Nanna Ajzental: Tic Tac

nanna perfil

 

13:45h Restauração

Tchac, tchac. Jesus sabe que cada Tic Tac é formado por 60 camadas de açúcar e químicos, as quais fazem o sabor mudar progressivamente enquanto é dissolvido. Abre a caixa de cabeça para baixo, deixando na tampinha a unidade perfeita, como deve ser. Tac, tac, está no fim. É de laranja, ninguém vai querer, todo mundo prefere o de menta. Jesus não divide suas iguarias com qualquer um. A volta doce derretendo em arrepios nas papilas, leve mentol, Jesus é paciente em decifrar o gosto conforme o Tic Tac muda, espalhando instantes pela cavidade oral. Degusta a pílula, deleite de cereja, morango, maracujá, indo dos lábios à ponta da língua, à parte interna da bochecha, para então acomodar bem no zênite do céu da boca. Um dia, Jesus vai descobrir que as pastilhas vermelhas são feitas com um insetinho chamado cochonilha. Então, não pense que por piedade mas por puro nojo, passará a preferir outras com corantes potencialmente cancerígenos que lesem seu trato digestivo, deixando as pobres cochonilhas em paz e piorando a gastrite. Roger, seu futuro colega de trabalho, vai achar essa história de corante com inseto uma frescura sem tamanho. Há de cuspir num café que buscar para Jesus, dizendo toma aqui sua cochonilha, seu filho da puta.

15:00h Restauração

Laurinha é uma criança comum, que gosta de coisas comuns de criança: açúcar, maltodextrina, amido de arroz, aromatizantes, espessante goma arábica, frutose, antiumectante estereato de magnésio, glaceante E903. A pessoa adulta favorita de Laurinha é a tia Judite. Todas as vezes em que visita tia Judite, ganha guloseimas coloridas, do tipo que a garotada ama. Tia Judite tem diabetes e come apenas sua própria balinha sem açúcar. Laurinha aprendeu que devorar muitas dessas balinhas de diabetes dá diarreia.

Laurinha é uma criança padrão e, como toda criança, adora caramelo 4 (E150d), amarelo crepúsculo (E110), azorrubina (E122), vermelho 40 (E129), tartrazina (E102) e ponceau 4R (E124). Em frente ao espelho, estica a língua azul até quase encostar o queixo. Queria comer todas as cores de uma só vez e ficar com o corpo feito arco-íris por dentro, mas só conseguiu um marrom asqueroso.

Laurinha é fã de desenho animado, dextrose, xarope de glucose de milho, sacarose, amido, açúcar invertido, polidextrose, galactose, sorbitol. Adora assistir às aventuras na companhia de um pacote de milho, óleo vegetal e preparado para salgadinho sabor queijo aromatizado e colorido artificialmente (maltodextrina, sal, soro de manteiga, farinha de trigo, queijo, açúcar, óleo de soja e óleo de algodão, especiarias, realçadores de sabor: glutamato monossódico, inosinato dissódico e guanilato dissódico, aromatizantes, reguladores de acidez: fosfato dissódico, ácido cítrico e ácido lático, corante artificial amarelo crepúsculo e corante caramelo).

Certa tarde, enquanto lê gibis e come Tic Tacs, Laurinha se dá conta da efemeridade dos sabores, do gosto fugaz que a obriga a colocar na boca uma drágea em seguida da outra. Rebelde, decide aprisionar todo o sabor da pastilha numa única bola de cuspe que vai formando. Quando enfim concentra o máximo do sabor, bochecha o líquido doce contente e satisfeita. Então tia Judite surge da cozinha com um refrigerante diet. Sem que Laurinha possa evitar, aperta suas bochechas tão fofinhas, provocando uma explosão de baba.

17:00h Canal

Tadeu quase perdeu a cabeça na banca de revistas. Atrasado, percebeu que faltavam cinco centavos para comprar um tubo de Mentos, mas o dono ranzinza era incapaz de trocar uma nota de cinquenta. Regras do estabelecimento, o caralho! Tem troco no caixa! Foda-se o adesivo, troco máximo não existe! Se não tem troco, vou levar de graça! Direitos do consumidor, direitos do consumidor! Diante dos ponteiros apressados, baixou a bola e levou uma caixinha de Tic Tac, abriu com raiva e comeu logo cinco de uma vez. Um lago pedregoso sabor laranja com que se distrair no ônibus, mas ônibus também não troca cinquenta. Ansioso, dobrou esquinas à procura de um táxi, foda-se, tudo culpa do velho escroto da banca.

Chega ao consultório em cima da hora, Tic Tac na mão. A secretária o convida a sentar para aguardar, mas, embora suas pernas estejam latejando da pressa, ele diz que prefere ficar em pé. Ler Caras? Jamais! Passa a caminhar de um lado ao outro, sacodindo tenso seu guizo de plástico no bolso de trás. Tic tac, tic tac, tic, tac. Come mais duas balas, troca para o bolso da frente. O celular sem bateria, vê as horas no relógio de pulso: doutor Sidney está atrasado, tic tac, tic tac, tic, tac. Irritado e morto de tédio, Tadeu mede os minutos que leva para comer cada pastilha, e então passa a usá-las como unidade de tempo. Finalmente senta e fixa os olhos na maçaneta do consultório com desesperança, tenta o risco de uma overdose. Boca repleta, o azedo é quase cãibra correndo os arcos da mandíbula por trás. Ainda vivo, a espera dura mais quinze Tic Tacs desgastados com paciência.

Se alguém prestasse atenção nele, Tic Tac por Tic Tac, haveria de se perguntar: é o homem quem devora a pastilha ou a pastilha quem engole o próprio Tadeu?

 

Nanna Ajzental escreve em Curitiba. É médica do SUS e instrutora de Pole Dance. Faz parte da grupa Membrana Literária – rede afetiva, crítica e colaborativa de leitores, ouvintes e escritores. Integrante da EMA – Escritores Muito Anônimos, com os quais autopublicou duas revistas, ilustra crônicas e poesias para o site.

Livre Opinião – Ideias em Debate
jornal.livreopiniao@gmail.com

Quer ficar por dentro de tudo o que acontece no Livre Opinião – Ideias em Debate? É só seguir os perfis oficiais no TwitterInstagramFacebook e Youtube. A cultura debatida com livre opinião

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s