Pluralidade no debate sobre as questões carcerárias no Brasil é tema do próximo encontro do ‘Brechas Urbanas’

Conversa mediada pelo sociólogo Tulio Custódio conta com a presença do fotógrafo Leo Drumond, do pesquisador Bruno Paes Manso, e da antropóloga Mariana Varela, que discutem sobre o sistema prisional no país, e como a arte pode combater o isolamento dos presidiários

 

brechas-urbanas_março-2016_site-768x460

A importante discussão sobre como as cidades brasileiras lidam com o combate à violência e como as defasagens do sistema prisional influenciam na formação de uma sociedade mais justa é o assunto do próximo encontro do Brechas Urbanas, no dia 28 de setembro (quinta-feira), às 20h. A série, idealizada mensalmente pelo Itaú Cultural, tem o intuito de refletir sobre as múltiplas e possíveis relações entre o fazer artístico, a cultura e as cidades contemporâneas.

O encontro A violência e o sujeito sem direito à cidade tem interpretação em Libras, e é transmitido online pelo site do instituto (www.itaucultural.org.br). Com mediação do sociólogo, curador de conhecimento, criador do site Pitacodemia e membro do Coletivo Sistema Negro, Tulio Custódio, conta com a participação do fotógrafo Leo Drumond – um dos proponentes, ao lado de Natália Martino, do projeto A Estrela, contemplado pelo Rumos Itaú Cultural 2015-2016, que trata desse tema –, do jornalista e pesquisador Bruno Paes Manso e da antropóloga Mariana Varela.

Entre as questões propostas para a conversa, os debatedores trazem à tona como o encarceramento vem sendo um recurso sistemático de criminalizar homens e mulheres negras e quais são as regras e formas de sobreviver no sistema carcerário. Entra na pauta, também, como a arte pode ser vista como uma ponte, fazendo conexão com o mundo de fora e, ainda, como artistas e teóricos da arte combatem esse isolamento de homens e mulheres privados de liberdade.

Visando abrir perspectivas para essa população, o projeto A Estrela, coordenado por Leo Drumond e Natália Martino, ofereceu cursos profissionalizantes de comunicação a recuperandos de Belo Horizonte, Minas Gerais. Eles tiveram a oportunidade de aprender linguagens e técnicas de produção de vídeo, fotos e textos. A partir dessa capacitação, desenvolveram a revista A Estrela.

 

Mariana Evento_Foto_Divulgação

Mariana Varela

Perfis dos participantes

Bruno Paes Manso: doutor e mestre em Ciência Política pela Universidade de São Paulo (USP), é graduado em economia pela Faculdade de Economia e Administração da Universidade de São Paulo (FEA/USP) e em jornalismo pela Pontifícia Universidade Católica (PUC), sendo especialista em criminologia. É pesquisador do Núcleo de Estudos da Violência da Universidade de São Paulo (NEV/USP), tendo estudado sobre o crescimento e a queda dos homicídios em São Paulo. É autor do livro O Homem X – Uma reportagem sobre a alma do assassino em SP, que ganhou o Prêmio Vladimir Herzog de melhor livro reportagem de 2006.

Leo Drumond: da fotografia ao audiovisual, sempre busca nos significados sociais da imagem sua matéria prima para contar histórias visuais. Lançou os livros Beira de Estrada e Os Chicos (Nitro Editorial). Venceu o Prêmio Jabuti 2012.

Mariana Varela: antropóloga, formada pela Universidade de São Paulo (USP). Tem trabalhado com encarceramento feminino nos últimos anos junto ao Instituto Terra Trabalho e Cidadania. (ITTC), que tem como objetivo promover o acesso à justiça das pessoas presas, garantindo os seus direitos. A organização traz em seus eixos de ação o diálogo público, atendimento direto e educação para a cidadania.

DIVIRTA-SE - CAFÉ DA MANHÃ

Bruno Paes Manso (Foto de Filipe Araujo)

Brechas Urbanas – A violência e o sujeito sem direito à cidade
28 de setembro (quinta-feira), às 20h
Duração: 90 minutos
Classificação indicativa: Livre
Local: Sala Multiuso
100 lugares
Entrada gratuita
Distribuição de ingressos:
Público preferencial: duas horas antes do evento | com direito a um acompanhante
Público não preferencial: uma hora antes do evento | um ingresso por pessoa
Interpretação em Libras

Itaú Cultural
Avenida Paulista, 149, Estação Brigadeiro do Metrô
Fones: 11. 2168-1776/1777
Acesso para pessoas com deficiência física
Ar condicionado
Estacionamento: Entrada pela Rua Leôncio de Carvalho.
Se o visitante carimbar o tíquete na recepção do Itaú Cultural:
3 horas: R$ 7; 4 horas: R$ 9; 5 a 12 horas: R$ 12
Com manobrista e seguro, gratuito para bicicletas.
http://www.itaucultural.org.br
http://www.twitter.com/itaucultural
http://www.facebook.com/itaucultural
http://www.youtube.com/itaucultural
http://www.flickr.com/itaucultural

Assessoria de Imprensa:
Conteúdo Comunicação
Fone: 11.5056-9800
Cristina R. Durán: cristina.duran@conteudonet.com
Amanda Viana: amanda.viana@conteudonet.com
Karinna Cerullo: cacau.cerullo@conteudonet.com
Roberta Montanari: roberta.montanari@conteudonet.com
No Itaú Cultural:
Larissa Correa
Fone: 11.2168-1950
larissa.correa@terceiros.itaucultural.org.br
Carina Bordalo (programa Rumos)
Fone: 11.2168-1906
carina.bordalo@terceiros.itaucultural.org.br
http://www.conteudocomunicacao.com.br
http://www.twitter.com/agenciaconteudo
http://www.facebook.com/agenciaconteudo

libras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s