3 poemas de Sofia Ferrés

  um dia viro alguém viro a página me livro desse vício viro livro e você me lê ★ caminhar o dia de mãos bem dadas acordar primeiro [e a parte mais macia da perna servir com batatas] desmaiar a pele numa pilha de roupas ou em fibras de horas entrelaçadas ★ a coragem serena…

3 poemas de Sofia Ferrés

  encontro-me natural, não há um só dia que eu resista em migrar seu nome pela minha carne de água, entreabro deixo que a escrita pulse aflita um movimento pra baixo esse traçado são hoje poemas sagrados em mim ★ os dois floridos nas suas roupas ela balança a perna e a sandália preta quase…

3 poemas de Sofia Ferrés

aqueço a cachoeira a 38º sinto embaixo ensurdecer com barulho oco de selva a lâmpada gera 40 watt de entardecer e o vapor de alecrim mato em essência quase nem noto diferença entre sabiá e esse alarme de celular. estou plena envolta em natureza morta ★ eis que chega aquela hora do dia: acabou o…

3 minicontos de Sofia Ferrés

Ficou um ano tentando esquecê-lo. Esperava sentada na mesa da padaria que com certeza ele um dia viria. Olhava imóvel para a porta de entrada, ensaiava jogar aquele milkshake na sua cara. Você é um crápula, diria. As pessoas aplaudiam. Ela ria. Saía vitoriosa. Ele nunca apareceu. ★ Ele sofria e falava sobre sua amada,…

Três poemas de Sofia Ferrés

  recebi teu livro do pacote ao abri-lo saiu um cheiro de éter deve ser da tinta impressa presa ou das palavras hospitalizadas senti tontura o dia inteiro   ★ uma linha se abre com tua velocidade venta folhas e um ombro se vira a língua paralítica suspeita no efeito de vácuo de te ver…

A poesia de Sofia Ferrés

no começo fomos sonho, eu e você dávamos as mãos, calados não havia o tempo nem tínhamos inventado pedras a manhã se confundia com orvalho e orvalho com aurora e o sol esquentava apenas o exato. dormimos e respiramos butuca de cigarro, caíram gravetos antes do tempo e tudo virou um grande tormento de encontros…

3 poemas de Sofia Ferrés

às 5 em ponto o sol se espeta na altura do olho metade fica atrás do prédio, metade ataca e derrete toda a fachada o quarteirão todo vira um mar Amarelo ouro ★★★ se eu for reto pelo caminho Vermelho que desprendo do peito chegaria direto no bairro lá embaixo onde nos conhecemos ★★★ lembro…

Três poemas de Sofia Ferrés

sentamos num bar. mesa posta de fim-de-tarde, você ajeita uma sequência de gestos para provocar copos cheios de vontade, mas você já nada pode contra mim , ou por nós. você dá goles de certezas, remaneja o rosto pra desviar das estacas de luz que entram no olho, enche a cara com brilhos de um…

Leia dois poemas de Sofia Ferrés

te pones el abrigo y te marchas oigo tus pasos disminuyendo hasta que no queda más que el ruido del golpe del viento en la puerta retumbando – como la única solución . una mentira casi fuiste solución hoy ni problema sos . ★★★   los pájaros hacen como un baile antes de zambullirse al…

Leia três poemas de Sofia Ferrés

relógio não diz hora diz agora o tempo inteiro ★★★ um calendário cheio de futuro pesa ao fitá-lo: indaga de mim mais presença ★★★ você pousado entre minhas pernas me ouvindo cantar frases pequenas meus dedos marcando o ritmo e garras na tua lombar