Três minicontos de Renata Py

Renata Py é publicitária, foi editora-chefe da PUNKnet e locutora na Antena Zero. Trabalhou com jornalismo cultural em veículos como Showlivre e Kultme. Hoje dedica-se apenas à escrita literária.   Fuga Inquieta sem saber motivo, Rosalva não demorou para romper com o hábito de rotina. Percebeu emoção em instantes de descuido e abandonou-se ao acaso. Foi…

Renata Py: Retrato Antigo

    Seus passos chegavam como notas de bandolim. Pelas pontas, nunca apoiados inteiros no chão, como se você não quisesse pertencer ao solo. Ainda assim, eles deixavam pontos definindo sua trajetória para quem quisesse seguir. Muitos iam atrás, alimentados por algo seu. Eu não tinha essa percepção de privilégio quando você ainda corria para…

‘Moça quase-viva enrodilhada numa amoreira quase-morta’, de Evandro Affonso Ferreira. Por Jorge Antônio Ribeiro

O poeta, a musa e as palavras. É nas entranhas deste triângulo que Evandro Affonso Ferreira compôs sua narrativa poética com um cuidado que se assemelha ao esmero do escultor ou ao capricho do músico ao realizarem suas obras; este livro remete às imagens que um escultor encontra na pedra e às músicas que um…

Nanna Ajzental: Tic Tac

  13:45h Restauração Tchac, tchac. Jesus sabe que cada Tic Tac é formado por 60 camadas de açúcar e químicos, as quais fazem o sabor mudar progressivamente enquanto é dissolvido. Abre a caixa de cabeça para baixo, deixando na tampinha a unidade perfeita, como deve ser. Tac, tac, está no fim. É de laranja, ninguém…

Renata Py: Semitons

  Mãe, preciso sair desse sofá mas a única coisa que eu penso é escrever essa carta. O móvel é o mesmo de quando você ainda vivia aqui, porém hoje está com o couro áspero e alguns rasgos. O prédio está em chamas, literalmente. Já não consigo olhar a boate do outro lado da rua…