Poetas Ambulantes celebram cinco anos com ciclo de intervenções gratuitas

Novo repertório e espetáculo é apresentado no Sesc 24 de maio às quartas e quintas-feiras

débora garcia_poetasambulantes_foto_renata armelin

Débora Garcia (Foto de Renata Armelin)

Sem palco e sem microfone, os Poetas Ambulantes realizam uma série de intervenções poéticas gratuitas às quartas e quintas-feiras no Sesc 24 de maio. Inspirados nos vendedores ambulantes que atuam nos transportes públicos, comercializando diferentes produtos, o grupo composto por seis poetas distribui poesias e celebra cinco anos de atuação na capital paulista com um novo espetáculo e repertório.  As apresentações começaram na quarta-feira e ocorrem também nesta quinta-feira (21), e nos dias 27 e 28 de setembro e 04 e 05 de outubro.

Apostando na informalidade e na interatividade, os poetas disparam os textos entre as pessoas, distribuem poesias impressas e sem roda e declamam versos que discutem sobre política, feminismo, amor, fé e humor e contam com a energia do público, que influencia o ritmo do sarau ambulante.

Sob a direção do poeta e ator Beto Belinatti o coletivo composto por Mel Duarte, Carol Peixoto, Jefferson Santana, Mari Staphanato e Thiago Peixoto traz textos autorais e de outros autores (clássicos e contemporâneos), explorando as possibilidades da linguagem poética, com uma nova roupagem para as apresentações, trabalhando repertórios reconstruídos e divididos em temas.

Com textos de Daniel Minchoni, Miró da Muribeca, Racionais, Adoniran Barbosa, Marcelino Freire, entre outros, além de autorais, o repertório Essepê traduz a cidade de São Paulo, com todos seus amores e desamores, reproduzindo o caos e as causas que vivem nela. Com Respeita as Minas o grupo propõe um momento de reflexão em torno do universo feminino, falando de feminismo e discutindo sobre machismo, com textos autorais e de outras autoras e autores, como Elisa Lucinda, Alice Ruiz, Anelis Assumpção, Itamar Assumpção, etc.

 

poetas ambulantes_foto_renata armelin

Poetas Ambulantes (Foto de Renata Armelin)

Sobre os Poetas Ambulantes

Poetas ambulantes é um coletivo que realiza intervenções poéticas dentro dos transportes públicos de São Paulo, resignificando a ocupação dos espaços com a ideia de levar poesia para pessoas que não estão esperando. Formado por poetas que atuam na cena cultural independente, o grupo há cinco anos desenvolve seu trabalho artístico inspirado nos vendedores ambulantes que estão diariamente nos transportes públicos.

Desde que foi criado, em 2012, o Poetas Ambulantes já realizou mais de 100 apresentações por todo o país,com destaque para as passagens por festivais como Festival Literário Internacional de Paraty (Flip), Festival Literário Internacional de Poços de Caldas (Flipoços), Festival Literário de Pernambuco (Fliporto) e VI Bienal de Jovens Criadores dos Países de Língua Portuguesa em Salvador (BA), além do Circuito Sesc de Artes, que percorreu nove cidades em 2017 e visitas pontuais a ONGs, bibliotecas, escolas e unidades da Fundação Casa.

Em São Paulo, o coletivo já rodou todas as linhas da CPTM e do metrô, bem como as principais avenidas, como Paulista, MBoi Mirim, Santo Amaro, João Dias, Nova Cantareira, Ibirapuera, 23 de Maio, Vergueiro e Teotônio Vilela.

Além disso, uma vez por ano, sempre no mês de dezembro, os Poetas Ambulantes distribuem livros em locais públicos. Durante os cinco anos, já entregaram cerca de 3 mil exemplares de mão em mão em ações que passaram pelo Parque Ibirapuera, Barra Funda e Terminal Santo Amaro. “Arrecadamos livros de parceiros e doamos nos locais públicos também como forma de inspirar e incentivar o acesso e a leitura”, explica a poeta Carol Peixoto.

O coletivo possui também a publicação “Um vez Poetas Ambulantes…”. Uma antologia que conta com textos autorais dos poetas do coletivo, fotografias do primeiro ano de ação e participação de autores amigos e convidados.  Para celebrar os cinco anos, o grupo prepara o documentário “”essa vida é uma viagem…”

poetas ambulantes3_foto_renata armelin

Poetas Ambulantes (Foto de Renata Armelin)


O quê:
 Poetas Ambulantes
Quando: 21, 27, 28 de setembro / 04 e 05 de outubro às 14h
Onde: Sesc 24 de maio
Endereço: R. 24 de Maio, 109 – República, São Paulo
Quanto: gratuito
Informações: https://www.facebook.com/PoetasAmbulantes/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s