Casa das Rosas analisa participação de estrangeiros nas produções cinematográficas brasileiras

A atividade gratuita aborda o cinema brasileiro feito por dois diretores húngaros, um italiano e um brasileiro

casa-das-rosas-II

A Casa das Rosas convida os amantes do cinema para uma atividade especial e gratuita no dia 26 de maio, sábado, das 15h às 17h. Estrangeiros em Cena: O Cinema dos Trânsitos abordará três momentos marcantes da história das produções cinematográficas brasileiras feitas por húngaros, italianos e um brasileiro que iniciou sua carreira na França. Para participar basta fazer a inscrição pelo site ou presencialmente na recepção do museu, que integra a Rede de Museus-Casas Literários da Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo, gerenciada pela Poiesis.

Ministrada por Donny Correia, professor de História e Linguagem do Cinema na Academia Internacional de Cinema, a atividade explorará a obra de Alberto Cavalcanti, brasileiro que iniciou sua carreira como diretor na França – durante o período das vanguardas –, destacando o filme Rien que les heures (1926). Também será tema do encontro o documentário experimental São Paulo, sinfonia da metrópole (1929), dos cineastas húngaros Adalberto Kemeny e Rudolf Lustig. E, por fim, será abordada a produção geral da Cia. Cinematográfica Vera Cruz, iniciativa de cinema industrial do produtor cultural Franco Zampari, em 1949. Cavalcanti, Kemeny, Lustig e toda Cia. Cinematográfica Vera Cruz tiveram um papel fundamental na história do cinema brasileiro.

Donny é mestre e doutorando em Estética e História da Arte pela USP, coordenador de programação cultural dos Museus-Casas Literários e curador da Sala Cinematographos, da Casa Guilherme de Almeida.

SOBRE A CASA DAS ROSAS

A Casa das Rosas – Espaço Haroldo de Campos é um museu dedicado à poesia, à literatura, à cultura e à preservação do acervo bibliográfico do poeta paulistano Haroldo de Campos, um dos criadores do movimento da poesia concreta na década de 1950. Localizada em uma das avenidas mais importantes da cidade de São Paulo, a Avenida Paulista, o espaço realiza intensa programação de atividades gratuitas, como oficinas de criação e crítica literárias, palestras, ciclos de debates, exposições, apresentações literárias e musicais, saraus, lançamentos de livros, performances e apresentações teatrais. O museu está instalado em um imponente casarão, construído em 1935 pelo escritório Ramos de Azevedo, que na época já tinha projetado e executado importantes edifícios na cidade, como a Pinacoteca do Estado, o Teatro Municipal e o Mercado Público de São Paulo.

SOBRE A POIESIS

A Poiesis – Organização Social de Cultura é uma organização social que desenvolve e gere programas e projetos, além de pesquisas e espaços culturais, museológicos e educacionais, voltados para a formação complementar de estudantes e do público em geral. A instituição trabalha com o propósito de propiciar espaços de acesso democrático ao conhecimento, de estímulo à criação artística e intelectual e de difusão da língua e da literatura.

SERVIÇO

Estrangeiros em Cena: O Cinema dos Trânsitos

Sábado, 26/5 – das 15h às 17h

Casa das Rosas – Espaço Haroldo de Campos de Poesia e Literatura

Avenida Paulista, 37 – Paraíso – São Paulo (próximo à estação Brigadeiro do metrô)

Telefone: (11) 3285-6986 | 3288-9447

Funcionamento: de terça-feira a sábado, das 10h às 22h, e aos domingos e feriados, das 10h às 18h

Convênio com o estacionamento Parkimetro: Alameda Santos, 74 (exceto domingos e feriados)

www.casadasrosas.org.br

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s