Hora H: Casa Guilherme de Almeida e Casa das Rosas resgatam o trabalho de Haroldo de Campos com a literatura japonesa

Na Casa Guilherme, destaque para apresentação do espetáculo japonês, “Teatro Nô”

funabenkei-img

Em homenagem anual ao poeta Haroldo de Campos a Casa das Rosas – Espaço Haroldo de Campos e a Casa Guilherme de Almeida, museus da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, gerenciados pela Poiesis, promovem o evento Hora H.

Na Casa Guilherme de Almeida, o evento concebido por Simone Homem de Mello e Ângela Nagai resgata a incursão haroldiana na literatura dramática japonesa. A programação será no dia 19 de agosto, das 15h30 às 18h00, com a apresentação de uma versão abreviada da peça do Teatro Nô, Hagoromo (羽衣 – “O Manto de Plumas”), em japonês.

Além do espetáculo, serão realizadas duas palestras: Traduzir com Haroldo, com Darci Kusano, colaboradora de Haroldo de Campos na tradução de Hagoromo. Darci foi aluna de Décio Pignatari e de Haroldo no Programa de Comunicação e Semiótica da PUC – SP. A palestrante também falará da relevância desses dois mestres para a formação de pesquisadores interessados nas literaturas orientais. Já em Teatro Nô: Zeami, Haroldo de Campos, Ângela Maymu Nagai e Simone Homem de Mello falam sobre o estilo Nô, a peça Hagoromo e fazem uma leitura da tradução do texto por Haroldo de Campos. O evento conta com o apoio institucional da Fundação Japão.

CASA DAS ROSAS

Na Casa das Rosas – Espaço Haroldo de Campos de Poesia e Literatura, o evento se desdobra em dois dias e reúne intelectuais e artistas para dialogar sobre a obra haroldiana, além de promover uma série de atividades como bate-papos, recital, projeções e shows.

SOBRE A CASA GUILHERME DE ALMEIDA

Inaugurada em 1976, a Casa Guilherme de Almeida, instituição da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, gerenciada pela Poiesis, está instalada na residência onde viveu o poeta, tradutor, jornalista e advogado paulista Guilherme de Almeida (1890-1969), um dos mentores do movimento modernista brasileiro. Seu acervo é constituído por uma significativa coleção de obras, gravuras, desenhos, esculturas, pinturas, em grande parte oferecidas ao poeta pelos principais artistas do modernismo brasileiro, como Anita Malfatti, Tarsila do Amaral, Emiliano Di Cavalcanti, Lasar Segall e Victor Brecheret.

Hoje, o museu oferece uma série de atividades gratuitas relacionadas a todas as áreas de atuação de Guilherme de Almeida, da literatura traduzida ao cinema, passando pelo jornalismo e pelo teatro. Trata-se da primeira instituição não acadêmica a manter um Centro de Estudos de Tradução Literária no país.

SOBRE A POIESIS

A instituição, que tem por objetivo o desenvolvimento sociocultural e educacional, com ênfase na preservação e difusão da língua portuguesa, desenvolve e gere programas e projetos, pesquisas e espaços culturais, museológicos e educacionais voltados para o complemento da formação de estudantes e público em geral. A POIESIS trabalha com o propósito de propiciar espaços de acesso democrático ao conhecimento, de estímulo à criação artística e intelectual e de difusão da língua e da literatura.

Haroldo de Campos1

SERVIÇO

HORA H

HORA HAGOROMO

Concepção: Ângela Nagai e Simone Homem de Mello

19/8/2017 – sábado – das 15h30 às 18h00

Traduzir com Haroldo

Por Darci Kusano

 

Teatro Nô: Zeami, Haroldo de Campos e depois

Com Ângela Mayumi Nagai e Simone Homem de Mello

 

O manto de plumas haroldiano

Por Simone Homem de Mello

Leitura de Hagoromo na tradução de Haroldo de Campos

Algo de Hagoromo no palco

Anjo da Lua (Tennin): Ângela Nagai

Pescador (Hakuryô): Kenjiro Ikoma

Flauta (Fue) e coro: Jun Ogasawara

Tambor de Ombro (Kotsuzumi): Angélica Figuera

Assistente de Cena (Koken): Toshiyuki Tanaka

Direção: Jun Ogasawara

Assistente de Produção: Renata Asato

Encenação de uma versão abreviada da peça, em japonês, culminando com os bailados finais – dança em estilo kongo e canto em estilo kita.

CASA DAS ROSAS

HORA H

Sábado, 26 de agosto

15h00. Lançamento Graal

17h00. Mesa de debates: As revistas de poesia de invenção.

Mediação: Marcelo Tápia

Participantes: Nelson Ascher, Julio Mendonça e Omar Khouri

19h00. Show de Cid Campos

Domingo, 27 de agosto

15h00. Palestra: “Uma nova linguagem comum: Antiliteratura e insurgência subalterna em Haroldo de Campos”

19h00. Felipe Hirsch

Local:

Casa Guilherme de Almeida (Museu): Rua Macapá, 187 – Perdizes – São Paulo                                              Em caso de chuva, o evento será realizado no Anexo da Casa Guilherme de Almeida: Rua Cardoso de Almeida, 1943 – Perdizes – São Paulo

Telefone: (11) 3673-1883 / 3672-1391

Site: www.casaguilhermedealmeida.org.br

 

Assessoria de Imprensa – POIESIS

Carla Regina – Coordenação | (11) 4096-9827 | carlaregina@poiesis.org.br

Aline Takaschima | (11) 4096-9852 | alinetakaschima@poiesis.org.br

Victória Durães | (11) 4096-9810 | victoriaoliveira@poiesis.org.br

Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo – Assessoria de Imprensa

Gisele Turteltaub | (11) 3339-8162 | gisele@sp.gov.br

Gabriela Carvalho | (11) 3339-8070 | gabrielacarvalho@sp.gov.br

Damaris Rota | (11) 3339-8308 | drota@sp.gov.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s