Fim de Semana em Família convida criançada a conhecer a cultura indígena e usar a poesia como forma de ampliar os conhecimentos

A programação reúne a oficina Tradições e Ancestralidade e as Diversidades dos Povos Indígenas do Brasil, comandada pelas contadoras de histórias Auritha Tabajara e Rica Wapichana, seguida pelo espetáculo Esticando Horizontes, com o grupo CantaVento

Cantavento - Estandarte e cenário

Cantavento – Estandarte e cenário

As tradições indígenas e a música dominam a programação do Fim de Semana em Família dos dias 28 e 29 de outubro (sábado e domingo), no Itaú Cultural. Nos dois dias, sempre a partir das 14h, a oficina Tradições e Ancestralidade e as Diversidades dos Povos Indígenas do Brasil leva a criançada e seus acompanhantes a conhecerem um pouco mais sobre a ancestralidade e origem de povos indígenas, guiados pelas contadoras Auritha Tabajara e Rica Wapichana. Mais tarde, às 16h, o grupo CantaVento convida o público a esticar o olhar poético para o mundo, com o espetáculo Esticador de Horizontes. Como forma de incentivo à leitura, a partir das 11h30 todos podem conferir a Feirinha de Troca e o Cantinho da Leitura.

 

A força da natureza, a diversidade cultural, a organização social e política, os desafios e ancestralidade do povo indígena serão apresentados para os participantes em Tradições e Ancestralidade e as Diversidades dos Povos Indígenas do Brasil. Por meio de histórias, Auritha Tabajara e Rica Wapichana falam sobre as tradições e levam para as crianças e acompanhantes sentimentos como coragem, medo, amor, alegria e sofrimento, presentes dentro de cada ser, permitindo que possam compreender o mundo e crescer de forma mais equilibrada.

Durante a atividade, além de ouvir as lendas, contos e histórias indígenas, o público é convidado a fazer peneiras trançadas, pinturas corporais com tinta caseira, feita durante a oficina, e a interagir entre si por meio de brincadeiras lúdicas. Dessa forma, a tradição, diversidade e ancestralidade são valorizadas e exaltadas, permitindo que todos tenham conhecimento a respeito dos indígenas.

Encerrando a programação, a partir das 16h, o grupo CantaVento, apresenta o espetáculo Esticador de Horizontes. Com música, expressão corporal, poesia e teatro, o show se propõe a fazer crianças e adultos sonharem juntos e ampliarem o olhar poético para o mundo. Uma grande farra para gente pequena e grande.

O CantaVento é conhecido por fazer música como forma de brincadeira, permitindo que pais e filhos possam interagir e cantar juntos. Nesse espetáculo, que leva o mesmo nome do primeiro CD do grupo, lançado em 2013, misturam, entre outros, música de compositores como Milton Nascimento e trabalhos de poetas como Manoel de Barros.

Cantinho da Leitura e Feirinha de Troca

Como já é tradição no Fim de Semana em Família, a partir das 11h30, o público tem a opção de começar a se divertir com o Cantinho da Leitura e a Feirinha de Troca. O livro Sapatos trocados: como o tatu ganhou suas grandes garras de Cristino Wapichana, aborda costumes e tradições indígena. Essa história passou de geração em geração e virou livro. A saga de Kapaxi – que significa tatu –, um grande velocista e contador de histórias que ganha um par de sapatos mágicos para atuar em uma missão especial: a de mensageiro oficial do reino animal. O enredo se intensifica a partir do momento em que os sapatos de Kapaxi somem.

Essa e outras histórias podem ser lidas no Cantinho da Leitura, onde estão disponíveis 30 publicações do acervo infantojuvenil da biblioteca do Itaú Cultural. Uma oportunidade para novos aprendizados e descobertas. Na Feirinha de Troca, os pequenos podem trocar uma obra infantojuvenil – como livro, gibi e DVD – por outra, escolhida entre os materiais disponibilizados pelo instituto. No espaço, monitores e voluntários estão à postos para ajudar no que for preciso.

Cópia de CantaVento_esticador_MarliWunder (4)

Cantavento

Auritha Tabajara é poetisa, escritora cordelista, narradora de histórias indígenas, pedagoga em educação indígena diferenciada. Autora da obra Paradática Versos e Poesia editado pela secretaria de educação do estado do Ceará em 2010. Nascida na aldeia imburana, no município de Poranga no estado do Ceará, pertence a etnia do povo Tabajara e Kalabaça.

Rica Wapichana, estudante de pedagogia pela UNESP de São Paulo. Formada em técnica de nutrição e dietética direcionada a culinária indígena. Como educadora social participou do projeto Kuwai Kîrî, indígenas em contexto urbano na cidade de Boa Vista-RR. Tendo publicado sua participação com os artigos desse projeto no ano de 2010 pelo núcleo de pesquisa da Amazônia (NUPEPA) com o apoio da universidade federal de Roraima UFRR. Nasceu na aldeia serra da lua, no município de Normandia, no estado de Roraima extremo norte do Brasil. Pertence a etnia Wapichana.

Grupo CantaVento realiza um trabalho musical cuidadoso, feito para gente pequena e gente grande cantar junto. É formado por músicos e educadores interessados na aproximação e no diálogo com o universo musical infantil brasileiro. Em todos os seus espetáculos, a música se mistura à expressão corporal, à poesia e a elementos do teatro de rua, criando apresentações alegres e delicadas, um convite para a família toda se divertir e se emocionar. São sons carinhosos e alegres, que desejam esticar o olhar poético para o mundo e transformar o palco num lugar de brincadeira. Em 2013, o CantaVento lançou seu primeiro CD, Esticador de Horizontes, premiado com o ProAc. O grupo foi finalista do Prêmio Profissionais do Ano 2017, na categoria Projeto Infantil, ao lado de Hamilton de Holanda e Orquestra Petrobrás Sinfônica.

Cópia de CantaVento_esticador_MarliWunder (3)

Cantavento

 

Ficha Técnica
Direção musical e cênica: CantaVento
Voz: Carol Ladeira
Flautas e voz: Aline Moraes
Viola, charango e voz: João Arruda
Violão e voz: Marcelo Faleiros
Percussão: Adriel Job
Produção Executiva: Juliana Kaneto
Figurinos: Antônio Apolinário

Fim de Semana em Família
Dias 28 e 29 de outubro (sábado e domingo)
Às 14h
Oficina: tradições e ancestralidade e as diversidades dos povos indígenas do Brasil
Com Auritha Tabajara e Rica Wapichana
Duração: 90 minutos
Classificação indicativa: Livre
Local: Sala Multiuso
Capacidade: 30 crianças com 1 acompanhante cada uma
Entrada gratuita
Distribuição de ingressos a partir das 13h30
Interpretação em Libras

Às 16h
Show esticador de horizontes
Com o grupo CantaVento
Duração: 50 minutos
Classificação indicativa: Livre
Local: Sala Itaú Cultural
Capacidade: 224 lugares
Entrada gratuita
Distribuição de ingressos: a partir das 14h
Interpretação em Libras e audiodescrição

Das 11h30 às 16h30
Cantinho da Leitura e Feirinha de Troca
28 e 29 de outubro (sábado e domingo)
Piso térreo

Itaú Cultural
Avenida Paulista, 149, Estação Brigadeiro do Metrô
Fones: 11. 2168-1776/1777
Acesso para pessoas com deficiência física
Ar condicionado
Estacionamento: Entrada pela Rua Leôncio de Carvalho, 108.
Se o visitante carimbar o tíquete na recepção do Itaú Cultural:
3 horas: R$ 7; 4 horas: R$ 9; 5 a 12 horas: R$ 12
Com manobrista e seguro, gratuito para bicicletas.
http://www.itaucultural.org.br
http://www.twitter.com/itaucultural
http://www.facebook.com/itaucultural
http://www.youtube.com/itaucultural
http://www.flickr.com/itaucultural

acessibilidade

libras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s