Itaú Cultural apresenta solos de dança, no fim de semana, encerrando a programação de cênicas neste ano

No sábado, Marcos Moraes interpreta Anatomia do Cavalo, dirigida por Luis Ferron a apresentação faz uma referência à sua trajetória na dança e explora suas recordações; no domingo, o solo Olhos nas Costas e um Riso Irônico no Canto da Boca, da bailarina Luciane Ramos Silva, questiona as relações humanas

MM_ANATOMIA_MARCELA_HADDAD_2

Foto de Marcela Haddad

Nos dias 9 e 10 de dezembro (sábado, às 20h, e domingo, às 19h), o Itaú Cultural apresenta dois solos de dança, Anatomia do Cavalo, dirigido por Luis Ferron e interpretado por Marcos Moraes, e Olhos nas Costas e um Riso Irônico no Canto da Boca, da bailarina e antropóloga Luciane Ramos Silva. Ambas as apresentações encerram a programação de cênicas do instituto em 2017.

Anatomia do Cavalo utiliza o conceito da memória para desenvolver os movimentos que compõem a narrativa do espetáculo, como uma espécie de diário de bordo do próprio bailarino, traduzindo a beleza das lembranças da vida em passos, gestos e expressões. Em uma referência à dança moderna na vida de Moraes, a montagem trabalha dinâmicas corporais que se desenvolvem a partir de improvisações em cena. A proposta é criar uma tensão entre a representação cênica e a presença do artista junto ao público, explorando todos os limiares das recordações e do impacto que elas têm.

No domingo, 10, às 19h, Luciane Ramos Silva apresenta Olhos nas Costas e um Riso Irônico no Canto da Boca. O solo lança um olhar crítico para as questões de identidade nas quais o corpo é o espaço da diferença. A bailaria questiona, por meio da ficção e do imaginário, as redes de relações definidas pela ordem do outro e do mesmo, – inspirada pelo filósofo VY. Mudimbe, que define quem são, como são, o que fazem e como se comportam as pessoas. O objetivo é passar para o público sobre as relações humanas e empatia, e como isso se constrói na dança, dessa forma permite reviver memórias históricas por meio da discussão no corpo.

Marcos Moraes é bailarino e coreógrafo. Trabalha como artista, docente e produtor cultural. Criou e dirige, desde 2013, o projeto A Cozinha Performática, Plataforma Colaborativa de Pesquisa e Criação em Dança e Performance, um ambiente de colaboração artística que produz criações em variados formatos e linguagens, junto a diversos profissionais. É formado em Dança e em Técnicas Psico-corporais Para o Desenvolvimento Harmônico pelo Espacio de Desarrollo Armónico, de Montevidéu. Fez parte por quase 8 anos do Grupo Espacio de Dança Teatro (direção Graciela Figueroa), tendo trabalhado também com diversos artistas do Uruguai.
Teve presença forte na militância por políticas públicas e na articulação dos artistas organizados no Movimento Mobilização Dança, que levou à criação da Lei Municipal de Fomento à Dança de São Paulo. Foi coordenador nacional de dança da Funarte/MinC entre setembro de 2004 e janeiro de 2007.

Luciane Ramos Silva é Bailarina e antropóloga com formacão transdisciplinar. Doutoranda em dança e mestre em antropologia pela UNICAMP, tem especialização em Diáspora Africana pelo David C Driskell Center for the Study of the African Diáspora (Maryland/EUA). Atua como antropóloga no Acervo África, como professora na Sala Crisantempo e compõe o corpo editorial da Revista O Menelick2ato. Co- criadora do Diaspóros coletivo das Artes e membra do Fórum de danças contemporâneas e corporalidade plurais. Em sua trajetória de prática, pesquisa e ensino estudou em centros de referência como a Universidade de São Paulo, onde se graduou, Universidade de Maryland (EUA), Ecole des Sables (Senegal), EDIT (Burkina Faso), Centre Momboye (França), Centre Bagatai (Guiné Conacry), entre outros. Desde 2009 realiza pesquisa de campo na África do Oeste mirando contextos pedagógicos e práticas artísticas de dança.

MM_ANATOMIA_MARCELLA_HADDAD (3)

Foto de Marcela Haddad

Anatomia do Cavalo
Dia 9 de dezembro, sábado, às 20h
Duração: 40 minutos
Classificação indicativa: Livre
Local: Sala Itaú Cultural
224 lugares
Entrada gratuita
Distribuição de ingressos:
Público preferencial: duas horas antes do evento | com direito a um acompanhante
Público não preferencial: uma hora antes do evento | um ingresso por pessoa

Olhos nas Costas e um Riso Irônico no Canto da Boca
Dia 10 de dezembro, às 19h
Duração: 40 minutos
Classificação indicativa: Livre
Local: Sala Itaú Cultural
224 lugares
Entrada gratuita
Distribuição de ingressos:
Público preferencial: duas horas antes do evento | com direito a um acompanhante
Público não preferencial: uma hora antes do evento | um ingresso por pessoa

Itaú Cultural
Avenida Paulista, 149, Estação Brigadeiro do Metrô
Fones: 11. 2168-1776/1777
Acesso para pessoas com deficiência física
Ar condicionado
Estacionamento: Entrada pela Rua Leôncio de Carvalho. 108
Se o visitante carimbar o tíquete na recepção do Itaú Cultural:
3 horas: R$ 7; 4 horas: R$ 9; 5 a 12 horas: R$ 12
Com manobrista e seguro, gratuito para bicicletas.
http://www.itaucultural.org.br
http://www.twitter.com/itaucultural
http://www.facebook.com/itaucultural
http://www.youtube.com/itaucultural
http://www.flickr.com/itaucultural

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s