Marcelo Flecha: O outro passado

O passado de um artista é a sua trajetória, e dele depende o implacável presente e o incerto futuro. Materialistamente é melhor deixa-lo lá, imutável e empoeirado, porém, se nos permitíssemos um exercício metafísico, eu perguntaria: como um artista da vida, o que você mudaria do seu passado? Para gerar a reflexão, convido a voraz…

Marcelo Flecha: Parto sem dor, ou o dia em que um diretor de teatro decidiu tentar se divertir em vez de ficar medindo os centímetros entre o nada e coisa nenhuma

O melhor amigo do encenador é a cena, do ator a ação, do dramaturgo o drama, do figurinista a figura, do cenógrafo a cênica, do sonoplasta o sonido, do iluminador a luz. Quando esses se tornam um peso, há algum problema. Há dias que um grande amigo insistiu em que devo me divertir mais. Não…

Marcelo Flecha: Dando número aos bois

O ano começa a acabar e 2016 leva consigo a marca dos dez anos de existência da Pequena Companhia de Teatro. Atravessamos uma década fazendo teatro e vivendo dele, em um mesmo grupo, com os mesmos integrantes, desenvolvendo pesquisa, montando espetáculos, circulando, ministrando oficinas, promovendo festivais, participando de debates, palestras, seminários, fóruns, sem fazer concessões…

Marcelo Flecha: Da epicização do teatro

Há alguns anos venho percebendo uma acentuada epicização do teatro brasileiro atual. Se eu tomasse como exemplo minha recente trajetória como espectador, diria, sem receio, que oitenta por cento do teatro que assisti nos últimos anos constrói sua narrativa substituindo a ação como fundamento de constituição do dizer, consolidando sua dramaturgia através da contação, da…

Marcelo Flecha: A vitória da vaidade

O que está acontecendo com a sensatez humana? A pergunta, que será a provocadora da série de postagens que começo hoje, surge da espantosa capacidade de me surpreender que a sociedade contemporânea vem desenvolvendo, e que me transforma, cada vez mais, neste vetusto e incorrigível homem das cavernas. Hoje ajusto o foco na vaidade, no…

Marcelo Flecha: Sobre festivais, festas, FestLuso e festejos

De 22 a 28 de agosto passado acompanhei a totalidade do FestLuso – Festival de Teatro Lusófono, em Teresina/PI, e participei da 5ª edição do NORTEA – Núcleo de Laboratórios Teatrais do Nordeste como expositor na mesa redonda “Teatro brasileiro de expressão nordestina: realidades, desafios e perspectivas”, além de dialogar através de demonstrações técnicas, encontro…

Marcelo Flecha: Entretecendo a teia da revolução

Anteontem encerramos nossa participação no SESC Amazônia das Artes, e mês passado concluímos nossa circulação pelo Programa Petrobras Distribuidora de Cultura. A experiência de circular e suas consequências já foram postas aqui diversas vezes, sobre plurais pontos de observação. Todavia, em todos, a ressalva quanto a importância dessa deslocação permanente para que um grupo de…

Marcelo Flecha: Entre tantas escrituras, uma homenagem ao leitor

Hoje presto uma homenagem a você, minha cara leitora, meu caro leitor. Dos meus dez anos de Pequena Companhia de Teatro, seis foram ocupados escrevendo neste blog [pequenacompanhiadeteatro.blogspot.com.br], em um permanente adestramento do pensamento para tentar estabelecer um diálogo reflexivo, escrevendo sobre teatro e todo o seu entorno, o mundo, pois, para mim, o mundo…