Encenada pelo coletivo Núcleo Arranca, peça ‘Dura Lex Sed Lex no Cabelo Só Gumex’ completa 50 anos e investiga sociabilidades brasileiras por meio de esquetes cômicas e musicais

Encenada pelo coletivo Núcleo Arranca, Dura Lex Sed Lex no Cabelo Só Gumex investiga sociabilidades brasileiras por meio de esquetes cômicas e musicais

Credito_Andre Okuma

Crédito – Andre Okuma

Escrita há exatos 50 anos, a peça Dura Lex Sed Lex no Cabelo Só Gumex, do dramaturgo Oduvaldo Vianna Filho, o Vianinha, é resgatada pelo grupo teatral guarulhense Núcleo Arranca e ganha montagem inédita em terras paulistas. Parte integrante das obras cômicas do autor, Dura Lex Sed Lex no Cabelo Só Gumexteve apenas breves passagens pelo teatro carioca, dirigidas pelo italiano Gianni Ratto. Na montagem atual do Núcleo Arranca, a obra ganha novas músicas e encenação, mantendo fidelidade ao texto original com leves atualizações a nomes de personalidades muito específicas daquele período. A peça fica em cartaz até 06/08, no Espaço Arranca, em Guarulhos, com entrada gratuita.

Na trama de Dura Lex Sed Lex no Cabelo Só Gumex, uma América Latina – em metáfora ao Brasil – encontra-se em pé de guerra, quando, em meio a súplicas da população, a Virgem Maria é convocada a se misturar entre os comuns para solucionar problemas como desemprego, corrupção institucionalizada, influência norte-americana sobre a política, economia e vida social, afora outros. Contudo, a tarefa mostra-se mais árdua e complexa do que a santa imaginava. Na montagem original, devido à censura, Vianinha teve de mudar a personagem principal para Princesa Isabel.

Desenvolvida no gênero Teatro de Revista, a peça é composta por esquetes ligeiros e bem-humorados que lançam luz e possibilidades de reflexão também sobre a falta de estrutura urbana, relações com instituições públicas e políticas, comunicação de massa, dentre outros aspectos e/ou mazelas do cotidiano brasileiro de 1967 que parecem persistir ainda hoje.

Se a montagem original contou com 13 atores e atrizes (inicialmente, Gianni Ratto gostaria que fossem 25), a versão atual traz 06, somados a um músico, que multiplicam-se em dezenas de personagens, ao longo dos oito capítulos que compõem o espetáculo. “Propomos uma roupagem diferente para o nosso Teatro de Revista. Propomos uma reestruturação da revista e um desmonte do palco italiano, adotando a arena como espaço de potencial comunicação e aproximação com o público. Os atores e atrizes se revezam na personagem Maria, protagonista da peça, e realizam muitas outras personagens. Essas escolhas não novas, visto que o Teatro de Arena as realizava com excelência. Porém, quando se fala em Revista, não são escolhas, aparentemente, condizentes com a linguagem. Adotamos, também, diversos elementos que conversam com a cultura popular, como a música, a cenografia e figurinos, e a ação dos atores e atrizes em cena, que tem como base a comicidade”, explica o diretor, Eduardo Cesar, sobre as escolhas empregadas na encenação do espetáculo.

Segundo Cesar, a peça já figurava como referência em processos anteriores do grupo e agora houve o interesse e oportunidade de montá-lo integramente – quase que como um presente aos 10 anos de atividade que o coletivo completa neste ano. Dura Lex Sed Lex no Cabelo Só Gumex foi realizado por meio de subsídios oriundos do Programa de Ação Cultural (ProAc), da Secretaria de Cultura do Governo do Estado de São Paulo.

A obra fica em cartaz até 06 de agosto, com apresentações aos sábados e domingos, às 20h, na sede do grupo, o Espaço Arranca. O espaço cultural está localizado na Rua Santa Catarina, 520 – Jardim Tranquilidade, Guarulhos/SP (próximo ao Shop. Internacional). A entrada é gratuita. Os ingressos são distribuídos uma hora antes do início da peça.

Credito - Lais Loesch.JPG

Ficha Técnica
Dramaturgia: Oduvaldo Vianna Filho
Co-Dramaturgia: Paulo Pontes e Armando Costa
Direção: Eduardo Cesar
Elenco: Angela Consiglio, Edson Raphael, Gilberto Costa, João Marcos Bargas, Leandro Pacheco, Renato Mendes, Tainá Francis
Voz-Off: Eduardo Fonseca
Direção Musical, Composição e Execução ao vivo, Arte Gráfica e Operação de Som: Leandro Pacheco
Preparação e Direção da voz: Natália Nery
Direção de Arte: Eduardo Cesar e Núcleo Arranca
Cenografia: Núcleo Arranca
Figurino: Laís Loesch e Núcleo Arranca
Adereços: João Marcos Bargas e Núcleo Arranca
Iluminação: Renato Mendes
Operação de luz, som e slide: Jaime Hollanda e Eduardo Cesar
Cabelo e Maquiagem: João Marcos Bargas
Assessoria de Imprensa: Lebá Comunicação
Orientação do Núcleo de Investigação Cênica: Renato Mendes e Tainá Francis
Produção Executiva: Jaime Holanda

Dura Lex Sed Lex no Cabelo Só Gumex
Data: Sábados e domingos, de 08/07 à 06/08
Horário: 20h
Local: Espaço Arranca
Endereço: Rua Santa Catarina, 520 – Jd. Tranquilidade – Guarulhos/SP (a apenas 10 min. da Marginal Tietê – Ponte da Vila Maria)
Classificação: 16 anos
Capacidade: 48 pessoas
Entrada Gratuita – ingressos distribuídos uma hora antes do início do espetáculo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s