TomiSoko usa linguagem circense em La Ceremonia, tragicomédia que retrata situações características das esferas do poder

Em mais uma minitemporada de teatro no Itaú Cultural, o artista Tomás Sokolowicz, da companhia argentina  interpreta uma paródia quase surrealista de personagem consumido pela estrutura do poder e cuja trajetória é feita por meio de promessas que não passam de palavras e o conduzem da glória à decadência

 

 La Ceremonia_foto2 Halejandro Cortes

 

O Itaú Cultural apresenta de 12 a 15 de abril (quinta-feira a domingo)  La Ceremonia, espetáculo da companhia argentina TomiSoko, cujas origens remontam ao circo como uma linguagem inicial e primeira ferramenta de expressão. Com direção de Gabriel Páez e ideia, dramaturgia, criação e atuação de Tomás Sokolowicz, o espetáculo é um delírio tragicômico que aborda o colapso das estruturas quando as ideias são levadas ao seu limite.

 

La Ceremonia questiona os recursos utilizados por quem está no poder para construir seu discurso e questiona as estratégias dos grandes líderes para se impor como heróis ou salvadores da pátria. Assim, o espetáculo reflete sobre a essência e a mecânica do poder, fazendo uma paródia quase surrealista das situações que acontecem nessas esferas.

 

Para tanto, Tomás Sokolowicz faz uso da gestualidade corporal de líderes políticos e dos vendedores de ideias, e acaba construindo um corpo, um homem, uma ideia e um discurso que chega à poética do poder, sua instituição e sua idiossincrasia. Nesse cenário, o circo é usado como uma estratégia de entretenimento, impondo um protocolo e manifestando a espetacularidade do ritual: o discurso, a comunicação e a difusão.

 

O personagem de Sokolowicz vive da glória à decadência, tendo como consequência a desestruturação desse corpo formal. Suas estruturas o consomem e vêm contra ele. Suas promessas são apenas palavras. A vertigem da ação o leva ao precipício, dando origem a um novo estado, algo inesperado.

 

Sobre o grupo e o artista

A companhia TomiSoko mantém uma atuação permanente entre a cena e a pedagogia. Suas origens remontam ao circo como uma primeira linguagem e ferramenta de expressão. A pluralidade desta arte lhe deu a possibilidade de criar novos universos cênicos onde os estados, a manipulação de objetos, a habilidade e a imagem consolidam sua própria identidade dentro da cena. O circo foi morto e o talento ressurgiu como uma verdadeira necessidade artística, uma metáfora essencial dentro de um imaginário particular e inovador.

 

Tomas Sokolowicz é formado pela Escola de circo La Arena, em Buenos Aires, na Argentina, e no Centro das Artes do Circo Le Lido, em Toulouse, na França. Após as formações, ele fez uma busca extensa em teatro e movimento. Foi treinado junto com professores de renome em técnicas como Lecoq, Teatro Antropológico, sopros e quedas, mímica e comédia física. Com La Ceremonia e Aliados da gravidade, foi apresentado em festivais, teatros, convenções e encontros da Argentina, Uruguai, Chile, França, Brasil, Palestina e México.

La Ceremonia_foto Matias Silva

FICHA TÉCNICA

Ideia, dramaturgia, criação e atuação: Tomás Sokolowicz

Direção e acompanhamento artístico: Gabriel Páez

Assistência coreográfica: Gabriela Parigi

Figurino: Sandra Szwarcberg

Cenografia: Pía Drugueri

Música: Santiago Oveja Blomberg

Designer gráfico: Lisandro Notario

Desenho de luz: Fernando Cano

Produção: Cia. TomiSoko

Produção no Brasil: Relativo Produção Cultural

SERVIÇO

Espetáculo La Ceremonia

Dias 12, 13 e 14 de abril (quinta-feira, sexta-feira e sábado), às 20h

Dia 15 de abril (domingo), às 19h

Ideia, dramaturgia, criação e atuação: Tomás Sokolowicz. Direção e acompanhamento artístico: Gabriel Páez.

Duração: 50 minutos

Classificação Indicativa: 16 anos (possui cenas de violência e suicídio)

Com interpretação em Libras

 

Datas:

Sala Itaú Cultural (224 lugares)

Entrada gratuita

Distribuição de ingressos:

Público preferencial: 2 horas antes do espetáculo (com direito a um acompanhante)

Público não preferencial: 1 hora antes do espetáculo (um ingresso por pessoa)

Itaú Cultural

Avenida Paulista, 149, Estação Brigadeiro do Metrô

Fones: 11. 2168-1776/1777

Acesso para pessoas com deficiência

Ar condicionado

Estacionamento: Entrada pela Rua Leôncio de Carvalho, 108

Se o visitante carimbar o tíquete na recepção do Itaú Cultural:

3 horas: R$ 7; 4 horas: R$ 9; 5 a 12 horas: R$ 10.

Com manobrista e seguro, gratuito para bicicletas.

www.itaucultural.org.br

Assessoria de Imprensa:

Conteúdo Comunicação

Fone: 11.5056-9800

Cristina R. Durán: cristina.duran@conteudonet.com

Karinna Cerullo: cacau.cerullo@conteudonet.com

Mariana Zoboli: mariana.zoboli@conteudonet.com

Roberta Montanari: roberta.montanari@conteudonet.com

No Itaú Cultural:

Larissa Correa

Fone: 11.2168-1950

larissa.correa@terceiros.itaucultural.org.br

Carina Bordalo (programa Rumos)

Fone: 11.2168-1906

carina.bordalo@terceiros.itaucultural.org.br

www.conteudocomunicacao.com.br

www.twitter.com/agenciaconteudo

www.facebook.com/agenciaconteudo

libras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s