Itaú Cultural faz minitemporada do clássico do teatro ‘Sobre Ratos e Homens’

Em montagem contemporânea, o texto escrito nos anos de 1930 pelo autor americano John Steinbeck, transita entre a comédia e o drama provocando no público uma reflexão sobre as relações humanas. Em mais uma edição do Encontro com o Espectador, antes do último dia das apresentações os atores Ando Camargo e Ricardo Monastero conversam com o público e a crítica do site Teatrojornal Maria Eugênia de Menezes

Sobre Ratos e Homens_fotoDaniel Bianchini_1

Foto: Daniel Bianchin

 

De 26 a 29 de abril (quinta-feira a domingo), o Itaú Cultural apresenta Sobre Ratos e Homens, montagem contemporânea brasileira de Of Mice and Men, um clássico do teatro mundial. O texto original é assinado pelo norte-americano John Steinbeck (1902-1968), vencedor do Prêmio Pulitzer em 1940, e Nobel de Literatura em 1962. A encenação no Itaú Cultural, tem direção artística de Kiko Marques. Ricardo Monastero, um dos atores que compõem o elenco, fez a tradução desta trama que gira em torno de temas e buscas como a realização de sonhos, a verdadeira amizade e a esperança de alcançar uma realidade melhor. A peça é tema, ainda, de mais uma edição do Encontro com o Espectador – uma parceria do instituto com o site Teatrojornal para conversas mensais reunindo críticos, artistas e o público em torno do espetáculo em cartaz na ocasião.

Transitando entre a comédia e o drama, a narrativa traz personagens cativantes e realistas, que abordam temas comuns à humanidade, como a amizade, os sonhos, a solidão e a luta por uma vida digna. George e Lennie, personagens vividos, respectivamente, por Ricardo Monastero e Ando Camargo, por exemplo, são unidos pelo sonho de trabalhar e juntar dinheiro para comprar um pedaço de terra onde possam viver. Um é possuidor de raciocínio ágil, o outro é, ao mesmo tempo, forte e ingênuo. Juntos, são forçados a lidar com uma realidade dura em que só a amizade permite que continuem sonhando.

Em outra ponta, Mae, personagem de Erika Altimeyer, única mulher em cena, é casada com o filho do patrão e usa o seu charme e poder de persuasão para desestabilizar a ordem dos funcionários da fazenda. Formam o elenco, ainda, Cássio Inácio Bignardi, Daniel Kronenberg, Pedro Paulo Eva, Roberto Borenstein e Tom Nunes.

Steinbeck é conhecido por seus escritos imaginativos, mas também com olhar apurado sobre a realidade social, conhecidos no cenário literário mundial desde a primeira metade do século passado. Com romances tidos como obras sociais, ele usa de humor agressivo e de verve afiada, para escrever sobre a dignidade silenciosa dos pobres e oprimidos.

Não à toa, Sobre Ratos e Homens, cuja publicação completou 80 anos em 2017, já foi realizado em mais de 30 países. No Brasil, a peça foi apresentada pela primeira vez em 1956 no Teatro de Arena, com Gianfrancesco Guarnieri e Milton Gonçalves e direção de Augusto Boal. Seis décadas depois, em 2016, ganhou esta montagem dirigida por Kiko Marques e consagrada com o Prêmio de Melhor Espetáculo daquele ano pela Associação Paulista de Críticos de Arte. A cenografia e o figurino trazem o texto para a contemporaneidade, em um cenário e ato únicos. A luz e o som apontam ao espectador o momento que os personagens se põem a sonhar. 

Encontro com o Espectador

No dia 29 (domingo), a parceria do Itaú Cultural com o site Teatrojornal faz, às 15h, uma prévia do último dia da temporada do espetáculo, com um debate triangulado entre os atores Ando Camargo e Ricardo Monastero, a jornalista Maria Eugênia de Menezes e o público. A ação é uma das novidades da programação de Artes Cênicas do Itaú Cultural em 2018, sendo realizada todo último domingo de cada mês.

A iniciativa vinha sendo realizada há aproximadamente dois anos pelo coletivo de críticos que compõe o Teatrojornal, nascida do desejo de intensificar a mediação entre arte e público, e rendeu 16 encontros no período. Neste ano passou a ter como endereço a sede do instituto, na Avenida Paulista. A estreia foi em março, quando Fernando Sampaio e Fernando Paz, da Cia La Mínima, falaram com os jornalistas Valmir Santos e Beth Néspoli sobre o espetáculo Pagliacci, que estava em cartaz no instituto.

Sobre Ratos e Homens_fotoDaniel Bianchini_4

Foto: Daniel Bianchin

O diretor

Kiko Marques é carioca e se formou na Escola de Teatro Martins Penna. Com mais de 30 anos de experiência em teatro, venceu os prêmios Shell, APCA, Qualidade Brasil e Aplauso Brasil. É diretor e fundador do grupo teatral A Velha Companhia, cuja produção mais recente é Cais ou Da Indiferença das Embarcações, que completou em 2016 seu quinto ano de temporada. Seu texto O Travesseiro recebeu o prêmio do concurso Ana Maria Machado de dramaturgia. Atuou em parceria com artistas como Jô Soares, Renata Melo, Marco Antonio Braz e José Rubens Siqueira. Desde 2013 é artista residente na SP Escola de Teatro e, há 14 anos, integra o corpo docente do curso profissionalizante Indac.

 

Atores convidados

Ando Camargo é formado pela Escola de Arte Dramática/ECA-USP. Recebeu o Prêmio APCA de Melhor Ator em 2006, por Era uma Vez um Rio, de Lavínia Pannunzio, o V Premio Aplauso Brasil de Melhor Ator, por Sobre Ratos e Homens, e indicações ao Prêmio Coca Cola Femsa, na mesma categoria, em 2006 e 2004. Trabalhou com diretores como Enrique Diaz, Luis Carlos Vasconcelos, Roberto Lage, Ariela Goldmann, Isser Koric, Marcelo Marcus Fonseca e Gabriel Villela. Na televisão, integra o elenco da nova temporada de Malhação: Viva a Diferença, da Rede Globo, emissora na qual participou, em 2010, da série Na Forma da Lei, com direção de Wolf Maya, e do seriado Guerra e Paz, em 2008. No cinema, participou do filme Bruna Surfistinha, de Marcos Baldini, m 2010.

Ricardo Monastero é formado pela Escola de Arte Dramática/ECA-USP, com extensa especialização e sucessos na televisão, no cinema e no teatro. Durante cinco anos foi integrante do elenco da Companhia do Latão/SP e hoje é sócio da Dendileão, produtora premiada pelo Melhor Espetáculo de 2016, pela APCA, com Sobre Ratos e Homens. Atualmente é Pietro na novela Deus Salve o Rei, da TV Globo, além de protagonizar a série Gigantes de Brasil, do canal History, como Guilherme Guinle. Na mesma emissora, está na minissérie Queridos Amigos, de Maria Adelaide Amaral, como a travesti Brenda. No cinema, está em As Aventuras do Homem Invisível, de Maria de Medeiros, e Bala Sem Nome, de Felipe Cagno.

Sobre Ratos e Homens_fotoDaniel Bianchini_2

Foto: Daniel Bianchin

FICHA TÉCNICA

Sobre Ratos e Homens

Direção Artística: Kiko Marques

Tradução: Ricardo Monastero

Elenco: Ando Camargo, Cássio Inácio Bignardi, Daniel Kronenberg, Erika Altimeyer, Pedro Paulo Eva, Ricardo Monastero, Roberto Borenstein e Tom Nunes

Cenografia: Marcio Vinicius

Figurinos:  Fabio Namatame

Trilha Sonora: Martin Eikmeier

Iluminação: Guilherme Bonfanti

Visagismo: Raphael Cardoso

Maquiadora: Chloé Gaya

Diretor de Palco: Sidney Felippe

Técnica de Som: Carol Andrade

Técnica de Luz: Kuka Batista

Produção e Realização: Dendileão Produções Artísticas

Gestão de projeto e Sustentabilidade: Celso Monastero

Coordenadora Administrativa: Sonia Odila

Assessoria Jurídica: Francez e Alonso Advogados Associados

Direção de Produção: Antonio Ranieri

 

Espetáculo Sobre Ratos e Homens

Dias 26, 27 e 28 de abril (quinta-feira, sexta-feira e sábado), 20h

Dia 29 de abril (domingo), às 19h

Sala Itaú Cultural (224 lugares)

Duração: 110 minutos

Classificação Indicativa: Não recomendado para menores de 12 anos


Encontro com o Espectador

Com Ando Camargo e Ricardo Monastero

Mediação: Maria Eugênia de Menezes

Dia 29 de abril (domingo), às 15h

Sala Vermelha (70 lugares)

Duração: 90 minutos

Classificação Indicativa: Livre

Interpretação em Libras

Entrada gratuita

Distribuição de ingressos:

Público preferencial: 2 horas antes do espetáculo (com direito a um acompanhante)

Público não preferencial: 1 hora antes do espetáculo (um ingresso por pessoa)

Estacionamento: Entrada pela Rua Leôncio de Carvalho, 108

Se o visitante carimbar o tíquete na recepção do Itaú Cultural:

3 horas: R$ 7; 4 horas: R$ 9; 5 a 12 horas: R$ 10.

Com manobrista e seguro, gratuito para bicicletas.

 

Itaú Cultural

Avenida Paulista, 149, Estação Brigadeiro do Metrô

Fones: 11. 2168-1776/1777

Acesso para pessoas com deficiência

Ar condicionado

www.itaucultural.org.br

www.twitter.com/itaucultural

www.facebook.com/itaucultural

www.youtube.com/itaucultural

www.flickr.com/itaucultural

 libras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s