Vertin faz primeiro show em Salvador

Pernambucano divide a noite com Nelson Maca neste sábado, no Mercadão CC

FLYER FRANCISCO

O cantor e compositor pernambucano Vertin se apresenta pela primeira vez em Salvador neste sábado (01/06) no Mercadão CC, no Rio Vermelho. Ele mostra, em formato acústico, o repertório de seu segundo álbum, Pássaro Só, lançado no ano passado. E divide a noite com o poeta Nelson Maca e com o DJ Pinduka.

Com um trabalho autoral e multicultural, Vertin tem chamado atenção pelo olhar introspectivo com que trata diferentes temas em suas canções. Lançado de forma independente e produzido pelo próprio Vertin,  o álbum é composto por 12 faixas. Entre elas, Domingos, homenagem ao ator Domingos Montagner, que morreu após ser arrastado pela correnteza do Rio São Francisco, em 2016. No show, ele apresenta, ainda, canções de trabalhos anteriores como À que MorreuPermutação e De Alma, Corpo, Mente e Coração, gravadas por Almério, Lirinha e Marcelo Jeneci, respectivamente.

Antes de Vertin, Nelson Maca declama seus poemas negros em diálogo com os tambores de Jorjão Bafafé, na performance batizada de Tamborismo. Maca lança no evento o videopoemaSalvador Maputo, uma das ações da campanha Go Afrika – através da qual ele viabilizará sua ida a Moçambique, em julho. Ele também vai expor no local as camisetas feitas exclusivamente para o projeto.

 Quem abre a noite é o DJ Pinduka, com um repertório “de música pra pular” que dialoga com os dois artistas e transita pelo caminho de Ednardo, Amelinha, Zé Ramalho, Roze, Raimundo Sodré, Lazzo Matumbi, Papete e muito mais.

rodrigo-braga

Vertin

Além de músico, Vertin é ator, com vários trabalhos no currículo. Seu último trabalho é o inédito Sertânia, novo filme de ficção do cineasta baiano Geraldo Sarno. Ele também esteve no elenco dos filmes Big Jato (Cláudio Assis) e Marighella (Wagner Moura) e na segunda temporada da série 3% (Netflix). Seu primeiro álbum, Filhosofia, foi lançado em 2012.

 Tamborismo

Performance poético-musical do escritor Nelson Maca em diálogo com a percussão de Mestre Jorjão Bafafé. Explora o ritmo orgânico da língua e do corpo acompanhada pelo couro e efeitos da percussão afro-baiana. Células rítmicas do candomblé, do reggae, do dub, do rap, do kalypso, do funk carioca e do funk-soul fundem-se com o ritmo próprio dos versos. Em conteúdo e forma, Maca e Bafafé transitam no território da negritude.

Pinduka
Interessado na canção popular brasileira em seus muitos modos, vai levar para a pista um set dedicado à música pra pular nordestina dos anos 70. Entre as bolachas que vão girar nos toca discos, biscoitos finos com a psicodelia sertaneja de Amelinha, Ednardo e o Pessoal do Ceará, Zé Ramalho, Fagner, Geraldo Azevedo, Alceu Valença, Dominguinhos, Sivuca, Roze, Fábio Paes e Papete, além de afoxés e outras levadas baianas extraídas diretamente dos sulcos dos discos de vinil de Gerônimo, Lazzo, Jorge Alfredo e Raimundo Sodré.

Show: Vertin, Nelson Maca e Jorjão Bafafé e DJ Pinduka

Onde: Mercadão CC (Rio Vermelho)

Quando: sábado (01), a partir das 18h

Ingressos: Pague Quanto Quiser (com sugestão a partir de R$10)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s