Lara Couto lança o livro ‘História versada de uma breve vida’ e estreia solo teatral homônimo em Vila Velha

CAPA_Historia versada_v2_GRAFICA

No próximo domingo, às 17h, a atriz e poetisa Lara Couto lança História versada de uma breve vida, projeto autobiográfico contemplado pelo edital de literatura da Secult e que se desdobra em dois produtos: um livro de poesias e um solo teatral homônimo. O evento acontece no Teatro de Vila Velha e tem entrada franca.

No livro e na peça, a autora abre seu álbum de recordações imaginárias, convidando os leitores e a plateia a seguirem numa aventura pessoal: lançar um olhar poético sobre sua própria história. Trata-se de um delicado, intimista e divertido passeio sobre a memória e seus desdobramentos

História versada de uma breve vida reúne poemas e textos sobre diferentes fases da vida, propondo um passeio poético entre escritos e lembranças. “Quando o livro é aberto, o leitor se depara, de um lado, com uma poesia, e de outro, com comentários sobre o contexto no qual foi escrito. Como se trata de uma obra de cunho autobiográfico, o formato espelhado apresenta pensamentos e inquietações que reforçam ainda mais o aspecto intimista da proposta”, afirma Lara.

O poemas foram escritos ao longo de dez anos, entre 2008 e 2018. Um período produtivo relativamente intenso, ressalta a autora, que publicava seus versos em um blog pessoal (laracouto.blogspot.com). Para o formato em livro, os textos foram selecionados por ela, seguindo um critério de relevância e gosto, e foram organizados considerando o percurso a ser feito pelo leitor, isto é, não estão em ordem cronológica.

“A escolha pela poesia foi uma questão de afeto. Publiquei no blog outros tipos de textos, mas, nesse momento, senti uma necessidade maior de publicar os poemas. Então é a poesia que norteia todo o resto, inclusive a parte dramatúrgica. A construção do texto do solo se deu em sala de ensaio, já com o livro pronto, a partir de experimentações. No jogo da cena, outros conteúdos entraram, outros tiveram que sair. Mas tudo começa com o poema, ou com as memórias que alimentam o poemas”.

Lara conta que o processo criativo de escrita foi mais espontâneo. O desejo de escrever surgiu de suas próprias inquietações, sem seguir uma rotina ou regularidade. “Depois de escrito, eu me dei a liberdade de modificar os textos, seguindo meu próprio processo de amadurecimento. O processo criativo do solo foi mais organizado. O principal desafio foi elaborar o texto dramatúrgico, o que consegui a partir de parceiros de criação, os integrantes do Núcleo de Investigação em Processos Colaborativos, núcleo que pesquisa cênica que coordeno. Por diversas vezes eu levei ao Núcleo cenas, textos, imagens e ideias sobre o espetáculo. Eles me ajudaram a amadurecer as propostas e direcionar a criação”, completa.

Lara Couto 1 – foto de Mayte Belessa

Lara Couto (Foto de Mayte Belessa)

História versada de uma breve vida

Lara Couto

Editora Cousa, 90 páginas

Quanto: R$ 10,00

Lançamento dia 30/9, domingo

17h – Teatro de Vila Velha

Praça Duque de Caxias, Centro, Vila Velha

Entrada franca

Informações: (27) 99956-0277

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s