem assassinados e um serial killer, órfão e dissimulado, que deseja repetir com outras famílias o que aconteceu com a dele.

E com que cuidado, e artimanha, Gustavo vai nos conduzindo pelos labirintos da mente humana em capítulos eletrizantes. Indo e voltando no tempo. Costurando um painel sombrio, de cada personagem, que não deixa de ser um perfil assustador do mundo atual. Em quem confiar, afinal? Onde está o bem? Onde começa o mal? Atire a primeira bala. Pegue o primeiro punhal quem nunca errou.

À época em que tive o privilégio de ler originais deste livro, a nossa conversa girou em torno do enredo, da composição das frases, da estrutura dos capítulos, do desenho da paisagem externa. Porque a força da prosa, instigante e interna, ali já estava. Era notória a habilidade de Gustavo Ávila em conduzir as entrelinhas da trama. Sabia ser um manipulador kafkiano. Criou, com segurança e inteligência, um livro pulsante e original.

Não é à toa o sucesso que fez, em sua primeira publicação por conta própria. E o sucesso que continuará fazendo este seu maquiavélico e dinâmico O sorriso da hiena.

Eu, que tanto goto de histórias policiais, confesso que, quanto mais o leio (relido agora, nesta nova edição), aprendo. E, mais que isso, recomendo.

LANÇAMENTO

O sorriso da hiena
Gustavo Ávila
Páginas: 266
Preço: R$ 34,90
Editora: Verus | Grupo Editorial Record

17/06: Saraiva Higienópolis, São Paulo – 16h
18/06: Saraiva Beiramar, Florianópolis – 16h

Anúncios

Um comentário sobre “‘O sorriso da hiena’, de Gustavo Ávila, chega às livrarias pela Verus

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s