Flipoços debate genocídio indígena em mesa inédita

Bate-papo conta com líder indígena e escritor Aílton Krenak e com as autoras Betty Mindlin, Andreia Duarte e Rita Carelli

ailton krenak

Ailton Krenak é um dos convidados para o debate

Em um ano de relevantes mudanças no panorama nacional, a 14ª edição do Festival Literário Internacional de Poços de Caldas, o Flipoços, que ocorre entre os dias 27 de abril e 05 de maio, vai discutir assuntos urgentes, como a questão indígena.

Nessa edição do Festival que a temática será “Literatura sem fronteiras”, enaltecendo o valor da mistura de culturas, raças, gêneros, línguas e povos variados na formação brasileira, os indígenas são parte fundamental na construção da cultura do Brasil e na nossa formação como cidadãos.

Entre os convidados que já confirmaram presença estão o líder indígena Ailton Krenak, autor do livro “A luta pela terra não parou até hoje”, a antropóloga e escritora Betty Mindlin, a pesquisadora de povos indígenas e atriz Andreia Duarte, protagonista da peça“Gavião de Duas Cabeças”, que denuncia o genocídio e a situação dos povos indígenas e a escritora e cineasta Rita Carelli, atriz e autora do livro “Minha Família Enauenê”.

Para a curadora e organizadora do festival, Gisele Corrêa Ferreira, uma mesa sobre a literatura indígena é fundamental neste ano. “Nós tivemos o cuidado de pensar esta temática e de, com o apoio da Betty Mindlin, formatar esta mesa, em que o debate sobre o genocídio dos povos indígenas e a literatura, bem como a arte, feita a partir desta pauta, torna-se obrigatório. Será uma mesa de altíssima qualidade intelectual e indispensável na nossa programação, visto que os povos indígenas são inerentes à nossa formação”, declarou.

Os convidados para a mesa protagonizam uma série de ações que já fomentam o debate sobre a causa indígena. Andreia Duarte, que viveu cinco anos no Xingu, protagoniza a peça “Gavião de Duas Cabeças”, apresentada na França em 2018. Rita Carelli representa Betty Mindlin na série ficcional de cinco episódios “Diários da floresta” dirigida por  Luiz Arnaldo Campos, exibida no Canal Brasil e inspirada no livro de mesmo nome, este o conjunto de registros biográficos não ficcionais das viagens de campo de Betty Mindlin aos Paiter Suruí de 1978 a 1983.

betty mindlin

Betty Mindlin é uma das escritores que integram a mesa

Sobre o Flipoços

O Flipoços é realizado pela GSC Eventos Especiais e em 13 edições  recebeu cerca de 1 milhão de visitantes e inúmeros autores nacionais e internacionais. Em 2018, o festival recebeu o troféu de vencedor na categoria Cadeia Produtiva do Prêmio IPL – Retratos da Leitura 2018. O prêmio realizado em sua terceira edição busca reconhecer e valorizar as empresas e institutos da cadeia produtiva, que investem em projetos de incentivo à leitura, promoção de novos leitores e consumidores de livros que são a garantia do futuro do livro e do seu mercado.

O Flipoços 2019 conta com o apoio do DME, Supervale Supermercados e com as entidades Câmara Brasileira do Livro, Câmara Mineira do Livro, Instituto Pró-livro, Embaixada de Portugal no Brasil e Instituto Camões. Mais informações podem ser obtidas no site www.flipocos.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s