30 anos de Bloomsday: Casa Guilherme e Casa das Rosas homenageiam James Joyce com programação especial

Programação gratuita inspira-se em tradicional “velório festivo” e conta com música, dança, exibição de filmes, leituras de trechos e oficina de tradução

James Joyce portrait Irish

James Joyce

O romance Ulysses, marco da literatura ocidental contemporânea escrito pelo irlandês James Joyce, narra os acontecimentos vividos pelo personagem Leopold Bloom durante 16 horas do dia 16 de junho de 1904. Não se sabe ao certo quando as homenagens ao protagonista começaram, mas há décadas, o dia 16 de junho passou a ser internacionalmente conhecido como Bloomsday.  Em 2018, as comemorações na cidade de São Paulo completam 30 anos e nos dias 15 e 16 de junho, sexta-feira e sábado, a Casa Guilherme de Almeida e a Casa das Rosas organizam uma programação especial para homenagear o célebre escritor irlandês.

Abrindo as celebrações, na sexta-feira, das 19h às 21h, Maria Teresa Quirino comandará a palestra Desvendando o Ulysses, de James Joyce, que será realizada na Casa Guilherme. A proposta é traçar um panorama da obra do irlandês, e também a história da recepção do livro e da compreensão crítica de suas características. A palestrante é mestra em Estudos Linguísticos e Literários em Inglês, e doutora em Letras. É também professora de português e de inglês, e tradutora e estudiosa da obra de James Joyce.

Já no sábado, das 15h às 16h15, será a palestra Indeterminação de sentidos no Ulysses de James Joyce, cuja a convidada é Amara Moira. A ideia é discutir a utilização de efeitos sonoros – particularmente das onomatopeias – na obra do irlandês. O tema da atividade, que será na Casa Guilherme, é o mesmo da tese de doutorado de Amara, que é professora e escritora.

Logo depois, às 16h30, será o debate via internet Ulisses, um estudo, mediado por Marcelo Tápia, diretor dos Museus-Casas Literários e atual organizador do Bloomsday em São Paulo. O bate-papo contará com a presença do professor e crítico Aguinaldo Médici Severino, que é também estudioso da obra de Joyce, e do escritor Abdon Franklin de Meiroz Grilo, que é autor do livro Ulisses, um estudo, que foi recém-publicado.

O evento festivo O Cidadão em Ulysses fechará as comemorações no sábado, das 19h às 21h30, na Casa das Rosas. O tema deste ano é o capítulo 12 de Ulysses – que conta o episódio do Ciclope, da Odisseia de Homero –, que é quando surge o nacionalista Cidadão, um dos personagens mais marcantes do romance. Além de música e dança tradicionais da Irlanda, também haverá leituras de trechos da obra de Joyce em diversos idiomas. E, por fim, o velório de Finnegan, baseado no romance Finnegans wake, do escritor, também será lembrado por conter semelhanças e ligações com o conto Quincas Berro D‘Água, do brasileiro Jorge Amado.

A Casa Guilherme de Almeida e a Casa das Rosas são integrantes da Rede de Museus-Casas Literários da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, gerenciada pela Poiesis. A Casa Guilherme de Almeida tem o patrocínio da Caixa Econômica Federal, por meio de seu Programa de Apoio ao Patrimônio Cultural Brasileiro.

 O Bloomsday

A comemoração do Bloomsday começou em 1924, quando amigos ofereceram uma festa ao escritor que havia se lançado em um empreendimento ambicioso: Finnegans Wake, uma série de pequenas narrativas transcorridas na mente adormecida do protagonista. Em 1954, a festa passou a ser regular em Dublin, com fãs se reunindo para e celebrar a data, e logo se estendeu a outras cidades do mundo, como Londres e Nova York. O evento foi criado em São Paulo em 1988, por Haroldo de Campos, que participou de sua organização até seu falecimento, em 2003. O Bloomsday paulistano inspirou diversas celebrações no Brasil, como as de Florianópolis (SC), Santa Maria (RS), Rio de Janeiro (RJ), Belo Horizonte (MG) e Porto Alegre (RS), entre outras.

A Poiesis – Organização Social de Cultura é uma organização social que desenvolve e gere programas e projetos, pesquisas e espaços culturais, museológicos e educacionais voltados para a formação complementar de estudantes e do público em geral. A instituição trabalha com o propósito de propiciar espaços de acesso democrático ao conhecimento, de estímulo à criação artística e intelectual e de difusão da língua e da literatura.

Bloomsday

Sexta e sábado, dias 15 e 16/6

 – Desvendando o Ulysses, de James Joyce

Sexta-feira – das 19h às 21h

Casa Guilherme de Almeida

– Indeterminação de sentidos no Ulysses de James Joyce

Sábado – das 15h às 16h15

Casa Guilherme de Almeida

Ulisses, um estudo

Sábado – a partir das 16h30

Transmissão pela internet

– O Cidadão em Ulysses

Sábado – das 19h às 21h

Casa das Rosas

Casa Guilherme de Almeida

Anexo: Rua Cardoso de Almeida, 1943

Museu: Rua Macapá, 187 – Perdizes – São Paulo

Telefone: (11) 3673-1883 | 3672-1391

Funcionamento: de terça-feira a domingo, das 10h às 18h

www.casaguilhermedealmeida.org.br

 

Casa das Rosas – Espaço Haroldo de Campos de Poesia e Literatura

Avenida Paulista, 37 – Paraíso – São Paulo (próximo à estação Brigadeiro do metrô)

Telefone: (11) 3285-6986 | 3288-9447

Funcionamento: de terça-feira a sábado, das 10h às 22h, e aos domingos e feriados, das 10h às 18h

Convênio com o estacionamento Parkimetro: Alameda Santos, 74 (exceto domingos e feriados)

www.casadasrosas.org.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s